TC School / Derivativos

Operações com opções: entenda a trava de baixa

02/09/2020 às 15:00

TC School TC School

Neste texto, falarei sobre a utilização da trava de baixa na estratégia de investimento com opções. Para um melhor entendimento, separamos o texto nos seguintes tópicos:

  • Trava de baixa: o que é?
  • Entenda a estratégia: como montar uma trava de baixa?
  • Quais as vantagens dessa estratégia?
  • Trava de baixa: conheça as desvantagens

Boa leitura!

trava de baixa

É iniciante? Indicamos que você leia antes de tudo um material bem completo que preparamos sobre opções.

Trava de baixa: o que é?

A trava de baixa é uma estratégia que consiste na compra de uma opção de venda de maior preço de exercício e a venda, na mesma quantidade, de uma opção de venda de exercício inferior, ambas com a mesma data de vencimento. Esta estratégia permite que o investidor tenha uma exposição direcional de baixa no ativo objeto, mas com o risco e o lucro máximos pré-definidos no momento da montagem, o que garante maior previsibilidade nos resultados.


Entenda a estratégia: como montar uma trava de baixa?

Primeiramente, é importante ressaltar que os exemplos utilizados nesse texto não caracterizam recomendação de investimento, são apenas para fins educacionais. Para montar uma trava de baixa, o investidor deve comprar e vender a mesma quantidade de opções de venda, como por exemplo:

Comprar BBDCU221 por R$1,14 e vender BBDCU201. Neste exemplo, a série U significa o contrato da opção de venda que vence no dia 21/09 e as opções possuem o preço de exercício em R$22,14 e R$20,14, respectivamente.

Vamos supor, neste exemplo, que o investidor pagará R$1,14 pela BBDCU221 e receberá R$0,38 por cada BBDCU201 vendida, ou seja, terá um custo líquido de R$0,76. Caso no vencimento, no dia 21/09, as ações preferenciais do Bradesco estejam abaixo de R$20,14, o operador poderá exercer seu direito de vender BBDC4 por R$22,14, ao passo que será exercido por R$20,14, recebendo R$2 de diferença. Logo, seu lucro bruto será de 162%.

Caso a ação do Bradesco esteja abaixo de R$22,14, o operador poderá exercer sua opção de venda e embolsar a diferença em relação do preço de tela. E, caso esteja acima de R$22,14, terá atingido o limite de perda, que será de R$0,76.

Quais as vantagens da trava de baixa?

Ao montar uma trava de baixa, como o próprio nome sugere, o operador estará apostando no direcional de baixa do ativo objeto. Entretanto, terá uma trava, tanto para o seu ganho, quanto para a sua perda. Assim, ele saberá no momento da montagem qual será seu lucro e o seu prejuízo máximo.

Outro ponto bastante interessante das travas de baixa é que o operador poderá se expor direcionalmente a ativos que possuem volatilidade implícita alta. Ou seja, ativo no qual os prêmios das suas opções estão caros. Caso queira aprender um pouco mais sobre a volatilidade do prêmio das opções, clique aqui.

As desvantagens de montar trava de baixa

Vamos supor que o operador monte uma trava de baixa que teria vencimento no dia 21/09, mas no dia 10/09 as ações do Bradesco atinjam R$20,14. O spread (diferença entre a compra e a venda da opção) terá atingido seu limite de ganho? Provavelmente não, visto que durante o exercício de uma opção, existem outros fatores que participam da precificação de uma opção, como o Theta e o Vega, que influenciam na probabilidade do exercício da opção e, por causa disso, não permitem o ganho máximo.
Outro ponto importante é que caso BBDC4, citando o exemplo do texto, caia abaixo de R$20,14, a operação estará travada com o ganho máximo de R$2, impossibilitando maiores lucros.

Leia mais sobre opções:

Lucas Uhlig
Lucas Uhlig
Formado em Administração de Empresas e Analista de Finanças pela FGV-Rio. Atua como contribuidor e community manager no TradersClub.

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub