26/02/2019 às 17:39

3 – As formas de se ganhar investindo em ações: valorização do preço e dividendos

Pedro Albuquerque Pedro Albuquerque Filho

No artigo anterior, mostrei com alguns exemplos como a correta escolha de um investimento no mercado acionário pode trazer retornos espetaculares.

Para ficar claro então a você que está começando agora a investir com ações: são duas as possibilidades de retorno do seu investimento: via a valorização dos preços das ações, conforme demonstrado com a performance das ações do Itaú no artigo anterior, e através do pagamento de dividendos.

Falando primeiro sobre preço, existem diversos motivos que fazem com que uma ação possa cair ou subir no mercado. No curto prazo, normalmente os motivos são menos racionais e muitas vezes amplificados por momentos de euforia ou pessimismo com relação a expectativa dos investidores com determinada empresa ou com as condições de mercado no geral, sendo que no longo prazo a performance das ações de empresa é guiada através da capacidade da entrega de lucros ou de fluxo de caixa.

Já os dividendos significam a distribuição de lucros feitas por uma empresa aos seus acionistas normalmente sendo pago em dinheiro.

A legislação brasileira, através da Lei das S.As., define que todas empresas de sociedade por ações devem distribuir dividendos em cada exercício fiscal (a cada ano), sendo que uma companhia eventualmente poderá deixar de pagar o dividendo obrigatório somente quando a sua administração entender que tal pagamento é incompatível com a situação financeira da empresa ou quando não há apuração de lucros no exercício.

O montante a ser distribuído varia de empresas para empresas e o percentual destinado ao pagamento de dividendos consta no estatuto social das companhias, sendo importante frisar que esses montantes podem variar ao longo do tempo conforme a evolução dos negócios das companhias. Apesar de não haver um montante mínimo obrigatório, a grande maioria das empresas destina o pagamento de pelo menos 25% dos seus lucros na forma de dividendos aos seus acionistas. A Lei das S.As. permite que empresas paguem um percentual menor que 25%, mas neste caso os acionistas poderiam solicitar direito de retirada da sociedade, acarretando em um dispêndio de caixa pela empresa para compra de ações dos dissidentes, sendo portanto pouco usual um pagamento menor que 25% sobre os lucros de cada exercício fiscal.

Dica importante: empresas com negócios mais maduros que, portanto, apresentam menores taxas de crescimento, são normalmente maiores pagadoras de dividendos. Já empresas com altas taxas de crescimento possuem normalmente durante esse período de aceleração uma lucratividade menor, além da necessidade de reinvestir uma parte maior dos seus lucros para que o ritmo de expansão da operação consiga se sustentar com o objetivo de capturar fatia de mercado, evitando assim que a companhia contraia dívidas em excesso durante esse processo de crescimento acelerado.

Pedro Albuquerque

Pedro Albuquerque Filho

CEO do TradersClub

Sócio fundador e CEO do TradersClub, também fundou a TEx Tecnologia, pioneira e líder em SaaS para o mercado segurador brasileiro. Atua há 11 anos no mercado brasileiro, com vasta experiência em investimentos na América Latina, América do Norte e Europa.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub