TC Mover
Mover

Bilionários franceses dão lição de cidadania com doações para Notre-Dame

Postado por: TC Mover em 16/04/2019 às 10:09

Tomou pouco mais de 12 horas o trabalho dos bombeiros franceses para extinguir as chamas que destruíram a torre principal da Catedral de Notre-Dame, um dos maiores monumentos culturais e arquitetônicos do mundo.

 

Diferentemente do que aconteceu no Museu Nacional de Rio de Janeiro, consumido pelas chamas pouco mais de um ano atrás, os franceses conseguiram recuperar praticamente todas as relíquias e o acervo que se encontrava na catedral. Ainda assim, levará anos para a França reconstruir um de seus maiores ícones. As autoridades ainda analisam quais os danos na estrutura da catedral e se a estabilidade da mesma se encontra seriamente danificada.

 

Mais uma vez, diferentemente da tragédia acontecida no Rio, em questão de horas, os barões franceses da indústria de luxo prometeram 300 milhões de euros em fundos para reconstruir a Notre-Dame. François-Henri Pinault, presidente-executivo da Kering, que controla a Gucci, deve doar 100 milhões de euros da sua holding Artemis. Seu arquirrival, a família do bilionário Bernard Arnault, também doou 200 milhões de euros, além de colocar à disposição os recursos arquitetônicos e de desenho do seu conglomerado de moda LVMH.

 

Cadê os Safra, os Lemann e os Batistas – os da JBS – quando o incêndio no Museu Nacional consumiu 500 anos de patrimônio cultural do Brasil?

 

(Foto: incêndio em Notre-Dame, em Paris/Michel Euler -AP)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis