TC Mover
Mover

Política do não-diálogo com o Congresso pode gerar crise grave, diz Dominium Consultoria

Postado por: TC Mover em 27/03/2019 às 13:14

O mote central da nova política do presidente Jair Bolsonaro de não conversar com os parlamentares provoca riscos de interromper o canal de negociação com o Congresso e gerar uma crise institucional grave, o que pode resvalar no Ministério de Paulo Guedes, disse o cientista político e diretor da Dominium Consultoria, Leandro Gabiati.

 

“Nova política é não ter política, não ter diálogo, não ter conversa. Não é que precise negociar cargos, é só conversar. O presidente já sinalizou claramente que não vai sentar na mesa com os parlamentares, algo que todos acharam que seria somente transitório, do início do ano”, disse ele em conversa com o TC News.

 

Para Gabiati, a situação totalmente atípica desse governo deixa o horizonte nebuloso quanto aos métodos que poderão ser usados para convencer os parlamentares a votarem na reforma da Previdência, por exemplo. “Vai ser na base da ameaça? Por baixo dos panos? Não temos como saber porque essa negativa em conversar nunca foi feita antes”.

 

Ele afirma que um dos riscos, além da não aprovação de reformas, é a queda do Ministério da Economia, de Paulo Guedes – a nova organização do governo Bolsonaro, que criou o superministério, existe por meio de uma Medida Provisória editada em fevereiro e válida até maio. Depois disso, precisaria ser aprovada pelo Congresso.

 

Os mercados despencam hoje, com o Ibovespa operando abaixo dos 93.000, com queda de 2,86%. Agora há pouco, o dólar futuro negociado na B3 atingiu o maior patamar desde novembro de 2018, a R$3,96. A curva de juros sobe em bloco e com força, com alta de 22 pontos-base para o DI de 2022, o mais líquido do pregão.

 

(Foto: Congresso Nacional/WikiCommons)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis