TC Mover
Mover

XP Investimentos revisa projeções para o IPCA de 2020 e 2021

Postado por: TC Mover em 09/09/2020 às 20:09

A XP Investimentos ajustou a previsão do Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, para este ano, de 1,4% para 1,7%, após os dados divulgados hoje pelo IBGE mostrarem maior pressão dos alimentos no índice de agosto. Porém, para 2021, a estimativa da XP caiu de 2,7% para 2,6%.

Na terça-feira, 08, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou que o IPCA aumentou 0,24% em agosto, abaixo da expectativa de 0,29% da XP, mas o maior percentual para o mês desde 2016. A inflação somou 2,44% no acumulado de 12 meses.




Segundo a XP, há a perspectiva de que as diversas fontes de estímulos atualmente vigentes na economia, com crédito, juros e incentivos fiscais, continuem pressionando os preços de alimentos nos próximos meses, por isso a estimativa para este ano foi elevada. Já para o ano que vem, a expectativa é de que parte desse aumento dos alimentos seja revertido, o que permitirá uma inflação menor que os 2,7% esperados inicialmente.

Em agosto, a alimentação no domicílio subiu 1,15%. Alguns alimentos se destacaram, como o tomate, com 12,98%, o pimentão, com 12,62%, e a mandioca, com 6,22%.

Inflação

O IPCA é o índice oficial da inflação brasileira. Embora a XP tenha aumentado a projeção do IPCA, a inflação continua dentro do previsto, cuja meta para este ano é de 4%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Taxa Selic

A taxa Selic, ou taxa básica de juros, atual está em 2% ao ano. Como a inflação está baixa, não há necessidade de recorrer ao aumento da taxa de juros. Na próxima semana, o Comitê de Política Monetária, Copom, se reunirá para decidir se vai manter ou alterar a taxa Selic.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis