21/01/2020 às 11:58

25 – Leilão de ações e circuit breaker na bolsa: entenda o funcionamento

Felipe Pontes Felipe Pontes

No ambiente da bolsa de valores existem períodos onde as ações não são negociadas normalmente como no pregão. Esse período é chamado de leilão e pode acontecer nos três cenários abaixo (incluindo o circuit breaker):

  • Leilão de pré-abertura
  • Leilão de fechamento
  • Leilão de ações em qualquer horário do pregão

Os dois primeiros leilões são fixos e ocorrem no começo e no final do pregão para estabelecer os preços iniciais e finais do pregão. Já o terceiro tipo de leilão requer alguns critérios para acontecer e ajuda na contenção das altas volatidades de uma ação.

Em adição, existe um último tipo de “leilão”, que na verdade é um caso especial: o Circuit Breaker. Este último acontece em ocasiões bastante “especiais” na bolsa.

 

Leilão de pré-abertura

O leilão de pré-abertura ocorre 15 minutos antes do pregão – o pregão é o período em que os investidores negociam as ações das companhias, fundos de investimento e demais valores mobiliários. O leilão de pré-abertura serve para definir os preços iniciais das negociações no dia.

Sendo assim, durante o leilão de pré-abertura, o investidor pode enviar ordem de compra e venda. Porém, não ocorrem fechamentos de negociações, já que as ordens de negociação são executadas só no final do leilão. O preço que fechar a maior quantidade de operações é chamado de preço de equilíbrio.

Ao inserir uma ordem no leilão, o investidor não consegue ter certeza sobre o preço de equilíbrio, uma vez que ele vai mudar constantemente com a inclusão de novas ordens de compra e venda. Dependendo do preço registrado pelo investidor, é possível que a sua ordem não seja executada, uma vez que ela pode se distanciar muito do preço de equilíbrio.

As ordens de compra com preço maior ou igual ao preço teórico e as ordens de venda com preço menor ou igual ao preço teórico não podem ser canceladas ou modificadas para menos (são aceitas somente modificações para melhorar o preço ou aumentar a quantidade).

Ao finalizar o leilão de abertura, todas as ofertas de compra com preço igual ou superior ao preço do leilão são executadas e todas as ofertas de venda com preço igual ou inferior ao preço do leilão serão executadas.

 

Leilão de fechamento

O leilão de fechamento funciona de forma mais simples que o leilão de pré-abertura e difere no tempo de duração e nos critérios para que o ativo participe do leilão. Quanto ao tempo de duração, o leilão de fechamento ocorre por apenas cinco minutos após o fechamento do pregão.

Quanto aos critérios, um dos principais critérios para do leilão de fechamento é que só poderão participar os ativos que compõem as carteiras teóricas dos índices da B3 (e.g., o Ibovespa) e as opções com maior liquidez segundo critérios específicos. Em alguns casos especiais, o sistema eletrônico de negociações da B3 pode incluir outras ações. Essa decisão será informada trinta minutos antes do leilão.

 

Leilão de Ações em qualquer horário do pregão

Por fim, uma ação também pode entrar em leilão em qualquer horário do pregão. Esse mecanismo do sistema de negociações da bolsa ocorre para controlar oscilações muitos grandes nos preços de uma ação. Sendo assim, o leilão fora do horário normal ocorre quando:

  1. Existe uma variação do preço maior que 10% em relação ao preço de fechamento do dia anterior (tanto para cima, quanto para baixo). Essa oscilação deve ser registrada no início do dia, antes da abertura do pregão;
  2. Quando existe oscilação maior que 10% em relação ao preço de abertura. Tal oscilação deve ocorrer após a abertura dos negócios;
  3. Quando existe oscilação maior que 10% e menor que 19,99%, em relação ao último preço do papel antes de entrar em leilão.

Senso assim, quando uma ação apresenta uma alta volatilidade, a bolsa suspende as negociações normais desse ativo e passa a operar em modo de leilão por 5 minutos: à medida que as ofertas de compra e de venda chegam, o sistema registra a ordem para depois fechar cada uma das operações.

Esse tipo de leilão não é comum. Por isso a sua ocorrência está relacionada com eventos pouco frequentes como turbulências políticas, fatos catastróficos ou movimentos especulativos de alto volume.

 

Leilão vs. Circuit Breaker

Por fim, existe o Circuit Breaker. Diferente do Leilão, o Circuit Breaker é adotado pela Bolsa para frear as negociações quando ocorrem oscilações generalizadas. Com exceção das quedas ocorridas na última meia hora de funcionamento do pregão. No geral, o Circuit Breaker ocorre quando o Ibovespa (leia mais sobre ele no nosso artigo sobre índices de mercado brasileiro), cai a partir de 10% em relação ao dia anterior.

As negociações param por 30 minutos e depois são retomadas. Caso o índice oscile mais 5% na mesma direção, ocorre um novo Circuit Breaker de 60 minutos. Por fim, caso ocorra uma nova oscilação de mais 5% na mesma direção – totalizando 20% de queda ou alto – as negociações são suspensas por tempo indeterminado. Porém, é uma boa prática a reabertura para que ocorra o encerramento das posições no mesmo dia.

A grande diferença entre o Circuit Breaker e o leilão é que o Circuit Breaker é generalizado, para a o bolsa toda, e o leilão é específico para uma ação.

Assista ao nosso vídeo clicando aqui. Também é possível ir direto na fonte para saber esses detalhes.

Lucas Nogueira
Mestre em Finanças pelo PPGA/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC SChool

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub