TC Mover
Mover

‘Trump do bem’ ajuda bolsas a atingir novas máximas; leilão de sobras e pacote pós-Previdência são foco

Postado por: TC Mover em 05/11/2019 às 10:06

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar o projeto de lei da Eletrobras e entregar o pacote de medidas pós-Reforma da Previdência ao presidente do Congresso, Davi Alcolumbre. Haverá solenidade dos 300 dias do governo – há coisas para comemorar e também para refletir. Ontem, depois do fechamento, o Itaú Unibanco mostrou números notáveis e, hoje, o BTG Pactual veio com lucro sólido e ganhos de receita nas linhas mais voláteis. A ata da mais recente reunião de política monetária do Banco Central mostrou que a cautela deve dominar as ações da autarquia depois de dezembro, e o mercado pode corrigir projeções da taxa básica Selic abaixo dos 4,50%. Mundo afora, os ativos de risco têm mais um dia de máximas com sinais de que o presidente americano Donald Trump quer um acordo comercial.

 

Como investidores esperavam, o comitê decisório de juros do BC, o Copom, disse na ata da sua mais recente reunião de política monetária que as decisões do ano que vem recomendam cautela em eventuais novos ajustes no grau de estímulo. O Copom, que na semana passada cortou a taxa Selic para a mínima histórica de 5,00% ao ano, espera que a economia registre “alguma aceleração”, reforçada pela liberação das contas do FGTS, e pela maior participação do setor privado na economia. “Alguns membros do comitê destacaram que as recentes mudanças no mercado de crédito e na intermediação financeira, como o maior papel desempenhado pelo mercado de capitais, podem impactar a transmissão da política monetária”. O mercado de juros deve reagir ao documento.

 

Hoje é dia de PMIs globais, que apresentam estabilização em níveis baixos; para um gestor sediado em Londres, os números deixaram o mercado um pouco mais tranquilo – ou seja, que o pior da desaceleração global ficou para trás. Para ele, é positivo o fato de que tenha aparecido nas últimas semanas “um Trump do bem”, que entende os danos permanentes de uma guerra comercial ad eternum. O dado mais relevante do dia foi a atividade do setor de serviços da China, medida pelo PMI de serviços Caixin, que expandiu no ritmo mais lento em oito meses em outubro. Ainda nos EUA, saem a leitura final de outubro do PMI Markit composto e do índice ISM de atividade do setor de serviços – espera-se que mostre alguma melhora na base sequencial.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis