10/04/2020 às 9:47

Jim Simons em The Man Who Solved the Market: Resenha

TC School TC School

O livro “The Man Who Solved the Market” escrito por Gregory Zuckerman conta a
história de Jim Simons e da sua empresa, a Renaissance Technologies, uma das
pioneiras no que ficou conhecido como estilo Quant de investir, principalmente com o Medallion.

Caso não saiba o que é o estilo ou abordagem Quant, assista ao vídeo abaixo e clique aqui:

A história contada no The Man Who Solved the Market

Tá, mas o que tem de especial nessa história?

The Man Who Solved the Market sobre Jim Simons

O Fundo Medallion, gerido pela Renaissance, acumula incríveis ganhos de 66%, antes das taxas, anualmente desde 1988, deixando qualquer outro investidor – inclusive nomes como Warren Buffet, Peter Lynch e George Soros – no chinelo (com todo o devido respeito ao desempenho deles).

O livro, além de abordar todo o desenvolvimento da companhia, fala da história pessoal de Simons, que é bastante interessante, e traz fatos recentes envolvendo grandes nomes da empresa, como o envolvimento de Robert Mercer (co-CEO da Renaissance entre 2010 e 2017) na eleição de Donald Trump.

É necessário ser um matemático ou estatístico para ler e entender The Man Who Solved the Market?

O livro está disponível apenas em inglês, mas não é necessário ser um expert em
finanças/matemática/estatística para ler.

A linguagem é acessível, apesar do autor falar até sobre Cadeias de Markov!

São 329 páginas divididas em 16 capítulos muito envolventes e com uma leitura leve.

O leitor vai passear desde o começo da vida de Jim Simons, começando por sua infância,
passando por sua carreira como:

  1. Matemático
  2. Programador
  3. Professor
  4. Até revolucionar o mercado financeiro

Passagens interessantes em The Man Who Solved the Market, sobre Jim Simons

“Jim entendeu desde cedo que dinheiro é poder. Ele não queria que ninguém tivesse poder sobre ele”

Jim Simons obteve o bacharelado em matemática pelo MIT aos 20 anos e completou o seu PhD na Universidade de Berkley, lecionando brevemente no MIT e em Harvard antes de partir para o Institute of Defense Analyses (IDA), aos 26 anos, onde fez carreira como code-breaker, ajudando os Estados Unidos durante a Guerra Fria resolvendo os códigos soviéticos.

Um dos motivos que levou Simons a aceitar esse emprego era o salário, o dobro do emprego anterior, que permitiu ao jovem Jim começar a pagar suas dívidas e o fato de poder continuar sua pesquisa enquanto trabalhava para o governo.

Como o novo emprego era bem flexível, Simons utilizava seu tempo livre examinando o mercado de ações, chegando até a publicar um artigo intitulado “Probabilistic Models for and Prediction of Stock Market Behavior” em conjunto com Larry Baum, o primeiro parceiro de Simons no mundo dos investimentos, e outros dois amigos.

Após conceder uma entrevista criticando a Guerra do Vietnã, indo de encontro ao posicionamento de seu chefe, General Taylor, Simons foi demitido da IDA.

Jim Simons de volta à academia

Logo depois da demissão, em 1968, Simons foi convidado para liderar o departamento de matemática da SUNY Stony Brook, onde ajudou a recrutar grandes mentes para universidade.

“Tem um padrão aqui; tem que ter um padrão aqui”

Em 1978, Simons largou a academia para fundar a Monometrics e um Hedge Fund chamado Linroy.

Sendo assim, esse trecho do livro explica como era a abordagem de Simons:

Simons decidiu tratar o mercado financeiro como qualquer outro sistema caótico. Assim como os físicos mineram uma vasta quantidade de dados e constroem modelos elegantes para identificar as leis da natureza, Simons iria construir modelos matemáticos para identificar os padrões do mercado financeiro”.

Recrutar traders ou recrutar cientistas para a gestão do fundo quant?

Jim falou em uma entrevista (cujo link estará no final do texto) que não sabia recrutar traders, mas sabia recrutar cientistas.

Então, Simons foi montando um time de super matemáticos, físicos e cientistas em geral para desenvolver algoritmos para caçar os padrões do mercado financeiro.

O início do Medallion

Em 1988, Simons fecha o Linroy e abre o Fundo Medallion, o mais famoso dos fundos geridos pela Renaissance.

Gregory Zuckerman destrincha bem toda a história, narrando as personalidades conturbadas de alguns gênios, os desafios computacionais enfrentados e o preconceito do mercado com investimentos orientados por dados.

Conheça alguns dos grandes nomes que ajudaram Jim Simons a consolidar o Medallion

Nomes importantes tiveram contribuições imensas para a companhia como:

  • James Ax: que ajudou a desenvolver os primeiros modelos do Medallion
  • Straus: com o pioneirismo do que viria a ser conhecido como mineração de dados
  • Berlekamp: sugerindo compra e venda frequentes para diminuir o risco associado a cada movimento
  • Entre outros que podem ser conhecidos na leitura do livro

A grande revolução no Medallion de Jim Simons

Mas, apesar dos nomes citados anteriormente, certamente a grande revolução foi causada por Peter Brown e Robert Mercer, dois ex-funcionários da IBM, que permitiram ao Medallion operar com ações – algo que o fundo não tinha tido sucesso.

Operar de forma bem sucedida, também com ações permitiu ao fundo Medallion acessar um mercado com maior liquidez do que os de commodities, moedas e bonds, sendo um ponto chave para a consolidação do Medallion no mundo dos investimentos.

“Nós estamos certos 50,75% das vezes… mas nós estamos 100% certos 50,75% das vezes”

A frase acima é de Robert Mercer, que ajudou a revolucionar o Medallion.

Alem disso, outro trecho bem legal que eu gostaria de citar é o que coloco abaixo, sobre como a ciência e a análise de dados trabalhavam em favor do Medallion:

“Simons e seus pesquisadores não acreditavam em gastar muito tempo propondo e testando suas ideias próprias intuitivas. Eles deixavam os dados os conduzirem à anomalias apontando a oportunidade.”

Outras histórias interessantes contadas em The Man Who Solved the Market

O leitor ainda encontrará histórias muito interessantes como a do ex-CEO Robert Mercer que ajudou a financiar a campanha de Donald Trump, estabelecendo contatos com empresas como a Cambridge Analytica.

Vale ler The Man Who Solved the Market, sobre a história de Jim Simons?

Vale bastante a leitura, mesmo se você não se interessar por investimentos quantitativos (para saber mais sobre isso, clique aqui), ou até mesmo se não for investidor, porque a história de Jim Simons “o homem que resolveu o mercado” é rica de personagens famosos para a maioria do público.

Portanto, esta é uma bela história de empreendedorismo de um cara que entrou tarde no mercado, mas mesmo assim conseguiu fazer uma grande revolução!

Resenha escrita por Lucas Costa Santos, aluno de Economia da UFPB e membro do Projeto Quantum/UFPB.

Nota do Editor Felipe Pontes: eu concordo com a opinião de Lucas e se eu tivesse lido essa resenha antes de começar a ler o livro, teria começado a ler com uma expectativa diferente e, provavelmente… já teria terminado a leitura (recomeçarei agora mesmo).

TED com Jim Simons:

Vídeo sobre a história e o legado de Jim Simons:

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub