17/06/2020 às 12:00

Operações com opções: entenda a estratégia de trava de alta

TC School TC School

Nesse texto, falarei sobre a utilização da trava de alta na estratégia de investimento com opções. Para um melhor entendimento, separamos o texto nos seguintes tópicos:

  • Trava de alta – O que é?
  • Entenda a estratégia – como montar uma trava de alta
  • Quais as vantagens e desvantagens da trava de alta?

Caso queira aprender mais sobre as estratégias de investimentos com opções, clique aqui.

Boa leitura!

trava de alta

Leia mais sobre opções e derivativos:

O que é uma trava de alta?

A princípio, trava é uma estratégia que consiste na compra de uma opção e em sequência a venda de outra opção com strike (preço de exercício) maior, na mesma quantidade e com a mesma data de vencimento. Esta estratégia limita os ganhos do investidor, mas ao mesmo tempo, também limita as perdas, pois no momento da montagem, o investidor já sabe qual é o lucro e a perda máxima da operação.

Como montar uma trava de alta?

O investidor deve comprar uma opção com determinado strike e vender a mesma quantidade de opções com um strike acima. Por exemplo:

Hipoteticamente falando, o investidor pagará R$0,50 na COGNG6 e, ao vender COGNG7, receberá R$0,30 – deixando a operação com custo total de R$0,20. Dessa forma, se até o vencimento COGN3 ultrapassar o patamar de R$7 (exercício da COGNG7), o investidor exercerá seu direito de comprar COGN3 por R$6 (exercício da COGNG60) e será exercido por R$7. Assim, a diferença será creditada como lucro na conta: R$1.
Logo, o investidor terá que abater os R$0,20 do custo da trava destes R$1 e terá um lucro líquido de R$0,80.

Benefícios dessa estratégia

Ao montar uma trava de alta, como o próprio nome sugere, o investidor trava sua operação em um movimento direcional de alta. Ou seja, ele está posicionado para a subida do ativo-objeto, mas com um risco reduzido, já que no momento da montagem, o investidor sabe qual será seu limite máximo de ganho e seu limite máximo de perda.

Também há o benefício de ‘travar’ uma operação vencedora.
Por exemplo, vamos supor que o usuário compre opções PETRF20 por R$0,20 e o ativo se valorize, levando essa opção para R$1. O investidor poderia vender, hipoteticamente, uma opção de prêmio igual ou maior que R$0,20, neste caso, PETRF22, para zerar o custo da operação e ainda sim ter a possibilidade de, no vencimento, ganhar a diferença entre os exercícios (PETRF20 – PETRF22).

Desvantagens

Da mesma forma que travar os lucros, sabendo no momento da montagem, o máximo de perda e o máximo de lucro da operação, no caso de uma alta muito expressiva no ativo objetivo também pode ser “perdida”, deixando algum dinheiro na mesa.

Utilizando o mesmo exemplo de COGNG60 e COGNG7, vamos supor que o ativo objetivo, COGN3, supere a barreira de R$7 e vá até o patamar de R$8 – o lucro da trava de alta segue intacto em R$1 – que foi o limite de ganho estipulado no momento da montagem da trava.
Outro ponto negativo da trava de alta, é que o spread (diferença entre a compra e a venda), pode oscilar muito ao longo do exercício por conta da liquidez e até mesmo da volatilidade do ativo objeto.

Neste caso, se o operador desejar desmontar sua operação antes do vencimento, ocorre a possibilidade de sair até mesmo sem lucro. Nesse sentido, é muito importante observar a liquidez das opções que irá negociar, antes de montar a operação e,principalmente, ter claro qual o horizonte de tempo da operação.

Lucas Uhlig
Lucas Uhlig
Formado em Administração de Empresas e Analista de Finanças pela FGV-Rio. Atua como contribuidor e community manager no TradersClub.

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub