TC Mover
Mover

Com debate eleitoral fraco, mercado deve reagir à pressão contra emergentes

Postado por: TC Mover em 10/08/2018 às 8:17

Evento mais esperado da semana, o primeiro debate entre os candidatos à Presidência teve tom fraco e não deve trazer muitas consequências para o pregão de hoje. O grande número de candidatos convidados, oito, tirou o foco do propósito e colocou a discussão sobre alianças e economia como destaque. O cidadão que assistiu ficou preso entre os ataques mútuos e a frivolidade das propostas apresentadas pela maioria dos candidatos. Tanto Geraldo Alckmin como Jair Bolsonaro foram os maiores alvos de ataques, seja por supostos desvios éticos, seja por suas alianças ou por votar a favor de iniciativas do governo Michel Temer.

O que deve mesmo pesar no pregão de hoje é a turbulência com os ativos de risco ocasionada por falas polêmicas do presidente da Turquia, Recep Erdogan. Diante das recentes desvalorizações históricas da lira turca, o líder do país afirmou que “eles têm dólares, nós temos nosso povo, temos o direito e temos Alá”, horas antes de seu genro, e também ministro das Finanças do país, Berat Albayrak, apresentar novas propostas para a economia turca. Os investidores mundo afora não gostaram nem um pouco das declarações de Erdogan, principalmente porque muitos bancos europeus emprestaram dinheiro para a Turquia nos últimos anos, e agora correm o risco de ficar no meio de um calote.

Fora a forte desvalorização da lira turca, que chegou a cair 14% em relação ao dólar americano, as bolsas europeias e os futuros das bolsas americanas receberam uma injeção de cautela extra, enquanto as moedas de países emergentes são pressionadas com o medo do investidor por ativos de risco. O Brasil não deve ficar fora dessa, então fique atento quanto à volatilidade do mercado. Fique de olho também no resultado das vendas do varejo de junho, que ainda podem mostrar impacto da greve dos caminhoneiros.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

Câmbio: pode seguir o exterior, em dia contaminado por receios com ativos de risco.

Juros: pode seguir o câmbio, com reação ao debate presidencial transmitido ontem pela Band.

Bolsa: pode seguir temores do exterior, com reação ao debate e aos balanços de companhias desta quinta-feira.

Ações: B2W, com prejuízo maior que o consenso; Lojas americanas, com lucro líquido abaixo do consenso; Cyrela, com redução do prejuízo líquido; B3, com resultados acima do consenso e início do julgamento pelo Carf de processo junto à Receita Federal; MRV, com melhor segundo trimestre da histórica; CVC, com crescimento no lucro; Marisa, com aumento do prejuízo líquido; Ambev, com mudanças na diretoria; Sabesp, com queda no lucro líquido; Light, com possível estatização sendo questionada por minoritário; Suzano, com perda de R$1,85 milhão com hedge pela Fibria; Ser Educacional, que está avaliando aquisições, segundo o Valor Econômico; Natura, com abertura de novas lojas; Triunfo, com ordem de juiz para que companhia volte a operar rodovia Freeway, no RS; Telebras, após TCU negar cautelar às teles para suspender contratos da companhia.

Destaques das recomendações: O BB Investimentos disse que a B2W ($BTOW3) é a companhia mais estrategicamente posicionada do setor, com uma oferta completa de serviços e tecnologia. A equipe reitera a recomendação outperform para a ação, com preço-alvo de R$35,90.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Cyrela eleva geração de caixa e reduz prejuízo líquido no segundo trimestre

— B3 surfa, bate consenso graças a volatilidade e recuperação do segmento Cetip

— MRV bate consenso e tem melhor segundo trimestre da história

— Ibovespa vive dia volátil com investidores de olho na política

 

Valor Econômico

— Efeito cascata de aumento ao STF agrava as contas de 2019

— ‘Dieselgate’ expõe fragilidade em testes de emissão de gases

— Sob pressão, Heineken ameaça fechar fábricas

— Lula candidato justificaria ação, diz Mourão

 

O Estado de S.Paulo

— Em debate morno, Bolsonaro é poupado e Alckmin, pressionado

— Benefício fraudulento do INSS pode ter bloqueio rápido

— Ruralistas mudam MP e benesse de R$17 bi retorna

— Violência cresce e País tem 63 mil assassinatos

 

Folha de S. Paulo

— Primeiro debate presidencial tem tom morno e poucos ataques

— Rússia expande rede do seu GPS com nova base no Brasil

— Mortes violentas avançam e batem novo recorde no país

— Próximo governo herda gasto extra de R$ 42 bilhões

 

Globo/G1

— Candidatos à Presidência apresentam poucas propostas concretas

— Com tropas nas ruas, roubo de cargas diminui em 19,8% no Rio

— Gilberto Gil diz o que não sabia de corrupção atribuída a Lula

— Carta de Lula dá tom de debate paralelo do PT

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:

— 08h00: IGP-M Primeiro decêndio – FGV

— 09h00: Vendas no varejo em junho – IBGE; consenso +0,2% na base mensal

 

Indicadores internacionais:
— 05h30: PIB do Reino Unido no 2T; consenso +0,4% na base trimestral

— 05h30: Produção industrial do Reino Unido em junho; consenso +0,4%

— 05h30: Balança comercial do Reino Unido em junho; consenso –£12,05 bi

— 09h30: IPC-núcleo mensal dos EUA em julho; consenso +0,2%
— 09h30: IPC mensal dos EUA em julho; consenso +0,2%

— 10h00: Produção industrial do México em junho; consenso +0,1%
— 13h00: Relatório Wasde – Departamento de Agricultura dos EUA

— 14h00: Contagem de sondas de petróleo Baker Hughes nos EUA; anterior 859 sondas

— 15h00: Balanço orçamentário federal dos EUA em julho; consenso -US$77,8 bi


Eventos:
— ND: Pesquisa eleitoral  XP/Ipespe para a Presidência

— 11h00: Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, tem reunião com equipes econômicas do Morgan Stanley, Itaú e Santander Brasil.

— 11h30: Leilão de até 4.800 contratos de swap cambial para rolagem – BC
— 13h30:  Encontro da Abimaq com Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB, em São Paulo


Resultados corporativos:

— Antes da abertura: BRF

— N.D.: Forja Taurus

 

Teleconferências:

— 09h30: Gafisa

— 10h00: BR Malls, BRF, Iochpe-Maxion, Equatorial, Banco do Brasil

— 11h00: Cyrela, Natura, Notre Dame Intermédica

— 12h00: B2W

— 13h00: B3

— 14h00: Lojas Marisa

— 14h30: Lojas Americanas, CVC

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis