TC Mover
Mover

Poderes vão assinar pacto para acelerar retomada da economia, diz Lorenzoni

Postado por: TC Mover em 28/05/2019 às 10:09

Os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário devem formalizar a assinatura de um pacto, no semana do dia 10 de junho, para garantir a retomada do crescimento, o que envolve a aprovação da Reforma da Previdência e outras iniciativas para destravar a atividade empresarial e os investimentos, disse o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, após um café de manhã entre os líderes dos três poderes nesta terça-feira, no qual discutiram as reformas da previdência e tributária, a revisão do pacto federativo, desburocratização e segurança pública.

 

Lorenzoni disse que a reunião liderada pelo presidente Jair Bolsonaro contou com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal, José Antônio Dias Toffoli, do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Também estiveram presentes, além de Lorenzoni, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. As informações são de veículos de imprensa.

 

Os mercados reagiram positivamente aos comentários de Lorenzoni e de Guedes, que destacou que o governo está confiante na passagem da Nova Previdência. O futuro do índice Bovespa avançava 0,15% em dia de forte aversão ao risco mundo afora, enquanto o dólar futuro se desvalorizava 0,05% ante o real na B3.

 

Segundo Lorenzoni, haverá continuidade do diálogo de Bolsonaro com os poderes, que envolverá reuniões periódicas e seguimento às iniciativas. A reunião foi convocada por Bolsonaro após as manifestações de domingo em prol do seu governo, que tiveram como alvos o Congresso e o STF – vistos pelos bolsonaristas como elementos que resistem a mudanças mais profundas na economia e na política.

 

As marchas em mais de 150 cidades brasileiras forçaram os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário a “discutir a relação”. As manifestações surpreenderam não só pela adesão, mas pelas pautas que defenderam: Reforma da Previdência e a Reforma Administrativa, entre outras iniciativas. De acordo com o analista político e contribuidor TC Leopoldo Vieira, da IdealPolitik, o que foi discutido hoje é se e como as manifestações vão impactar as agendas econômica e política daqui para frente.

 

(Foto: Marcos Corrêa/Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis