12/02/2019 às 9:14

1 – O que é investir em renda fixa?

João Pedro Araújo João Pedro Araújo

Existem apenas duas maneiras de ganhar dinheiro quando você investe seu patrimônio.

A primeira, se resume a investir em um negócio e obter lucro dele. Podendo ser desde o próprio negócio até adquirir ações de empresas de capital aberto. Este é o chamado mercado de renda variável, em que não se sabe ao certo o resultado final.

A segunda alternativa é emprestar seu dinheiro para alguém em troca de algum benefício. Este alguém pode ser o governo, um banco, uma empresa ou até uma pessoa.

Este artigo buscará explicar o mercado de empréstimos, ou renda fixa como chamamos.

Na economia existem as entidades (pessoas, empresas e governo) que possuem dinheiro armazenado (chamados de superavitários) que emprestam para as entidades que necessitam de dinheiro (chamados de deficitários). Em troca, os superavitários solicitam um prêmio pelo empréstimo que chamamos de taxa de juros. Está taxa de juros pode existir em alguns formatos, sendo:

– Taxa Prefixada: isto é, no início do empréstimo você já saberá quanto irá pagar ou receber no futuro.
– Taxa Pós-fixada: depende de alguma variável que só será conhecida no final do período, como por exemplo a inflação.
– Taxa Híbrida: quando se mistura as duas modalidades anteriores, com uma parcela pós-fixada e outra parcela prefixada. Como por exemplo: um empréstimo com taxa de juros de inflação mais 5% ao ano.

Está operação de emprestar dinheiro para alguém é chamada de operação de crédito.

Apesar do nome “Renda Fixa” nos submeter à um rendimento já conhecido, vimos que em certas ocasiões (nos casos pós fixado e híbrido) não é possível saber o quanto o investimento irá render ao longo do tempo. O nome Renda Fixa se refere ao fato de fixar, no início do investimento, quais as regras que a taxa de juros seguirá, por exemplo:

  • Taxa prefixada em 10% ao ano
  • Variação da inflação mais uma taxa de 5% ao ano
  • Variação do IGP-M

Quais os principais investimentos que existem em renda fixa?

– Títulos públicos: este é o principal investimento em renda fixa do Brasil e considerado com menor risco de crédito, isto é, o risco de não lhe pagarem. Isto porque você está emprestando dinheiro para o governo. Dizemos que, no último caso, se o governo não tiver como pagar, ele tem o poder de imprimir dinheiro para honrar com o empréstimo. O jeito mais comum do investidor acessar títulos públicos é via o Tesouro Direto.

– Emissões bancárias: o mais conhecido é o CDB (Certificado de Depósito Bancário) mas existem outras como: RDB, LF, LCI, LCA, DPGE e LC. Uma emissão bancária é um empréstimo que você concede para um banco. Este investimento também considerado de baixo risco (a depender do banco). Outra vantagem deste investimento é a garantia concedida pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) que funciona como um seguro caso a instituição “quebre” e não lhe pague. Neste caso o FGC paga seu investimento até o limite de 250 mil reais por CPF por instituição, limitado ao valor de 1 milhão de reais, caso mais de uma instituição venha a quebrar dentro de um período de 4 anos. (para mais informações acesse: https://www.fgc.org.br/)

– Emissões não financeiras: conhecidas como debêntures, é uma modalidade que uma empresa não financeira recorre ao mercado de capitais com o objetivo de levantar dinheiro para executar um projeto específico. Por exemplo: um hospital deseja realizar uma reforma para ampliar o número de leitos. Este investimento é considerado com um maior grau de risco e não possui garantia do FGC.

– Fundos de investimento em renda fixa: é uma comunhão de recursos de pessoas/empresas, chamados de cotistas, que buscam investir em ativos de renda fixa. Normalmente este fundo é administrado por um gestor que é o responsável pela escolha, alocação e acompanhamento dos investimentos.

Como investir?

Agora que você sabe o que é renda fixa e quais os principais investimentos resta saber como acessa-los. Para se investir em ativos de renda fixa é necessário que você possua uma conta em uma instituição financeira, podendo esta ser um banco, corretora ou distribuidora de valores mobiliários (para consultar as instituições existentes clique aqui). Hoje em dia é muito simples abrir uma conta para realizar investimentos, na maioria dos casos sendo feito tudo digitalmente. Com a conta aberta é necessário realizar a transferência dos recursos e em seguida realizar a aplicação no investimento desejado. Lembre-se sempre de analisar os riscos antes de investir.

João Pedro Araújo

João Pedro Araújo

Hoa Asset Management

João Pedro Araujo é gestor de recursos e fundador da Hoa Asset Management. João é engenheiro civil, pós-graduado em Mercado Financeiro e possui certificação de gestores Anbima (CGA). A Hoa atua no planejamento de gestão patrimonial para famílias e indivíduos. Caso queira entrar em contato, envie um e-mail para: [email protected]

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub