18/02/2019 às 17:08

5 – Demonstração do resultado do exercício: o lucro é realmente tão importante?

Felipe Pontes Felipe Pontes

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é talvez a demonstração contábil mais prestigiada pelos investidores. Os mais iniciantes, principalmente, tendem a valorizar demais a última linha dessa demonstração, conhecida como Lucro ou Prejuízo do período.

Mas será que o lucro ou prejuízo é a informação mais importante?

Neste texto você entenderá que existe muito mais informações além do lucro ou prejuízo!

ENTENDA O REGIME DE CAIXA E O REGIME DE COMPETÊNCIA

Antes de entender o que efetivamente é a DRE, é preciso entendermos o regime de caixa e o regime de competência.

O regime de caixa está na vida das pessoas de forma geral. Quando fazemos a nossa planilha de controle de receitas e gastos mensais, estamos usando o regime de caixa, porque inserimos na planilha as receitas que recebemos, bem como inserimos na planilha os gastos que  fazemos, todos no momento da entrada ou saída do recurso.

Se você faz a compra de um medicamento que custou R$ 200,00, parcelado em 2 (duas) vezes, a sua planilha será preenchida com as parcelas de R$ 100,00 no momento em que você pagar a fatura do cartão em cada mês, independente de ter consumido o remédio no mesmo dia em que comprou. Isso é regime de caixa: registra R$ 100,00 no primeiro mês em que a fatura do cartão vier e mais R$ 100,00 no segundo mês em que a fatura do cartão vier.

Já no regime de competência, o funcionamento é diferente. Você deve registrar a despesa no momento em que o evento econômico aconteceu. Mesmo tendo comprado o medicamento dividido em duas parcelas de R$ 100,00, você deveria registrar o fato como despesa de uma vez só, visto que já houve o consumo do benefício do ativo (medicamento) adquirido.

O lançamento contábil inicial seria o seguinte, para registrar a despesa e a dívida:

Débito – Despesas com medicamentos: R$ 200,00
Crédito – Contas a pagar: R$ 200,00

No mês seguinte, quando do pagamento da primeira parcela, o lançamento contábil seria:

Débito – Contas a pagar: R$ 100,00
Crédito – Banco: R$ 100,00.

No mês seguinte faria o mesmo procedimento para pagar a última parcela.

Perceba que se passaram 3 (três) meses desde o primeiro evento, mas a despesa foi reconhecida já no primeiro mês, independente se você ainda está ou não pagando. Isso é regime de  competência.

As receitas e despesas são reconhecidas na DRE de acordo com o regime de competência, de acordo com a Lei 6.404/76, que rege a contabilidade.

O QUE É A DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO (DRE)

Sabendo diferenciar o regime de caixa do regime de competência, é possível entender a DRE.

A DRE é uma demonstração contábil que apresenta o confronto das receitas com as despesas de um período (geralmente trimestres ou anos), segundo o regime de competência de modo a apurar o resultado do período.

Se o resultado for positivo, nós chamamos de lucro. Se o resultado for negativo, nós chamamos de prejuízo.

Diferente do balanço patrimonial, que nos apresenta o estoque de recursos nas diversas contas que compõem o patrimônio da empresa, a DRE nos apresenta os valores de forma mais dinâmica, como sendo um fluxo de recursos.

Por isso o balanço patrimonial, por exemplo, do 4º trimestre de 2018 tem a data do último dia do ano (31/12/2018) e a DRE tem a data do ano inteiro (de 01/01/2018 a 31/12/2018, ou simplesmente o 2018), porque o resultado foi apurado no decorrer do ano, em forma de fluxo e não de estoque.

PARA QUE SERVE A DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO (DRE)

O objetivo central da DRE é apresentar o resultado do período, por meio do confronto das receitas com as despesas, porém saber se a empresa teve lucro ou prejuízo não é a informação mais importante que podemos extrair dessa importante demonstração contábil.

Na DRE nós podemos encontrar informações a respeito dos seguintes pontos, não se limitando a eles:

  • Eficiência com relação aos custos para se obter a receita (analisando a relação entre a receita operacional líquida e o custo dos produtivos vendidos ou serviços prestados);
  • Margens bruta, operacional e líquida (analisando a relação entre o lucro bruto, operacional e líquido com a receita operacional);
  • Evolução na contenção de despesas etc.

No exemplo abaixo podemos perceber que as despesas administrativas cresceram menos do que as receitas, indicando que a empresa se esforçou para sanear esse tipo de gasto.

Muitas vezes esse tipo de informação é mais importante do que apenas saber se a empresa teve ou não lucro, porque pode indicar que há um esforço para fazer sobrar mais da receita da empresa para a geração de lucros.

Existe muito mais informação além do lucro ou prejuízo na DRE, a exemplo de empresas que têm prejuízo apenas por uma variação cambial que nem sequer afetou o seu caixa. Basta usar a criatividade para analisar os números. No texto sobre análise das demonstrações contábeis existem mais detalhes sobre esse assunto.

Demonstração do resultado

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub