18/02/2019 às 14:49

4 – Renda Fixa: E se meu banco quebrar? Eu perco todo meu dinheiro?

João Pedro Araújo João Pedro Araújo

Diversos investimentos bancários possuem um seguro em caso de não pagamento. Esse seguro é feito pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

O presente artigo irá explicar o funcionamento do FGC, quais investimentos possuem sua garantia e quais não possuem.

A primeira situação que vem a cabeça quando pensamos em risco de se investir em um banco é: e se o banco quebrar? A boa notícia é: o FGC garante seu investimento até o limite de 250 mil reais (dependendo do investimento que você possui). O FGC garante este montante por CPF, por instituição e limitado ao somatório de 1 milhão de reais se quatro ou mais instituições vierem a quebrar dentro de um período de 4 anos.

Para entender melhor quando e o quanto você está protegido vamos a alguns exemplos:

Situação 1: Investidor que possua 300 mil reais investidos na poupança no banco A e o banco venha a quebrar. Neste caso o investidor recuperaria 250 mil reais. O investidor ficaria com prejuízo de 50 mil reais.

Situação 2: Investidor possui 200 mil reais em um CDB do Banco A e 100 mil reais em CDB no Banco B e os dois venham a falir. Neste caso o FGC garante 200 mil da Banco A e 100 mil do Banco B. O investidor não teria prejuízo.

Situação 3: Investidor possui 200 mil reais na conta corrente em 6 bancos diferentes totalizando 1 milhão e 200 mil reais. E todos os bancos venham a falir em um intervalo menor do que 4 anos. Neste caso o FGC irá garantir 200 mil reais dos primeiros 5 bancos até o limite de 1 milhão de reais. O investidor teria o prejuízo de 200 mil reais.

O objetivo do FGC é oferecer proteção aos titulares de créditos contra instituições financeiras, em outras palavras, proteger os investimentos do investidor. Com isso ele promove maior estabilidade do sistema financeiro.

O FGC é uma instituição sem fins lucrativos e mantida pelas próprias instituições financeiras associadas. As instituições contribuem mensalmente com 0,01% do total de seus depósitos elegíveis à garantia ordinária.

O prazo para recebimento da garantia depende do prazo de envio das informações que são passadas pelo Interventor. Uma vez recebidas estas informações, o pagamento se inicia entre 10 e 15 dias. Desde 1996 das 35 instituições em que houveram execução de garantia, o prazo médio de entre a decretação e pagamento foi de 94 dias.

Garantia Especial

Existe uma aplicação que possui uma garantia especial acima de 250 mil reais. Esta aplicação é o Depósito a Prazo com Garantia Especial do FGC ou DPGE como é
mais conhecido. O DPGE conta com a garantia até o limite de 20 milhões de reais porCPF/CNPJ por instituição.

Quais os investimentos que possuem garantia do FGC?

  • Depósitos à vista ou sacáveis mediante aviso prévio (depósitos em conta corrente)
  • Depósitos na poupança
  • Letras de câmbio
  • Letra Hipotecária
  • LCI e LCA
  • Depósitos a prazo com ou sem emissão de RDB e CDB
  • Depósitos mantidos em contas não movimentáveis
  • Operações compromissadas que têm como objetos títulos emitidos após 8 de março de 2012

Quais investimentos não estão garantidos pelo FGC?

  • Fundos de investimento
  • Fundos de Previdência
  • Letras Financeiras
  • Letras Imobiliárias Garantidas (LIG)
  • Capitalização
  • Ações
  • COEs
  • Debêntures
  • Derivativos
  • Entre outros

-Eu investi através de uma corretora e/ou possuía saldo na conta corrente quando a corretora quebrou. Possuo garantia do FGC?

Quando você desejar pensar no risco do seu investimento, sempre pense onde é ponta final.Quando se realiza investimentos através de uma corretora, seus investimentos não correm risco caso ela venha a quebrar. O risco está no investimento que você realizou. No caso de a corretora quebrar você deve realizar a transferência de custódia dos seus investimentos para outra instituição de seu interesse. No caso de possuir saldo em conta corrente existe um mecanismo semelhante ao FGC chamado “Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos (MRP)” mantido pela bolsa de valores, a B3. O MRP protege o investidor até o limite de R$ 120 mil.

João Pedro Araújo

João Pedro Araújo

Hoa Asset Management

João Pedro Araujo é gestor de recursos e fundador da Hoa Asset Management. João é engenheiro civil, pós-graduado em Mercado Financeiro e possui certificação de gestores Anbima (CGA). A Hoa atua no planejamento de gestão patrimonial para famílias e indivíduos. Caso queira entrar em contato, envie um e-mail para: [email protected]

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub