TC Mover
Mover

Caçada continua e imprensa aperta cerco contra Flávio Bolsonaro

Postado por: TC Mover em 22/01/2019 às 8:44

Ao pedir ao Supremo Tribunal Federal a suspensão da investigação sobre a movimentação bancária de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, o senador Flávio Bolsonaro se colocou na posição de investigado, criou o primeiro grande incidente para o governo do seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, e expôs sérias contradições no discurso de moralismo político que levou o patriarca ao Palácio do Planalto.

 

O tiro no pé está criando cada vez mais barulho nas redes sociais, comentários ácidos entre políticos graúdos e rendendo mais matérias para a imprensa. Enquanto isso, o governo tenta proteger o presidente do imbróglio. Indagado se as acusações envolvendo o senador eleito poderiam atrapalhar a tramitação da reforma da Previdência, o vice-presidente Hamilton Mourão disse assim: “Esse assunto eu não comento mais. Não vem para cima do governo, e é um problema do Flávio. Ele vai resolver isso aí.”

 

Rifar o filho não parece ser a saída – é mais jogar a bola longe da quadra para a imprensa pressionar Flávio a se explicar. A oposição quer envolver o presidente no episódio.

 

Enquanto isso, a mídia brasileira continua a pressionar: “Flávio Bolsonaro construiu patrimônio antes de ser empresário” é o título da manchete principal da Folha de S. Paulo de hoje. Em longa reportagem, o jornal abertamente mais contrário ao governo tenta, sem muito sucesso, mostrar que a versão citada pelo senador eleito para explicar a sua evolução financeira tem algumas falhas.

 

Segundo a matéria, Flávio começou a “fazer dinheiro” em 2015, após maior parte das suas aquisições imobiliárias. A narrativa é cheia de malabarismos, mesmo se concordarmos que as explicações dadas pelo filho do presidente estão longe de serem convincentes. Destaca-se o comentário de um leitor, na versão web do jornal: para ele, tanto a Folha quanto o jornal O Globo “estão tentando, a todo custo, criar algo para enfraquecer o governo atual.”

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis