16/06/2020 às 12:04

Derivativos: como o vencimento das opções afeta os preços das ações?

TC School TC School

Você já parou para pensar se o vencimento das opções pode influenciar nos preços das ações? Para responder a essa pergunta, revisamos algumas pesquisas empíricas sobre o assunto. Para explorar esse tema, abordaremos os seguintes tópicos:

  • O que é uma opção e por que seus vencimentos podem influenciar os preços das ações
  • O que as pesquisas mostram – resultados de pesquisas nacionais e internacionais
  • Cuidados nas operações – Essa pode ser tomada como uma estratégia de investimentos?

vencimento das opções

Para um melhor entendimento do texto, sugerimos a leitura:

O que é uma opção?

Antes de tudo, uma opção é um instrumento financeiro derivativo, que confere ao seu proprietário comprar ou vender um ativo por um determinado preço. Ou seja, uma opção de compra, permite ao seu detentor o privilégio de comprar um ativo por um preço “X” (Strike ou preço de exercício). Já na opção de venda, o seu proprietário tem o direito de vender um ativo a um preço “Y”. Nesse sentido, o detentor da opção de compra deseja que o preço do ativo subjacente a sua opção suba. Por outro lado, o proprietário da opção de venda, deseja que o preço caia.

Na ponta inversa, os lançadores das opções desejam que o preço de exercício não seja atingido. Assim, o proprietário da opção não a exercerá, ficando o lançador com o prêmio pago pela opção.

Nesse sentido, poderia existir uma “guerra” entre comprados e vendidos em opções e assim influenciar o preço das ações subjacentes, em torno dos dias de vencimento das opções?

Veremos!

O vencimento das opções influencia os preços das ações?

Antes de tudo, a “pressão” exercida pelo vencimento nos preços, refere-se a “guerra” entre compradores e vendedores para influenciar o preço de cotação no mercado à vista, em torno do preço de exercício. Ou seja, os detentores das opções de compra pressionam o preço para cima, ao passo que os lançadores das opções de compra o pressionariam para baixo. Cada qual, buscando seus próprios interesses.

Nesse sentido, resultados de pesquisas empíricas mostram que os vencimentos das opções podem influenciar na volatilidade dos preços das ações, nas datas que antecedem os vencimentos das opções (OFFICER; TRENNEPOHL, 1981; POPE; YADAV, 1992).

Obs: importante deixar claro que nesse contexto, a influência refere-se tão somente ao fator vencimento da opção, visto que o preço da opção é que deriva da ação subjacente.

Para responder a essa pergunta, revisei os resultados de pesquisas apresentados no trabalho de Cunha e Newton Jr. (2006), que verificou estudos que analisaram de forma empírica o comportamento dos mercados em torno dos vencimentos de opções. Sugiro a leitura desse artigo, inclusive.

Como isso é medido?

Basicamente, essas pesquisas utilizam-se de técnicas estatísticas, como o estudo de eventos (BALL; BROWN, 1968; FAMA et al., 1969), para verificar se existe diferença estatística nos retornos das ações antes e depois de determinado evento. Ou seja, os pesquisadores buscam medir a diferença estatística nos retornos das ações usando a data de vencimento das opções como parâmetro.

Evidências internacionais

No estudo de Klemkosky (1978), o autor encontrou retornos negativos nos preços das ações da NYSE na semana anterior ao vencimento das opções, tendo seu preço revertido nas semanas seguintes. Nesse sentido, o artigo de Officer e Trennepohl (1981) também encontrou retornos negativos nas quintas e sextas feiras anteriores ao vencimento das opções. Os resultados sugerem que as ações podem sofrer pressão de queda nos preços dois dias antes do vencimento. Da mesma forma, o estudo de Pope e Yadav (1992), realizado no Reino Unido, também apoia a tese de pressão do vencimento das opções nos preços das ações.

E no Brasil?

Além disso, no mercado brasileiro, os trabalhos de Sanvicente e Monteiro (2005) e Cunha e Newton Jr. (2006) também apontam para o chamado “efeito pressão sobre os preços”. Demonstrando assim que os preços em torno dos vencimentos das opções podem não ser racionais e eficientes.

Por outro lado, o artigo de Biage et al. (2010) não encontrou indícios de que o vencimento de opções exerça influência sobre o comportamento dos preços das ações, contrariando os achados de Sanvicente e Monteiro (2005). Para os autores, a depender o mercado brasileiro oscila entre momentos de eficiência e de não eficiência. Além disso, os autores chamam atenção para a importância de desenvolvimento de ferramentas que permitam o controle nos processos de arbitragem nos preços dos ativos.

Cuidados nas operações

Por fim, lembro que embora os resultados de estudos apontem que os preços podem ser pressionados para baixo nos dias em torno do vencimento das opções, os investidores devem ter cautela a utilizar isso como direcionador de investimentos, ao passo que diversas outras variáveis, assim como os eventos inesperados também irão influenciar os preços das ações em determinado dia.

Lembre-se também que o preço é influenciado fortemente pelo aspecto comportamental. Ou seja, se todos adotassem essa estratégia, haveria uma forte tendência compradora para aproveitar este “descompasso” gerado pela pressão demonstrada pelos trabalhos, assim, a oportunidade de entrada a um baixo preço seria rapidamente absorvida pelo mercado.

Referências

BALL, R.; BROWN, P. An Empirical Evaluation of Accounting Income Numbers. Journal of Accounting Research, v. 6, n. 2, p. 159, 1968.

BIAGE, M. et al. O efeito dia de vencimento no mercado de opções da Bovespa revisitado. Revista Economia, v. 11, n. 1, p. 53–96, 2010.

CUNHA, J.; NEWTON, C. A.; JR, C. Influência e Causalidade entre o Mercado de Açőes e o Mercado de Opçőes : Revisăo de Literatura e Novos Resultados. RAC – Revista de administração contemporânea, v. 10, p. 31–54, 2006.

FAMA, E. F. et al. The Adjustment of Stock Prices to New Information. International Economic Review, v. 10, n. 1, p. 1–21, 1969.

KLEMKOSKY, R. C. The Impact of Option Expirations on Stock Prices. The Journal of Financial and Quantitative Analysis, v. 13, n. 3, p. 507–518, 1978.

OFFICER, D. T.; TRENNEPOHL, G. L. Price Behavior of Corporate Equities near Option Expiration Dates. Financial Management, v. 10, n. 3, p. 75–80, 1981.

POPE, P. F.; YADAV, P. K. The impact of option expiration on underlying stocks: the UK evidence. Journal of Business Finance & Accounting, v. 19, n. 3, p. 329–344, 1992.

SANVICENTE, Antonio Zoratto; Da Costa Monteiro, Rogério. A guerra entre comprados e vendidos no mercado de opções de compra da Bolsa de Valores de São Paulo. Revista de Administração-RAUSP, v. 40, n. 1, p. 34-43, 2005.

 

Arlindo Souza
Arlindo Souza
Analista de conteúdo | Mercado financeiro no TradersClub
Contador, Mestre em Ciências Contábeis. Foi professor/pesquisador do departamento de contabilidade da UFRN e atuou em contabilidade de S.A. É investidor com base em análise fundamentalista.

TC School

TC School

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub