27/11/2019 às 19:20

5 – Certificações do Mercado Financeiro: Chartered Financial Analyst – CFA®

Felipe Pontes Felipe Pontes

A Chartered Financial Analyst – CFA® é tida como a principal certificação do mercado financeiro. A certificação CFA® é aplicada pelo CFA Institute, uma organização internacional presente em diversos países.

A certificação CFA é indicada para os profissionais que buscam comprovar conhecimento e expertise em uma gama de tópicos relacionados com finanças e gestão de investimentos. O profissional CFA atua com a gestão de fundos de investimento (e.g., fundos multimercado, fundos de investimentos em ações, fundos de investimento em renda fixa, hedge funds e outros), em clubes de investimentos e em family offices.

Note que esta certificação é diferente das certificações ANBIMA, como a CPA 10, CPA 20 e CEA, das quais são indicadas para profissionais que atuam em bancos de varejo e em setores de private banking. A CFA® também é diferente da CFP®, por focar na gestão de investimentos institucionais e não exclusivamente em pessoas físicas. Por fim, ela difere das certificações CNPI, por apresentam um escopo maior e por possuir caráter internacional.

Então, quer saber mais sobre a CFA? Neste pequeno artigo, vamos apresentar o básico de como obter a certificação CFA, abordando os principais pontos:

  1. Necessidade de comprovação de experiência
  2. Cartas de recomendações
  3. Conteúdo programático
  4. Custos do processo

 

Tornando-se um profissional certificado com a Chartered Financial Analyst – CFA

Para se tornar um profissional certificado com a CFA, é necessário seguir um longo processo seletivo. Em resumo, o primeiro passo é passar nos exames. O Programa CFA contém três níveis de currículo, cada um com seu próprio exame.

Além de passar nos exames de conteúdo, o profissional deve comprovar experiência de trabalho, que deve estar diretamente envolvida no processo de tomada de decisão de investimento ou na produção de produtos que informem ou agreguem valor no processo. Em seguida, é preciso fornecer de 2 a 3 referências profissionais que atestem a experiência profissional e o caráter profissional do candidato. Por fim, após a aprovação e o pagamento das quotas anuais, o profissional receberá a certificação.

 

O Programa da certificação CFA

Para iniciar o processo de obtenção da certificação CFA, o profissional deve se inscrever no Programa CFA antes de poder se inscrever no exame de Nível I. Nesta etapa, o candidato tornar-se-á um CFA candidate, similar ao que ocorre em MBAs e programas de PhD: primeiro é preciso passar pela jornada e depois obter a certificação.

 

Inscrições

Para se inscrever no Programa CFA, é preciso alcançar algum dos seguintes requisitos:

  1. Diploma de bacharelado (ou equivalente);
  2. Aluno do último ano do curso de bacharelado (ou curso equivalente), desde que conclua a graduação antes da inscrição para o exame CFA nível II;
  3. Possuir um mix de quatro anos de experiência profissional em tempo integral e/ou educação superior (e.g., dois anos de experiencia profissional e dois anos de ensino superior).

 

Passaporte, requisitos de idiomas e outros

O CFA Institute exige que todo candidato ao Programa CFA tenha um passaporte internacional válido para viagens. Aqueles sem passaporte não poderão se inscrever ou fazer exames. O candidato também deve ter proficiência em inglês, já que os exames exigem proficiência para compreensão de leitura e formulação de respostas para cenários financeiros complexos.

Todos os candidatos também devem preencher um formulário de Declaração de Conduta Profissional para atestar que estão em conformidade com este requisito e devem residir em países onde o CFA Institute pode atuar.

Uma observação importante é que a lista de países vetados se restringe a Cuba, Coreia do Norte e algumas regiões da Ucrânia. Obviamente, se você estiver em algum desses países o veto do CFA será o menor dos seus problemas.

 

Conteúdo dos Níveis I, II e III do Exame CFA

O CFA apresenta três níveis de exames com níveis crescentes de dificuldade e complexidade. Abaixo apresentamos a separação atual dos conteúdos em cada um dos exames aplicados e os pesos atribuídos por conteúdo.

 

O que cai em cada um dos tópicos da prova para CGA?

Dentro de cada um dos conteúdos exigidos nos dois módulos do exame, existem assuntos que a ANBIMA julga mais importantes para o candidato. Abaixo, temos um resumo dos principais conteúdos cobrados em cada um dos tópicos apresentados anteriormente.

 

CGA para quem já tem a CFA®

Sabendo que muito profissionais já possuem a certificação CFA®, a ANBIMA decidiu adaptar a prova da CGA para os já certificados com a CFA®. Logo, o profissional que já tem a CFA® pode optar por fazer a Certificação de Gestores ANBIMA para profissionais CFA, que certifica exclusivamente os profissionais que possuem a certificação internacional CFA.

A diferença entre a prova CGA completa e a prova CGA para quem possui a CFA® está no conteúdo. O programa da CGA-CFA é composto por 10 grandes temas: Economia; Análise de Relatórios Financeiros; Finanças Corporativas; Mercados; Renda Variável; Renda Fixa; Derivativos; Ética; Legislação e Regulação; e Investimentos Alternativos.

Neste caso, a prova apresenta 50 questões e 2 horas e 30 minutos de duração máxima. Vale lembrar que o Módulo 2 da CGA é desconsiderado nesta versão.

 

Custos do exame

A CGA apresenta o maior custo dentre as certificações nacionais. A ANBIMA cobra uma taxa de R$ 549,00 para os associados e de R$ 659,00 para os não associados.

 

Conclusão

 A certificação CGA busca certificar os profissionais que desejam atuar como gestores de recursos em fundos de investimento e gestoras. A CGA é a principal certificação nacional oferecida pela ANBIMA, e apresenta uma ampla quantidade de assuntos cobrados em seus dois módulos de exame.

Similar ao CFA®, a certificação CGA é um salto para os profissionais que desejam comprovar conhecimento em tópicos de economia e métodos quantitativos, avaliação de ações e títulos, finanças corporativas e, principalmente, gestão de carteiras de investimento.

 

Lucas Nogueira
Mestre em Finanças pelo PPGA/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC SChool

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub