23/10/2019 às 16:14

6 – Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

Felipe Pontes Felipe Pontes

Então você baixou os dados da empresa que quer analisar para investir, agregou em uma planilha, montou uma análise vertical e uma análise horizontal e está achando difícil ter uma visão geral da eficiência que a sua empresa apresenta? Quer ter métricas rápidas de comparação?

Este artigo apresenta alguns dos principais indicadores financeiros utilizados na análise fundamentalista e na análise de balanços.

Para facilitar a leitura, dividimos este texto sobre como medir a eficiência operacional das empresas em dois tipos de indicadores básicos, a saber:

  1. Indicadores de Custos e Despesas
  2. Indicadores de Atividades

Antes de tudo, lembre-se: indicadores agregam informações e fornecem uma visão rápida e superficial de uma situação complexa. Os indicadores são usados como ferramentas e auxiliam na tomada de decisão, mas não devem ser usados como único critério de análise, visto que é preciso sempre analisar as questões qualitativas do negócio da companhia.

 

1. Indicadores de Custos e Despesas

Vamos começar pelos indicadores de custos e despesas por serem importantes para o entendimento da operação da empresa.

Em resumo, os indicadores de custos indicam o quanto a empresa é eficiente na produção e venda dos produtos/serviços.

Isso inclui eficiência na gestão dos custos associados com os produtos vendidos e eficiência na gestão das despesas como gastos gerais com pessoal, administrativos e de vendas. O uso de uma estrutura de custos mais adequada para a operação pode potencializar a rentabilidade da companhia.

Para entender melhor o conceito, vamos ao exemplo com os dados da Magazine Luiza S.A. (MGLU3) e Via Varejo S.A. (VVAR3). Abaixo, temos os dados de receitas, custos, despesas e lucros retirados das DREs de 2017 e 2018.

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

Vamos olhar para as duas empresas e tentar responder:

  1. Qual das duas empresas é mais eficiente em custos, Magazine Luiza ou Via Varejo?
  2. Qual das duas empresas usa melhor as despesas operacionais, Magazine Luiza ou Via Varejo?

Olhando os números brutos não é possível ter uma visão rápida. Por isso vamos calcular dois indicadores:

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

No geral, apesar de os indicadores de custos das duas empresas apresentarem valores próximos, a Magazine Luiza apresenta uma relação entre custos e receitas ligeiramente superior. A tabela abaixo apresenta a média dos últimos dois anos para as duas.

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

 

2. Indicadores de Atividades

As empresas compram e vendem mercadorias e essa relação é captada pelos indicadores de custos e despesas. Mas essa é a história completa? Note que as empresas geram receitas por meio da sua atividade produtiva ao longo do tempo.

Neste contexto, alguns indicadores buscam apresentar informações sobre a eficiência (ou a intensidade) com que uma empresa utiliza seus ativos para gerar vendas. Em resumo, os indicadores de atividade indicam o quanto a empresa é eficiente na atividade de produção, estocagem e recebimento das vendas.

Considerando as peculiaridades de cada setor, empresas eficientes usam menos estoques, conseguem vender mais rapidamente, fazem mais receita com menos ativos e recebem mais rapidamente pelas suas vendas.

Vamos voltar para as nossas duas empresas e tentar responder:

  1. Qual das duas empresas é mais eficiente em gerar receitas com os ativos disponíveis?
  2. Qual das duas empresas é mais eficiente no processo de vendas?

Para responder à primeira pergunta podemos considerar um indicador abrangente: o giro do ativo total (principal conta do balanço patrimonial). Este indicador apresenta o quanto uma empresa gera de vendas para cada real investido nos ativos. O cálculo do giro do ativo é dado pela fórmula abaixo:

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

Como exemplo, se as receitas anuais forem de R$ 100 milhões e os ativos forem de R$ 500 milhões, temos um GA de 0.2x. Ou seja, para cada real investido nos ativos, a empresa gera 20 centavos.

Vamos agora ver isso com casos os casos reais da Magazine Luiza e Via Varejo. Abaixo, nós temos os valores das receitas e dos ativos nos anos de 2017 e 2018 para MGLU3 e VVAR3.

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

Conforme o exemplo acima, para cada R$ 1 investido nos ativos, a Magazine Luiza gerou 1.61 e 1.77 de receita nos anos de 2017 e 2018. Já a Via Varejo gerou 1.28 e 1.27 em 2017 e 2018, respectivamente. Ou seja, em 2017 e 2018 a MGLU3 conseguiu girar mais os seus ativos.

Contudo, será que essa eficiência em gerar receitas aparece também na velocidade de vendas?

Para responder a essa questão, precisamos calcular quantas vezes as empresas girarão seus estoques. Isso pode ser obtido pelo indicador Giro do Estoque (a conta de estoques está dentro do Balanço Patrimonial, especificamente nos ativos circulantes).

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

Esse indicador mostra quantas vezes as empresas venderam ou movimentaram o estoque durante o ano. Vamos ao exemplo das nossas empresas, MGLU3 e VVAR3. Abaixo você verá a quantidade e os dados do giro do estoque de ambas as empresas para os anos de 2017 e 2018.

Indicadores Financeiros: Como medir a eficiência operacional das empresas?

O que podemos interpretar desses números com relação ao Giro dos Estoques? Neste caso, a Magazine Luiza girou seu estoque em aproximadamente 5.23x e 4.93x nos anos de 2017 e 2018. Já a Via Varejo girou seus estoques 4.39x e 3.6x nos mesmos anos.

No geral, a Magazine Luiza foi bem mais eficiente em vender suas mercadorias – provavelmente por questões qualitativas da estratégia digital do seu negócio.

 

Conclusão e interpretações

Neste artigo, apresentamos os principais indicadores de custos e atividades. Embora pouco utilizados como critérios para investimentos em ações, esses indicadores apresentam um número rápido da eficiência da empresa na sua atividade produtiva e permite a comparação entre empresas do mesmo setor.

Existem algumas controvérsias com relação a estes indicadores que serão exploradas em textos e cursos posteriores sobre análise das demonstrações contábeis.

Segundo os nossos números, a Magazine Luiza apresentou indicadores melhores que a Via Varejo, mas isso quer dizer que as ações MGLU3 serão mais rentáveis que a VVAR3? A resposta é “depende”.

Os retornos não dependem dos números contábeis passados e sim das expectativas dos investidores quanto ao desempenho das companhias e do risco do investimento. Os indicadores apresentam uma informação rápida, porém muito simplista de medição e que não reflete, necessariamente, as expectativas futuras.

No final das contas, os indicadores contábeis apresentados são muito mais válidos como ferramentas para acompanhamento de longo prazo das empresas e devem ser utilizados para uma parte da análise de investimentos e projeção de perspectivas futuras, com a modelagem financeira e valuation, por exemplo.

Lucas Nogueira
Mestre em Finanças pelo PPGA/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC SChool

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub