TC Mover
Mover

TC Leituras: sugestões de artigos para o final de semana

Postado por: TC Mover em 24/01/2019 às 14:34

Toda semana, o TC indica artigos e pelo menos um livro para o seu final de semana. Abaixo, as sugestões desta semana:

 

Livro da semana: “Capitalismo de laços -Os donos do Brasil e suas conexões”

Publicado originalmente em 2010, o livro mostra os mecanismos pelos quais o Estado brasileiro estabelece vínculos com determinados empresários ou grupos, aos quais oferece facilidades e benefícios, ajudando a tecer uma rede de interesses cruzados que favorece os mais bem conectados e com mais capacidade de influenciar políticas públicas. O autor, Sérgio Lazzarini, que é PhD pela Universidade de Washington e professor do Insper, desvenda os laços de compadrio que atravessam a história econômica brasileira desde a década de 1990, e analisa seu impacto sobre o desenvolvimento econômico do país.

Ficha técnica: Capitalismo de laços. Lazzarini, Sérgio. Editora Bei. 296 páginas.

 

 

Os eleitos (Agência Pública)

A transferência da embaixada brasileira de Tel-Aviv para Jerusalém foi uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. Até então, somente os Estados Unidos e a Guatemala haviam tomado medidas semelhantes. Por aqui, houve massivo apoio de evangélicos. Nesta entrevista, o sociólogo Clemir Fernandes explica essa proximidade dos evangélicos com Israel não apenas do ponto de vista teológico, mas também político, estratégico e de contraposição aos governos de esquerda, que denunciaram com frequência a violência do Estado de Israel para com os palestinos.

 

 

Fatalismo, liberdade e a luta pelo futuro

David Runciman, autor do badalado “Como a democracia chega ao fim”, analisa as raízes e consequências de nosso otimismo ou pessimismo e de como isso interfere na construção do nosso futuro como sociedade. Ao citar outros autores, ele explica, por exemplo, que o pessimismo fez com que a maioria das pessoas perdesse de vista os benefícios que os valores democráticos liberais continuam a nos garantir. Coisas como a vitória de Donald Trump seriam consequência dessa visão negativa que contaminou parte do mundo. Para Runciman, ser otimista ou pessimista já não é só uma questão de temperamento; é também, e cada vez mais, uma questão política.

 

(Foto: Jair Bolsonaro/ Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis