01/06/2020 às 10:17

Manifesto pela Educação Financeira

TC School TC School

Hoje farei um manifesto pela educação financeira! vamos fazer algumas reflexões sobre sua aplicação na vida de cada um.

Educação financeira

Leia mais sobre educação financeira:

Boa leitura!

Dias atrás, a cantora Vanessa da Mata criou uma polêmica ao tentar opinar sobre educação financeira. Para ela, qualquer pessoa tem condições de guardar 30% do que ganha. Independentemente de quanto receba. Como não poderia ser diferente, sofreu um turbilhão de críticas e, como resultado, apagou a postagem.

A visão de Vanessa da Mata é uma visão que se dissocia da realidade. Em um país tão desigual quanto o Brasil, não dá para querer que todos tenham a mesma capacidade de poupança. Inclusive, não dá para resumir a educação financeira a simplesmente “poupe x% do que você ganha”. Fim. Fórmula mágica.

Educação Financeira é muito mais

Nesse sentido, o que seria a educação financeira? Como falei aqui logo no começo de minha colaboração para o TCSchool, a educação financeira é abrangente e necessária para todos. Seja você um CEO de uma multinacional, ou um desempregado em busca de meios para sobreviver e se recolocar no mercado.

A educação financeira é questão básica, mas muitas vezes acaba sendo banalizada por comentários como esse. Quando não, é motivo de repulsa ou chacota por quem considera que somente quem tem dinheiro é que pode se preocupar com suas finanças. Quem não tem, então, não deveria se preocupar em entender melhor as questões financeiras.

Em defesa da educação financeira

Portanto, foi diante dessa situação de discrepância no entendimento acerca das finanças pessoais, que resolvi fazer esse texto. Dessa forma, quero tentar mostrar que ela é necessária. Defendo, inclusive, que seja ensinada nas escolas. Assim, teríamos adultos mais conscientes e menos vulneráveis a golpes se fosse esse o costume.

Para isso, é importante ressaltar que não existem regras prontas. Não há uma receita que eu fale aqui que vá servir para todas as pessoas. Ainda mais, como falei acima, em um país tão desigual como o nosso. Nesse sentido, a educação financeira dever ser utilizada de forma compatível com a realidade de cada um.

Diante disso, é importante ressaltar não é somente dizer: “economize x% de seu salário e invista”. Economizar e investir é parte da educação financeira, mas não se resume a isso. Além de aprender e ter mais familiaridade com os investimentos, proporciona conhecimento para lidar melhor com o dinheiro. Entender quando está sendo lesado, quando uma proposta é realmente atrativa, quando há possibilidade de uma armadilha.

Educação financeira

Fonte: SEBRAE

Exemplo na prática

E, para quem torce o nariz quando se fala em educação financeira para todos, tive nesse fim de semana um exemplo na prática. Recebi uma ligação do Bradesco me oferecendo uma oportunidade no “Título de Capitalização Economia Premiada“. Aportes a partir de R$ 30 por cinco anos.

Na ligação, a atendente me propôs o título dizendo que, se não fosse sorteado durante o período, receberia o valor total corrigido. Foi então que aconteceu o seguinte diálogo:

– A correção é feita em cima de quê?
– Pelo TR, senhor.
– A TR (Taxa Referencial) está zerada, você sabe, não é?
– Está, mas em 60 meses o senhor recebe a correção.
– A correção em cima da taxa zerada?
– A informação que tenho é que o senhor recebe a correção pelo TR, senhor.

Obviamente, agradeci e neguei a proposta. Caso não soubesse o que é a Taxa Referencial ou que ela está zerada, poderia ser enganado com uma correção que não existe. E perderia dinheiro. Sim, perderia. Eu receberia exatamente o que coloquei na capitalização sem correção nenhuma, nem mesmo pela inflação.

Então, o saldo total estaria defasado. O montante perderia valor em relação ao mundo real. Por isso é importante a educação financeira.

E não pode gastar?

Claro que pode! inclusive, faz parte do processo o entendimento de quando e como gastar o dinheiro que ganha. Isto não é nenhum crime. Ao contrário do que Vanessa da Mata falou, o salgadinho, churrasco, cerveja ou qualquer outra coisa não deve ser eliminado. Tem espaço para tudo, desde que dentro das reais limitações e condições de cada um.

Em resumo, a educação financeira deve dar à pessoa a condição de discernir os melhores caminhos a tomar. Economizar faz parte, mas não é tudo. Nosso cérebro trabalha na base da recompensa. Pouco adianta apenas economizar, economizar, economizar e se privar do lazer. O lazer é a fuga da realidade em muitos momentos e é necessário para dar a dose de recompensa que precisamos para manter o foco.

Portanto, a educação financeira não se resume a mandar economizar e não se resume a quem tem dinheiro. Esses são preconceitos que devem ser quebrados.

Por uma educação financeira sem regras empacotadas e acessível para todas as pessoas!

 

Raphael Carneiro
Raphael Carneiro
Jornalista e investidor
Trabalha com educação e planejamento financeiro. Possui certificação em Gestão de Finanças Pessoais e atua no mercado financeiro brasileiro há cinco anos.

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub