TC Mover
Mover

Rali ganha pernas após Bolsonaro dobrar vantagem em pesquisa Datafolha

Postado por: TC Mover em 03/10/2018 às 8:13

Câmbio, bolsa e juros devem estender o desempenho positivo visto na sessão de ontem no pregão desta quarta-feira após pesquisa Datafolha confirmar o aumento na vantagem do candidato de direita, Jair Bolsonaro, em relação a Fernando Haddad, do PT. A sondagem disse que Bolsonaro avançou para 32% das intenções de voto, incrementando a diferença sobre o petista de 6 para 11 pontos percentuais – mesmo sendo foco de protestos por parte de milhares de brasileiros no fim de semana. Os números capturaram parcialmente o impacto da divulgação de parte da delação do ex-ministro petista Antonio Palocci envolvendo o PT em atos de corrupção entre 2003 e 2016. Segundo fontes consultadas pelo TC News, a coordenação da campanha de Haddad está preocupada com o crescimento de Bolsonaro, especialmente entre o eleitorado feminino, e a repercussão negativa da delação.

 

Hoje, o mercado deve se guiar pela chance de Bolsonaro levar o pleito ainda no primeiro turno neste domingo, pelo aumento da rejeição a Haddad e pela desistência de vários apoiadores de candidaturas rivais, que estão correndo em massa para apoiar o líder nas sondagens. Para um trader, “a retomada na compra dos ativos brasileiros ganha tração com a menor chance da esquerda retomar o poder.” Com perspectiva de vitória da direita na eleição mais consolidada, o risco eleitoral diminui, o que deve levar o Ibovespa a mais um dia de altas, assim como enxugar prêmio do câmbio e dos juros. O rali da terça-feira levou o Ibovespa à melhor alta diária desde novembro de 2016. Para Pedro Tuesta, economista chefe da Continuum Economics em Washington, o pregão de hoje deve ser “só samba e caipirinha”, trazendo o dólar perto dos R$3,90.

 

No exterior, o recuo parcial do governo italiano em relação à uma maior meta de déficit fiscal aliviava as bolsas mundo afora. Na Europa e nos futuros dos índices americanos, o dia parece apontar para uma leve diminuição da aversão ao risco, o que pode ter reflexos positivos para países emergentes, como o Brasil. O mercado americano ainda aguarda a divulgação de dados de emprego ADP e mais um discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no início da tarde.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: dólar futuro pode ter mais um dia de correção após pesquisa Datafolha confirmar avanço de Bolsonaro no primeiro e segundo turno e mostrar a esquerda enfraquecida.

 

— Juros: devem seguir o dólar; ponta mais curta pode responder às oscilações no rendimento dos Treasuries americanos, à espera de discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve.

 

— Bolsa: pode ensaiar mais um dia de rali, com foco em bancos e estatais, após a pesquisa Datafolha reviver chance de disputa eleitoral acabar no primeiro turno.

 

— Ações: fique de olho em Petrobras, Banco do Brasil, Eletrobras e outras estatais, com dados da pesquisa Datafolha; Santander Brasil, com lançamento de fundo de infraestrutura de até R$500 milhões; Qualicorp, que estaria estudando ter plano de saúde e com pedido da XP para suspensão de acordo com majoritário; Eletropaulo, com troca de comando da Enel no Brasil; Hypera, com executivos cogitando delação premiada com a PGR; EDP Brasil, com construção de usina solar em Minas Gerais; Arezzo, com aprovação de programa de recompra de ações.

 

— Destaques das recomendações: BB Investimentos elevou o preço-alvo da JHSF ON ($JHSF3) de R$1,90 para R$2,90, com recomendação outperform, após vendas de participações em shoppings.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Itália diminui o tom e mercado reage com alívio

— Rali ganha pernas após Bolsonaro quase dobrar vantagem sobre Haddad em pesquisa Datafolha

— Bolsa dispara e dólar desaba com perspectiva de vitória da direita na eleição

— Campanha de Alckmin traz delação de Palocci em programa eleitoral

 

Valor Econômico

— Avanço de Bolsonaro faz bolsa subir e valoriza real

— PSL e PT se consolidam na liderança da campanha

— Executivos da Hypera cogitam acordo de delação premiada

 

O Estado de S.Paulo

— Doria e gestão tucana são alvo em debate ao governo de São Paulo

— A cinco dias da eleição, Alckmin perde aliados para Bolsonaro

— Equipe da campanha de Marina barra aproximação com Ciro

 

Folha de S. Paulo

— Rejeição de Haddad supera a de Bolsonaro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, aponta Datafolha

— Sem voto, Meirelles investe em seu legado econômico

— Grupo ajuda Bolsonaro a vencer resistência na elite do Exército

 

Globo/G1

— Bolsonaro conquista votos em redutos do lulismo e do PT, indicam pesquisas

— PT teme língua solta de Dirceu

— Eleitoras aderem a Jair Bolsonaro para tentar deter o PT

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais
— 10h00: PMI Composto Markit em setembro; anterior 47,8

— 10h00: PMI Serviços Markit em setembro; anterior 46,8
— 10h30: Relatório de Estabilidade Financeira do primeiro semestre – BC
— 12h30: Fluxo cambial – BC

 

Indicadores internacionais
— 05h00: PMI Composto da Zona do Euro em setembro; consenso 54,2
— 05h00: PMI Serviços da Zona do Euro em setembro; consenso 54,7
— 05h30: PMI Serviços do Reino Unido em setembro; consenso 54,0
— 06h00: Vendas no varejo da Zona do Euro em agosto; consenso 0,2%
— 09h15: Variação de empregos privados ADP dos EUA em setembro; consenso 187 mil
— 10h45: PMI Composto Markit dos EUA; consenso 53,4
— 10h45: PMI Serviços Markit dos EUA; consenso 52,9
— 11h00: PMI não-manufatura ISM dos EUA; consenso 58,0

— 11h30: Estoques de petróleo bruto dos EUA; consenso 1,985 mi barris

 

Eventos:
— N.D.: Feriado nacional na China

— N.D: Previsão de divulgação de pesquisa Meseems/Mindminers para a Presidência

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa Estado de S.Paulo/Ibope para a Presidência

— N.D.: Previsão de divulgação de pesquisa Paraná Pesquisas para a Presidência em São Paulo

— N.D: Debate com economistas dos presidenciáveis promovido por O Estado de S.Paulo

— 08h45:  XIII Seminário Anual sobre Estabilidade Financeira e Economia Bancária

— 10h00: Presidente Michel Temer tem reunião com o desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, presidente do TRE/SP

— 10h00: Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, tem reunião com o Cassiano Scarpelli, vice-presidente do Bradesco, e executivos.

— 12h00: Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, faz apresentação sobre a conjuntura econômica aos ministros do Supremo Tribunal Federal

— 15h00: Goldfajn tem reunião com co-presidente do conselho do Itaú Unibanco, Roberto Setubal

— 15h00: Discurso de Lael Brainard, membro do Federal Reserve  

— 17h00: Discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve  

— 17h30: Presidente Temer tem reunião com o ministro interino do Trabalho, Ricardo Leite

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis