TC Mover
Mover

China vai punir funcionários que não reduzirem poluição

Postado por: TC Mover em 21/01/2019 às 11:32

O minério de ferro futuro disparou nesta segunda-feira, atingindo seu maior valor em 10 meses, após o governo chinês prometer punições para regiões que não atingirem os alvos de melhora de qualidade do ar neste inverno. A notícia é positiva para produtores de matérias-primas de alta qualidade, como a Vale, pois obrigará as usinas siderúrgicas chinesas a comprarem minério de ferro com maior teor de pureza para cumprir as metas de despoluição.

 

— Segundo um porta-voz do Ministério do Meio Ambiente chinês, o governo não vai aceitar desculpas de clima desfavorável; no ano passado, o governo cortou as concentrações de partículas perigosas conhecidas como PM2.5 em uma média de 9% em quase 350 cidades. Mas na área-chave de controle do norte de Pequim, Tianjin-Hebei, a concentração de tais partículas subiu para uma média de 73 microgramas por metro cúbico nos últimos três meses do ano, mais que o dobro do padrão oficial de 35 microgramas.

 

De acordo com o porta-voz, a China imporá padrões ainda mais severos de emissão para as usinas siderúrgicas este ano, e também prometeu mais medidas para limpar o consumo de carvão no norte do país. Funcionários do ministério disseram que o clima, que respondeu por cerca de um terço das melhorias na qualidade do ar em 2018, já havia sido considerado nas avaliações do desempenho das autoridades locais. A informação foi divulgada por várias agências de notícias na madrugada de hoje.

 

Com a desaceleração econômica chinesa no ano passado, provavelmente causada entre muitos fatores pela guerra à poluição, os temores de que os governos locais estivessem fechando os olhos para a piora na contaminação aumentou. A estratégia de punições mostra que o governo do presidente Xi Jinping é sério quanto ao processo de estabilização e desenvolvimento econômico mais saudável – em algumas regiões da China, a poluição se tornou um problema endêmico.

 

As compras de minério com teor de qualidade maior têm crescido na China, ajudando o prêmio do ferro de 65% ante os de 62% e 58% a atingir seus maiores níveis em anos recentes. O ministério chinês alertou repetidamente que a desaceleração econômica da China trouxe novos desafios para conter a poluição. O crescimento econômico caiu para 6,6% em 2018, o menor em 28 anos, disse o governo hoje mais cedo.

 

O contrato contínuo do minério de ferro negociado em Dalian disparou 2,1% a 533 iuanes a tonelada. O contrato do vergalhão de aço mais ativo na bolsa de Xangai subiu 1,4%, para 3.645 iuanes a tonelada, o maior nível desde o início de novembro. Já minério Qingdao à vista fechou em US$75,90 dólares a tonelada, disseram traders.

 

(Foto: Poluição em Pequim/NDTV)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis