31/10/2019 às 15:29

8 – Como medir a rentabilidade da sua empresa: entenda o ROA, ROIC e ROE

Felipe Pontes Felipe Pontes

No texto anterior da série sobre análise fundamentalista, nós tratamos dos diversos “tipos de lucros” que as empresas apresentam nas suas demonstrações do resultado (Lucro Bruto, Lucro Operacional e Lucro Líquido), bem como as respectivas margens de lucros: margem bruta, margem operacional e margem líquida.

Porém, apenas analisar as margens não me diz muita coisa sobre a rentabilidade de uma companhia. Para isso foram criados indicadores de rentabilidade. Esses indicadores são os mais famosos na análise fundamentalista. Neste texto, nós trataremos das seguintes medidas de rentabilidade:

  1. Retorno sobre o Ativo (Return on AssetsROA)
  2. Retorno sobre o Capital Investido (Return on Invested CapitalROIC)
  3. Retorno sobre o Patrimônio Líquido (Return on EquityROE)


Retorno sobre o Ativo
(ROA)

O retorno sobre os ativos (Return on Assets – ROA) de uma empresa mede sua eficiência na geração de lucros com seus ativos totais, antes dos efeitos do financiamento (uso do capital de terceiros). Ao separar os efeitos de financiamento dos efeitos operacionais, o ROA fornece uma medida mais clara do retorno total desses ativos.

A fórmula abaixo apresenta o ROA antes do pagamento dos tributos e calculado usando o Lucros Antes dos Juros e dos impostos (LAJIR ou EBIT).

Como medir a rentabilidade da sua empresa: entenda o ROA, ROIC e ROE - 1

Note que essa fórmula apresenta o quanto a empresa gera de lucro operacional por cada R$ investido nos seus ativos. Essa medida é neutra em relação à estrutura de capital (forma como a empresa se financia) e impostos; sendo uma avaliação da rentabilidade para toda a empresa. Porém, muitos autores utilizam o Lucro Líquido no Lugar do LAJIR, o que gera uma distorção conceitual.

Essa fórmula utiliza o LAJIR do final do ano corrente e os Ativos Totais do Final do ano anterior. Isso gera uma relação do quanto a empresa gera de lucro operacional com os ativos empregados anteriormente. Uma modificação válida é considerar a média trimestral dos ativos. Porém, nesta e nas outras métricas, usaremos o denominador do ano anterior (t-1) comparado com o numerador do ano analisado (t).

 

Retorno sobre o Capital investido (ROIC)

Nossa segunda medida de rentabilidade é o retorno sobre o capital investido (ROIC). O capital investido é definido como sendo a soma dívida líquida com o patrimônio líquido da empresa.

A lógica desta métrica é que quando uma empresa apresenta parcela substancial do seu passivo formado por contas não onerosas (aquelas que não geram pagamento de juros), o ROIC fornece uma melhor medida do retorno sobre o capital empregado no negócio.

A fórmula abaixo apresenta um outro conceito novo aos leitores da nossa série sobre análise fundamentalista: NOPAT. NOPAT quer dizer Net Operating Profits After Taxes, ou seja: lucro operacional após os tributos. Dessa forma, nós calculamos o NOPAT, como sendo o EBIT*(1-Tx) em que “Tx” é a alíquota dos tributos sobre o lucro (Imposto de Renda e CSLL).

 

Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE)

Por fim, temos o indicador mais famoso da análise fundamentalista. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE), que examina a lucratividade sob a perspectiva do investidor que tem ações da empresa, relacionando o lucro líquido após impostos e despesas de juros ao valor contábil do patrimônio líquido.

Como medir a rentabilidade da sua empresa: entenda o ROA, ROIC e ROE - 3

Como o objetivo das empresas é criar valor aos seus acionistas (assim esperamos!), contabilmente, o ROE é a verdadeira medida do desempenho do lucro em relação ao patrimônio que foi investido na companhia.

 

Exemplo: calculando os indicadores de rentabilidade da Magazine Luiza S.A. (MGLU3)

Vamos ao exemplo do cálculo do ROA, ROIC e ROE usando os dados da MGLU3.

Como medir a rentabilidade da sua empresa: entenda o ROA, ROIC e ROE - 4

OBS: NOPAT é o lucro após os LAJIR menos o pagamento dos tributos. O Capital Investido é dado pela soma dos Empréstimos e Financiamentos de Curto e Logo prazo e o Patrimônio Líquido menos o caixa e equivalentes.

 

Segundo os valores obtidos, podemos afirmar que a empresa apresentou rentabilidade crescente desde 2016. O retorno sobre os ativos apresentou valores entre 10.6% e 14.6%. O que quer dizer que, para cada R$ 1.00 investido nos ativos, a empresa gerou de lucro operacional, R$ 10.6 centavos em 2016 e R$ 14.6 centavos em 2017 e 2018.

Porém, o setor de varejo faz com que as empresas tenham muitos passivos que não necessariamente oneram a empresa com pagamento de juros (ao usar o ativo total estamos considerando tudo). O ROIC considera apenas o capital investido em forma de dívidas e patrimônio líquido. Neste caso, a rentabilidade antes dos impostos salta para 32.6%, 47.4% e 42.7% em 2016, 2017 e 2018, respectivamente. Considerando os impostos, os valores diminuem, mas ainda surpreendem: 33.1%, 42.1% e 35.2% em 2016, 2017 e 2018, respectivamente.

Por fim, contabilmente, como foi o ano para os acionistas? O ROE fornece essa resposta. No geral, para cada real investido no patrimônio líquido, a empresa conseguiu gerar de 15 até 28 centavos de lucro em 2016 e 2018, respectivamente. 28% de ROE é uma boa rentabilidade para o varejo e isso indica que a empresa está usando o capital de terceiros de forma eficiente.

 

Conclusão

Neste artigo apresentamos as principais medidas de rentabilidade que podem ser usadas em conjunto com as medidas de margens de lucros das empresas. No geral, boas empresas apresentam boas margens e boas medidas de rentabilidade. Porém, é preciso salientar que elas não indicam a venda ou a compra de uma ação e devem ser utilizadas para o acompanhamento das operações empresariais.

Além disso, uma boa forma de verificar se a sua empresa está entregando uma rentabilidade adequada, além da comparação com as concorrentes, é importante avaliar se a empresa está gerando retornos acima do custo do capital.

O ROA e ROIC podem ser comparados com o WACC, enquanto o ROE pode ser comparado com o custo do capital próprio (Ke). Se ainda não sabe o que é custo do capital próprio e WACC, recomendamos que leia o nosso texto sobre custo do capital no TC School.

 

Lucas Nogueira
Mestre em Finanças pelo PPGA/UFPB
Contribui com textos educativos para o TC SChool

Felipe Pontes

Felipe Pontes

Diretor Educacional do TradersClub

Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN.
Professor de Contabilidade e Valuation.
Gestor de Clube de Investimento.

Disclaimer: Este material é produzido e distribuído somente com os propósitos de informar e educar, e representa o estado do mercado na data da publicação, sendo que as informações estão sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Este material não constitui declaração de fato ou recomendação de investimento ou para comprar, reter ou vender quaisquer títulos ou valores mobiliários. O usuário não deve utilizar as informações disponibilizadas como substitutas de suas habilidades, julgamento e experiência ao tomar decisões de investimento ou negócio. Essas informações não devem ser interpretadas como análise ou recomendação de investimentos e não há garantia de que o conteúdo apresentado será uma estratégia efetiva para os seus investimentos e, tampouco, que as informações poderão ser aplicadas em quaisquer condições de mercados. Investidores não devem substituir esses materiais por serviços de aconselhamento, acompanhamento ou recomendação de profissionais certificados e habilitados para tal função. Antes de investir, por favor considere cuidadosamente a sua tolerância ou a sua habilidade para riscos. A administradora não conduz auditoria nem assume qualquer responsabilidade de diligência (due diligence) ou de verificação independente de qualquer informação disponibilizada neste espaço. Administradora: TradersNews Informação & Educação Ltda. Todos os direitos reservados.

TradersClub

O app essencial para investidores do mercado financeiro brasileiro.

Uma comunidade com milhares de investidores, ferramentas e serviços que vão ajudar você a investir melhor!

TradersClub