TC Mover
Mover

Briga EUA-China, pesquisa e início do Copom devem marcar pregão volátil

Postado por: TC Mover em 18/09/2018 às 8:38

Após mais de duas semanas tensas, a maioria das bolsas ao redor do mundo sobe nesta terça-feira após o governo americano impor sobretaxas em US$200 bilhões de importações chinesas. A tarifa de 10%, no entanto, bem abaixo dos 25% esperados inicialmente e que deve ser aplicada a partir da semana que vem, levou o mercado asiático, as bolsas europeias e os futuros americanos a subir, quiçá pelo fato que esperavam um ataque mais agressivo por parte dos EUA. Ainda há o risco da disputa piorar: o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que se a China retaliar – o que foi declarado pelo governo do país asiático há pouco – ele mesmo irá impor sobretaxas em mais US$267 bilhões de produtos. Nossa leitura é que uma solução à disputa deve demorar.

 

Por aqui, teremos daqui a pouco números de inflação, que podem confirmar os temores de que a alta do dólar dos últimos cinco meses está sendo repassada para os preços no atacado e no varejo. Se as prévias do IPC e do IGP-M deste mês confirmarem essas suspeitas, precisamente no dia em que começa a reunião do comitê de política monetária do Banco Central, poderemos ter algum reflexo no mercado de juros futuros. A divulgação de mais uma pesquisa eleitoral, dessa vez do Ibope, pode agitar câmbio e bolsa. O mercado deve manter-se em modo de cautela, à espera da evolução dos candidatos melhor colocados nas sondagens e do noticiário político, que inclui operações policiais, traições nas coligações e mais promessas.

 

Do lado corporativo, fique de olho na onda de notícias de potenciais fusões e aquisições rondando algumas das maiores empresas brasileiras. Natura está de olho na rival Avon; o controle da Braskem pode estar perto de ser negociado, assim como a venda da fatias que a Petrobras detém na PetroAfrica. BRF está acelerando o plano de desinvestimentos para reduzir o peso da sua dívida. O interesse do investidor estrangeiro deve estar ganhando mais tração com o dólar perto das máximas históricas e o fim da incerteza eleitoral em breve. Oportunidades estão por vir.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

— Câmbio: deve oscilar com reflexos da escalada na guerra comercial, tensão com a divulgação da pesquisa Ibope após o fechamento de mercado e as notícias políticas.

 

— Juros: podem operar em linha com o dólar, porém de olho nos resultados das prévias de inflação dos índices IGP-M e IPC.

 

— Bolsa: deve sentir a alta das bolsas e das commodities no exterior; mesmo assim, o investidor deve manter a cautela à espera da sondagem Ibope.

 

— Ações: IMC, com desistência de acordo com a Sapore e aprovação pelo conselho de recompra de até 13 milhões de ações; BTG Pactual, com a confirmação de conversas com potenciais interessados na PetroAfrica e a sócia, Petrobras; Suzano, que captou ontem US$1 bilhão em títulos externos; Petrobras, com intenção de aumentar produção e cortar dívida em 2019; Gafisa, com apoio à administração da companhia pela ISS em meio à briga pelo controle da incorporadora; Oi, com cinco novos membros no conselho da companhia; Embraer, com declaração de Ciro Gomes, um dos candidatos no páreo para o segundo turno das eleições, de que vetaria associação com a Boeing; Natura, com intenção de compra da rival Avon; BRF, com intenção de venda de ativos não-operacionais; Klabin, com anúncio de nova fábrica no Paraná.  

 

— Destaques das recomendações: BNP Paribas aumenta o preço-alvo do ADR da Vale de US$13,40 para US$14,60 e eleva a recomendação para outperform por desalavancagem e forte desempenho do minério de ferro, diz trader.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Anúncio das tarifas americanas contra China aliviam duas semanas de tensão no mercado

— EUA impõe sobretaxas à China e ameaçam mais tarifas se houver retaliação

— Natura abordou Avon sobre potencial compra, dizem fontes ao WSJ

— Ibovespa avança, dólar desaba, com pesquisas eleitorais mostrando maior definição

— Bolsonaro comprometido com severo e rápido ajuste fiscal se ganhar eleição, diz assessor

 

Valor Econômico

— Exxon volta a apostar na exploração de óleo no país

— Natura avalia ativos e pode comprar Avon

— Cultura fecha 11 das 12 lojas Fnac

— WEG colhe os resultados da verticalização

 

O Estado de S.Paulo

— Pressionado por aliados, Alckmin tenta impedir debandada do Centrão

— Para rebater críticas, campanha usa Bolsonaro com filha

— Fernando Haddad acena a PSDB e mulheres por segundo turno

— China anuncia retaliação a Trump e governos temem que crise saia do controle

 

Folha de S. Paulo

— PT gasta R$ 1,5 milhão com defesa de candidatura de Lula

— Haddad quer passar imagem de pacificador em sua campanha

— Projeto de via não passava por terras de familiares de Alckmin

— Jovens têm mais interesse em atuar na política, diz pesquisa

 

Globo/G1

— MDB do Rio dá mais verbas para herdeiros de presos da Lava-Jato

— Partes da Estação da Leopoldina correm risco de desabar, diz laudo da PF

— ‘Esse Mourão está escalando o golpe no Brasil’, diz Ciro sobre vice de Bolsonaro

— Sem opção, brasileiros abrem 1,2 milhão de empresas este ano, um recorde

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:
— 05h00: IPC 2ª prévia de setembro – Fipe
— 08h00: IPC-S Capitais – FGV
— 08h00: IGP-M Segundo decêndio – FGV
— 08h00: Sondagem de investimentos do terceiro trimestre – FGV
— ND: Previsão de divulgação de arrecadação federal em agosto

Indicadores internacionais:
— 09h55: Índice Redbook dos EUA; anterior 0,8%

— 16h00: PIB da Argentina no 2T; consenso -4,2%
— 17h00: Transações líquidas de longo prazo dos EUA em julho; anterior US$ 65,1 bi
— 17h30: Estoques de petróleo bruto – API
— 20h50: Balança comercial do Japão em agosto; consenso – ¥ 496 bi

 

Eventos:
— 05h15: Discurso de Mario Draghi, presidente do BCE
— 08h00: Candidato Fernando Haddad participa de sabatina promovida por CBN/G1
— 09h15: Mauro Benevides, economista da campanha de Ciro Gomes, participa de fórum Os Economistas das Eleições, promovido por O Estado de S.Paulo

— 10h00: Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, participa da reunião do Comitê de política monetária

— 15h00: Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, participa da 118ª Reunião do Conselho de Ministros da Camex

— 16h00: Ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, tem reunião com vice-presidente da EDP

— 16h30: Guardia tem reunião com Valter Casimiro, Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil

— N.D: Primeiro dia de reunião do Copom

— N.D: Divulgação prevista de pesquisa Ibope para a Presidência
— N.D: Divulgação prevista de pesquisa MDA em Minas Gerais

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis