TC School / Educação Financeira

Gestão de risco além dos investimentos

27/04/2020 às 10:29

TC School TC School

Muitos dos que estão aqui já sabem e cor e salteado ou já estão cansados de ouvir falar em gestão de risco. Acredito que levam em consideração (se não, comecem logo, por favor) a gestão ao fazer day trade ou investimentos a mais longo prazo. Mas a gestão de risco não para e não deve parar por aí. Vai muito além e deve ser levada à sério em toda a vida.

Ignoramos, normalmente, ou subestimamos os riscos a que estamos expostos. Normalmente com a desculpa de “que nada, isso aí não acontece comigo não”. Mas acontece. E quando a gente menos espera.

Outro ponto que nos leva a não dar importância à gestão de risco é a vontade de ganhar cada vez mais dinheiro. Estar atento à gestão significa separar parte do patrimônio para ganhos pequenos ou até menos alguns gastos, o que faz virar o rosto, já que todo mundo só peça em ganhos, ganhos e ganhos.

Os riscos existem, acontecem e nos pegam de surpresa na maioria das vezes. Para evitar lamentar depois que o leite estiver derramado, pode seguir esses três passos no começo:

  1. Identificar os riscos a que está propenso
  2. Avaliar se é possível eliminar os riscos
  3. Caso não seja possível eliminar, avaliar como pode reduzir o risco ou o impacto dele

Com o processo feito e a identificação bem realizada, temos a possibilidade de assumir os riscos ou de terceirizá-los. Abaixo estão dois exemplos para que essa decisão possa ser tomada:

Gestão de risco: Assumir o risco

Imagine uma pessoa com renda mensal de dez salários mínimos e que compra um novo aparelho celular. Fazer ou não o seguro do aparelho? É uma cobertura opcional. Mas, caso não opte por fazer, o impacto de perder o aparelho e ter que comprar um novo será muito pequeno em relação à renda mensal.

GEstão de risco investimentos

Gestão de risco: Terceirizar o risco

Agora imagine o mesmo cenário. Mas com a renda do comprador sendo quatro salários mínimos. O impacto de um roubo será imenso.

Qual a opção? Fazer um seguro para transmitir o impacto do risco para terceiros.

Tipos de risco

O caso do celular é apenas um exemplo e que pode ser transportado para diversos outros segmentos de nossa vida. Casa, automóvel, vida, empreendimentos, empresas etc.

São muitas opções. Em todas elas, temos uma conclusão única: riscos de menor poder ofensivos podem e devem ser assumidos. Riscos de maior poder ofensivo devem ser terceirizados para que o impacto seja o menor possível.

Os tipos de proteção para estes casos são diferenciados também. Eles podem ser patrimoniais, pessoais ou de responsabilidade civil. Exemplos:

  •  Bens patrimoniais: seguro do automóvel, residencial, empresarial, máquinas e equipamentos
  •  Pessoas: seguro de vida, de saúde, funeral, acidentes pessoais etc
  •  Responsabilidade civil: cobertura a terceiros

Gestão de risco investimentos

Gestão de Risco e o paralelo com a vida pessoal do investidor

Sendo assim, há ainda uma gestão que entra um pouco mais na vida pessoal. Você deve avaliar muito bem a fonte de renda, condição do emprego, importância de sua renda para a família.

Contudo, um profissional liberal que seja a principal renda da família, por exemplo, não tem o “direito” de ficar doente ou ausente do serviço. Esse profissional fora de ação é sinônimo de ausência de renda em casa.

Portanto, para casos como esse, existem seguros específicos que podem suprir a ausência da renda por um determinado período. Obviamente que tudo deve ser analisado caso a caso e pesado na balança para ver se realmente vale à pena.

Desta maneira, foi a gestão de risco, aguçada pelo temor da pandemia do COVID-19, que fez com que milhares de brasileiros se preocupassem com o seguro de vida nos últimos meses.

Por Fim, isso explica o aumento da busca por essa opção em 60% entre os diabéticos. Estes precisaram de um evento extremo para ligar o alerta sobre algo básico. Não aguarde a mesma situação para você.

Raphael Carneiro
Jornalista e investidor
Trabalha com educação e planejamento financeiro. Possui certificação em Gestão de Finanças Pessoais e atua no mercado financeiro brasileiro há cinco anos

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub