TC School / Mercado de ações

22 – Não Caia na Armadilha do Dividendo: exemplos com grandes pagadoras de dividendos

10/01/2020 às 19:51

Felipe Pontes Felipe Pontes

Muitos investidores de longo prazo, especialmente aqueles com foco em dividendos, têm o dividend yield (retorno ou rentabilidade do dividendo) como principal múltiplo de decisão de investimento. Neste texto você verá alguns casos de armadilha do dividendo, ou armadilha do dividend yield, que ocorreram em grandes empresas recentemente.

Antes de continuar neste texto, se você não é muito familiarizado com esse assunto, recomendamos que leia os seguintes textos:

Após isso, talvez seja uma boa ideia ler o nosso texto completo explicando a armadilha do dividendo, clicando aqui.

Antes de entrarmos no conteúdo específico, é importante destacar que o texto foi adaptado de uma discussão sobre ideias de investimentos em boas empresas pagadoras de dividendos no canal Master aqui do TradersClub.

Então vamos, lá.

Exemplos de armadilha do dividendo

É muito comum ver casas de research e diferentes portais de notícias divulgarem listas com “as maiores pagadoras de dividendos do ano“. É importante ficar atento com a armadilha que isso pode significar (em alguns casos).

O dividend yield pode ser alto não só porque o lucro da empresa aumentou, e por consequência seu dividendo, mas porque o preço da ação tem caído consistentemente –  às vezes até porque os fundamentos da empresa pioraram. Ou, ainda, porque pontualmente teve 1 único dividendo alto, ou extraordinário.

Veja o caso da Ser Educacional (SEER3). Em 2019 a empresa distribuiu R$ 250 milhões de reservas de lucro, pontualmente, o que fez seu dividend yield ultrapassar 10%. Porém, este evento não deve se repetir no curto prazo.

Na imagem abaixo, é possível ver a) o preço em azul claro, b) o dividend yield em azul escuro e c) o lucro por ação em preto.

Gráfico do caso da Ser Educacional (SEER3)

No caso da Smiles (SMLS3), o que fez o dividend yield aumentar significativamente foi a pressão negativa no preço da ação, devido aos problemas de governança e tentativa de fechamento de capital pela Gol (GOLL4). As linhas são as mesmas citadas acima.

Gráfico do caso da Smiles (SMLS3)

A Valid (VLID3) é outra empresa que teve aumento do dividend yield devido à queda do preço da ação. A empresa enfrentou algumas dificuldades que pressionaram suas margens de lucro, mas os preços caíram desproporcionalmente, o que fez com que dividend yield aumentasse.

Gráfico do caso da Valid (VLID3)

Outro caso bem conhecido e recente é o da Cielo (CIEL3). A empresa teve a queda do preço das suas ações antes da queda do lucro. “Pareceu” que a rentabilidade do dividendo aparentemente alta era um atrativo para comprar as ações da empresa e que a CIEL3 estava barata por fundamentos.

Veja como a linha azul escura (dividend yield) sobe, enquanto que a azul clara (preço) cai. Porém, já no início de 2019 o dividend yield despenca porque os lucros e dividendos Cielo diminuíram consideravelmente. Ou seja, a queda nos preços das ações já foi uma antecipação do mercado para o que estava por vir.

Gráfico do caso da Cielo (CIEL3)

Finalizo dizendo que não é minha intenção dizer que as empresas citadas são boas ou ruins, apenas alerto para essa armadilha do dividendo. O Dividend Yield é sim um indicador muito útil e bom, mas não deve ser analisado sozinho.

Para potencializar seus rendimentos acesse também nosso APP:

 

Orleans Martins
Orleans Martins
Professor e pesquisador com doutorado na área de Contabilidade, Governança e Valuation.
Gestor de Clube de Investimentos. Contribui com textos educacionais.

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub