TC Mover
Mover

Relatório payroll de junho nos EUA domina as atenções do mercado, após reforma ser aprovada na comissão da Câmara

Postado por: TC Mover em 05/07/2019 às 8:57

Passado a segundo obstáculo na tramitação da Reforma da Previdência, o investidor muda o foco para o exterior nesta sexta-feira. Os dados sobre o emprego privado não-agrícola nos Estados Unidos que o relatório payroll deve trazer, por volta das 09h30 de hoje, podem confirmar ou não a tendência de desaceleração econômica causada, em grande parte, pela escalada nas disputas comerciais com a China e outros países desenvolvidos. Caso venham fracos, o investidor terá ainda mais base para apostar em uma maior flexibilização da política monetária nos países mais ricos, e se esse movimento será iminente nos EUA.

 

Hoje, as bolsas europeias e os futuros dos índices americanos recuavam, o dólar se fortalecia e o petróleo cedia, em linha com algumas commodities minerais e metálicas, pondo fim a uma semana em que os menores volumes de negociação imperaram por conta do feriado do Dia da Independência de ontem nos EUA. Números da indústria alemã bem abaixo do consenso pioram o sentimento, na contramão da Ásia, que mostrou majoritariamente um dia de altas. O rendimento do Treasury note de dez anos saiu das mínimas em quase três anos, mas o movimento denotava cautela entre os investidores globais. O payroll é, pois, o mais importante fato do mercado e você precisa analisá-lo com  atenção. 

 

O mercado ontem se antecipou à aprovação do texto-base da reforma na comissão especial da Câmara e derrubou os juros para mais uma mínima histórica e renovou os recordes no Ibovespa. Hoje será dia de monitorar o andamento das negociações entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia e os líderes partidários para acelerar a votação da matéria no plenário e, assim, cumprir a promessa de passá-la em dois turnos antes do recesso parlamentar, que começa em 18 de julho. Maia disse que a votação de ontem “foi a nossa primeira vitória e, a partir da próxima semana, vamos trabalhar para aprovar o texto em plenário, com muito diálogo, ouvindo todos os nossos deputados, construindo maioria”. 

 

O texto aprovado ontem já começará a ser discutido pelo plenário na próxima terça-feira – que cai num feriado em São Paulo. A notícia boa é que Maia avalia, assim como alguns ministros graúdos do governo do presidente Jair Bolsonaro e vários líderes no Congresso, que já tem votos necessários para aprovar a reforma no plenário. A expectativa de Maia e da maioria dos outros atores políticos é que a reforma seja aprovada com os votos de pelo menos 325 deputados – alguns apostam que é possível chegar a 340 apoios. A conferir. 

 

Mesmo assim, a Câmara e, em geral, o Parlamento brasileiro, não deixa de ser uma caixinha de surpresas. No último destaque antes de encerrar a votação da reforma na comissão, por volta das 02h00 de hoje, os deputados derrubaram a reinstituição das contribuições previdenciárias sobre exportações agrícolas, tirando R$84 bilhões da economia fiscal do projeto em dez anos. Com isso, a potência fiscal projetada com a reforma cairá para R$987 bilhões – pouco menos do que o ministro da Economia, Paulo Guedes quer: aquele R$1 trilhão.

 

Ontem, Guedes disse que o foco do governo no segundo semestre será acelerar privatizações e implementar a reforma tributária e um novo pacto federativo com todos os gastos desvinculados. Entre os indicadores e eventos para hoje, fique de olho na taxa de desemprego dos EUA de junho, assim como os dados de ganhos salariais. Não haverá divulgação de indicadores locais de relevância hoje, e em Brasília, é provável que seja um dia um pouco mais devagar. De qualquer maneira, não perca de vista o noticiário local.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

As bolsas europeias e os futuros dos índices acionários americanos recuavam hoje, enquanto os títulos de dívida soberana dos países mais ricos operavam em leve queda, à espera do relatório payroll nos Estados Unidos – que pode dar pistas sobre o rumo dos juros na maior economia do mundo. 

 

 Bolsas: Perto das 08h00, os futuros dos índices americanos Dow Jones Industrials e S&P500 caíam 0,11% e 0,15%, respectivamente, em linha com o recuo de 0,43% no índice pan-europeu Stoxx600, que reagiu mal aos números econômicos na Alemanha. O índice Xangai Composto fechou em alta de 0,20%. O índice VIX subia 5,80%, buscando recuperar a forte queda da semana, indicando maior cautela no pregão de hoje.

 

.

 

Principais notícias corporativas

 

 Copasa: A Copasa elegeu, nesta quinta-feira, Carlos Eduardo Tavares de Castro como diretor-presidente da companhia e Carlos Augusto Botrel Berto como diretor financeiro.

 

 Cyrela: A Cyrela aprovou pagamento de dividendos intermediários a acionistas no valor de R$300 milhões.

 

 Azul: A Azul divulgou resultados de tráfego do mês de junho, em que registrou aumento de 21,6% no tráfego de passageiros consolidado em relação ao ano passado. A taxa de ocupação no mês foi de 83,6%. O tráfego de passageiros domésticos aumentou 28,7%. 

 

 Light: Demanda por papéis da Light em oferta já supera livro, a um valor de R$17 por ação, dizem fontes (Valor) 

 

 Vale: Minério perde fôlego, mas se segura acima de US$120 nas bolsas e portos chineses (Valor) 

 

Agenda do dia

 

Indicadores internacionais

03h00 Alemanha – Encomendas à indústria mensal (maio)

03h00 Alemanha – Produção industrial mensal (maio)

09h30 EUA – Salário médio por hora anual (junho)

09h30 EUA – Salário médio por hora mensal (junho)

09h30 EUA – Relatório payroll de emprego não agrícola mensal (junho)

09h30 EUA – Relatório payroll de emprego privado mensal (junho)

09h30 EUA – Taxa de desemprego mensal (junho)

14h00 EUA – Contagem de sondas Baker Hughes

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis