TC Mover
Mover

Bolsonaro concorda em afastar filho Carlos de atividades do Planalto

Postado por: TC Mover em 15/02/2019 às 16:05

O presidente Jair Bolsonaro concordou em afastar o filho Carlos das atividades do Planalto, depois que ele se envolveu em embates com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e detonou uma crise em um momento crucial para o governo, que pretende apresentar na quarta-feira uma proposta de reforma da Previdência.

 

Segundo interlocutores ouvidos pela Broadcast, o acertado é que Carlos, que é vereador no Rio de Janeiro, vai focar no seu mandato e ficará de fora de ações do Executivo. Além disso, não irá mais fazer postagens em redes sociais com críticas a integrantes do governo. Em outros momentos de crise, o filho chegou a se afastar do Planalto, mas depois se reaproximou. De acordo com esses mesmos interlocutores, o vereador mantém olheiros em Brasília.

 

Desde a semana passada, Carlos Bolsonaro vinha atacando o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, inclusive chamando-o de mentiroso, depois que foi revelado um esquema de candidaturas laranjas do PSL para desviar verba de campanha; à época do fato, Bebianno era presidente do PSL e teria sido responsável pela liberação R$400 mil de verba pública para a campanha de uma ex-assessora, que repassou parte do dinheiro para uma gráfica com endereço de fachada.

 

A crise detonada pelo filho do presidente foi destaque em jornais desta sexta-feira: “O presidente da República é formalmente Jair Bolsonaro, mas parece que não é ele quem exerce o poder de fato, e sim seus filhos”, dizia o editorial do Estadão de hoje. De forma geral, a crise gera ruído em um momento delicado, no qual o governo tenta apresentar e aprovar no Congresso uma proposta de reforma da Previdência.

 

(Foto: Carlos Bolsonaro/ Caio César-Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis