TC Mover
Mover

Semana curta no Brasil e nos EUA deve diminuir volumes

Postado por: TC Mover em 03/09/2018 às 8:49

A semana começa com uma notícia triste para o Brasil: ontem, mais de 200 anos de história e 20 milhões de artefatos e documentos foram destruídos em um incêndio de vastas proporções no Museu Nacional, localizado no Rio de Janeiro. Anos de descaso com nosso legado e nossa história nos levaram a essa situação indesejável, para a qual não há um único culpado, mas lições a serem aprendidas. Nessa semana ainda teremos dois feriados: hoje, na América do Norte se celebra o Dia do Trabalho. Sexta-feira é Sete de Setembro, o dia da independência do Brasil. Assim, devemos ter uma semana de poucos pregões, com volumes menores e maior volatilidade devido ao horário eleitoral para presidente, à divulgação de várias pesquisas e pressão nos ativos das economias emergentes.

 

Hoje houve divulgação da pesquisa semanal FSB/BTG Pactual, mostrando Jair Bolsonaro cada vez mais consolidado na liderança, com Fernando Haddad capturando mais dos votos de seu mentor político, Lula. Com o candidato predileto do mercado, Geraldo Alckmin, permanecendo em um dígito e longe do segundo turno nas pesquisas, a volatilidade pode dar um salto hoje. Teremos mais pesquisas esta semana: Ibope amanhã e DataFolha na quinta-feira.

 

—  Ainda no tópico eleitoral, vale lembrar que a decisão de sexta-feira do TSE sobre o registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi desrespeitada ao longo do fim de semana, de forma abjeta. O investidor precisa ficar de olho, porque o cenário vai continuar muito nebuloso.

 

Fique de olho na leitura da pesquisa Focus, os números do IPC-S e o evento de mercado de capitais da B3 e Anbima, com vários ministros e executivos do mercado convidados. Também há reunião da Opep.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: deve operar volátil, com volumes baixos por feriado nos Estados Unidos. Fique de olho na reação do mercado a pesquisa FSB/BTG Pactual.

 

— Juros: deve seguir câmbio em dia de volumes baixos e volatilidade em alta.

 

— Bolsa: deve reagir a pregão no exterior, mesmo com volume baixo, e a pesquisa.

 

— Ações: Petrobras, que procurou economistas de candidatos para conversas sobre futuro da estatal em novo governo; companhias de educação, com MEC e BNDES analisando criar linha de crédito para faculdades privadas e ativos de concorrentes não listadas à venda; Embraer, com notícia de que fusão com a Boeing só será anunciada depois das eleições, e dependendo de quem for o candidato vencedor; Suzano e Fibria, com fusão possivelmente aprovada por área técnica do Cade, segundo o Valor; Movida, que assumiu a operação no Brasil da Avis Budget; locadoras, após Brookfield comprar controle da Ouro Verde por R$660 milhões; Fleury, após Vinci Partners comprar laboratório Cura; Ambev, que usa inteligência artificial em cinco usinas; Braskem, que deve anunciar aumento no preço da resina ainda este mês, segundo o Valor; Usiminas, com aumento na tarifa de aço; Duratex, com conclusão de acordo com a Eucatex.

 

Destaques das recomendações: O UBS elevou a previsão do câmbio para 2018 de R$3,50 para R$3,70, e em 2019 de R$3,45 para R$3,60, citando maior pressão do exterior e a eleição brasileira

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Ferido nos EUA adia volatilidade com cautela comercial

— Pesquisa FSB/BTG Pactual mostra maior transferência de votos de Lula para Haddad, Bolsonaro resiliente

— TSE nega registro de candidatura de Lula à Presidência

 

Valor Econômico

— Mercado de capitais pode acelerar emprego e renda

— Cresce no PT pressão para troca de Lula por Haddad

— Macri tenta criar ‘choque de confiança’

— Disney brilha no escurinho do cinema

 

O Estado de S.Paulo

— Uma tragédia anunciada: acervo do Museu Nacional inclui fósseis e meteorito

— Siglas vão à Justiça contra propaganda do PT com Lula

— Onda anticorrupção é o que mais impulsiona Bolsonaro

— Emprego em xeque na era da revolução digital

 

Folha de S. Paulo

— Incêndio de grandes proporções atinge Museu Nacional na Quinta da Boa Vista, no Rio

— Governo argentino prepara novo pacote de ajustes fiscais para conter crise

— McDonald’s fecha restaurantes na Venezuela

— INSS atrasa decisão sobre 720 mil benefícios e sofre ação na Justiça

 

Globo/G1

— Defesa Civil avaliará se fogo abalou estrutura do Museu Nacional

— Resistente a altas temperaturas, meteorito do Museu Nacional fica intacto após incêndio

— Museu Nacional recebeu apenas dois terços do orçamento previsto anualmente

Prédio tinha graves de problemas de infraestrutura

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:
— 08h00: IPC-S de agosto – FGV
— 08h25: Pesquisa Focus – BC

— 10h00: PMI Industrial Markit de agosto; anterior 50,5

— 15h00: Balança comercial – MDIC

 

Indicadores internacionais:

— 04h55: PMI Industrial da Alemanha de agosto; consenso 56,1

— 05h00: PMI Industrial da Zona do Euro de agosto; consenso 54,6

 

Eventos:

— N.D.: Feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos e no Canadá

— N.D.: Reunião da OPEP

— 10h00: Sabatina UOL, Folha e SBT com o candidato à Presidência Ciro Gomes

— 12h00: 1º dia do Congresso Brasileiro de Mercado de Capitais em São Paulo

— 14h00: Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, dá palestra no Congresso da ANBIMA

— 15h30: Discurso de Charles Evans, presidente do Federal Reserve de Chicago

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa eleitoral da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte/Certus para a Presidência

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis