TC Mover
Mover

Capitalização reforça viés redistributivo da Previdência em favor dos mais pobres, diz Rolim

Postado por: TC Mover em 20/05/2019 às 18:05

O sistema de capitalização proposto na reforma da Previdência, que cria um sistema pelo qual o trabalhador vai poder poupar para garantir uma melhor aposentadoria, deve privilegiar os mais pobres e reduzir as desigualdades na distribuição de renda no país, disse o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim em audiência pública no Congresso.

 

O sistema proposto vai retirar subsídios dos mais ricos e mantê-los para quem recebe salários menores, disse. “A grande diferença é que hoje a gente subsidia todo mundo, ou quase todo mundo, e principalmente os que recebem mais. No novo sistema, a gente vai subsidiar apenas os mais pobres, que de fato devem ser subsidiados”, afirmou Rolim.

 

O sistema de capitalização é uma das propostas mais polêmicas do projeto, em parte porque o entendimento dos oponentes da reforma é que a capacidade de poupança diminuiu para as pessoas que têm salários menores. Rolim disse que é precisamente a capitalização que vai permitir mudar o atual sistema previdenciário brasileiro, considerado o mais insustentável do mundo, acabando com a disparidade dos subsídios e mantendo um benefício definido. Quase 60% dos aposentados pelo Regime Geral ganham perto de um salário mínimo. Segundo o secretário, a capitalização impediria que mais subsídios sejam repassados a população de mais recursos, via o financiamento da regra de transição.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis