TC Mover
Mover

Caminhoneiros decidem por paralisação em 29 de abril, diz representante da categoria

Postado por: TC Mover em 18/04/2019 às 16:21

Grupos de caminhoneiros decidiram iniciar uma paralisação a partir da meia-noite do dia 29 de abril, de acordo com o representante dos caminhoneiros, Wanderlei Alves, o Dedéco, em razão do reajuste do diesel, implementado pela Petrobras e que passou a valer nesta quinta-feira.

 

“Os caminhoneiros estão cientes de que, dentro de 14, 15 ou 16 dias vai ter outro aumento do diesel e esse aumento de R$0,10/litro já afetou em R$1 mil o lucro mensal, e o frete continua o mesmo”, disse o líder da categoria em entrevista à Broadcast. Alves acredita que, a exemplo do que aconteceu no ano passado, a paralisação deve alcançar todo o território nacional.

 

De seu lado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu à sua equipe que estude a possibilidade de “mudanças na tributação dos combustíveis” – assunto que já havia sido discutido pela equipe anterior – disse a Broadcast. Como 46% do preço do diesel são de impostos, Guedes considera que a solução passa por uma revisão tributária. Ao mesmo tempo, acredita que é preciso melhorar os mecanismos de reajustes da Petrobras, mas que isso deve ser conduzido pela estatal.

 

Ontem, a Petrobras informou que decidiu reajustar o diesel em uma faixa entre 4,5% e 5,1%, o equivalente a R$0,10 o litro. A alteração deveria ter ocorrido antes, mas, por interferência do presidente Jair Bolsonaro, foi adiada na semana passada, provocando tensão nos mercados por temores de ingerência na estatal, a exemplo do que fez a gestão Dilma Rousseff.

 

(Foto: greve dos caminhoneiros em 2018/ Marcelo Camargo-Agência Brasil)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis