TC Mover
Mover

XP acredita que Ibovespa vai chegar a 125 mil pontos no fim do ano

Postado por: TC Mover em 21/01/2019 às 15:51

O índice Bovespa pode atingir até 125.000 pontos em 2019 a partir da aprovação das reformas estruturais em um cenário de maior crescimento e taxas de juros baixas, disseram analistas da XP Investimentos, em mais uma corretora que atualiza suas projeções do indicador referência da bolsa brasileira para cima.

 

A perspectiva da corretora coincide com a contagem regressiva de investidores para o avanço da reforma da Previdência, apesar de incertezas crescentes no cenário externo e dos ruídos a respeito do episódio envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro e um dos seus assessores. O mercado acha que as empresas brasileiras reduziram seus custos e endividamento, preparando-se para a retomada firme da atividade. Daí o potencial de revisão para cima nos lucros, caso o crescimento da economia surpreenda, na esteira da agenda liberal protagonizada pela Previdência.

 

“Se entregue, uma agenda reformista e liberal deve destravar valor dos ativos no Brasil, com revisão positiva de lucros, menor percepção de risco e maior alocação para ações no Brasil”, diz texto assinado por Karel Luketic, analista-chefe da XP.

 

O Ibovespa negocia a 11,5 vezes o lucro, em linha com a média histórica, mas os analistas veem “potencial para negociar a prêmio, uma vez que as reformas forem entregues”. O cálculo de preço sobre lucro considera o número de anos que se levaria para reaver o capital aplicado na compra de uma ação. Quanto menor, portanto, mais atrativo, em termos relativos.

 

Luketic vê a bolsa como o melhor ativo dentro do Brasil, enfatizando também o menor custo de capital das empresas e a entrada de dinheiro novo estrangeiro e doméstico. “A alocação de recursos em ações está, atualmente, em 6,3% no Brasil, abaixo da média de 8,5% e do pico de 14% – sem incluir fundos de pensão”, afirma.

 

Do ponto vista de setores, ele revela preferência por empresas estatais e empresas mais expostas à atividade doméstica, neste momento. Os nomes preferidos são Azul, Banco do Brasil, Bradesco, Petrobras, Ultrapar, B2W, Gerdau, Suzano, JBS e Vale. Por volta de 14h44, o índice Bovespa operava em queda de 0,9%, aos 95.271 pontos. Desde o início do ano, a valorização é de 8,4% e, em 12 meses, de 17,4%.

 

(Foto: B3/Divulgação)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis