TC News
News

Recuo nas negociações China-EUA acentua realização do Ibovespa na expectativa por balanços e IBC-Br

Postado por: TC News em 13/11/2019 às 20:32

Um novo revés nas negociações entre Estados Unidos e China e preocupações com o cenário político na América Latina e, no Brasil, com a privatização da Eletrobras pesaram sobre o mercado brasileiro hoje. Os investidores aguardam agora o fim da temporada de balanços e com os dados da economia do Índice de Atividade do Banco Central, o IBC-Br, amanhã. Os investidores também devem reforçar a cautela e reduzir posições devido ao feriado da Proclamação da República na sexta-feira, já que há o risco de mudanças no cenário externo, onde os mercados funcionarão normalmente.

 

O Ibovespa chegou a tocar o menor nível desde 21 de outubro, com a segunda queda consecutiva em meio às manifestações violentas no Chile e na Bolívia, que tenta encontrar uma saída para o vazio de poder que se seguiu à renúncia de Evo Morales. O índice chegou a reduzir as perdas durante o depoimento do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no Congresso americano, com a indicação de estabilidade nos juros aguardando novos dados da economia. Mas retomou a queda após a informação do secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, de que a privatização da Eletrobras pode ser adiada para 2021.

 

As perdas do índice se acentuaram com a informação do The Wall Street Journal, de que as negociações para um acordo inicial de comércio entre China e Estados Unidos teriam emperrado por conta de um impasse em torno da negativa dos chineses de voltar a comprar produtos agrícolas americanos sem uma permissão para transferência de tecnologia para empresas do país asiático. O S&P500 fechou em alta de 0,07%, e o Dow Jones avançou 0,33%, com o impulso da alta nas ações da Disney.

 

As idas e vindas nas negociações entre americanos e chineses e a visão positiva de Jerome Powell sobre os juros e a economia dos EUA mantiveram os índices de ações em Nova Iorque oscilando entre altas e baixas. Os investidores acompanharam também os desdobramentos do processo de impeachment do presidente Donald Trump na Câmara dos Representantes. Hoje, um diplomata americano revelou aos representantes que Trump conversou com o embaixador da União Europeia um dia depois de pedir ao presidente da Ucrânia para investigar negócios do filho do democrata Joe Biden naquele país.

 

A Via Varejo chegou a cair mais de 9% próximo das 12h30 após informar, em fato relevante, que recebeu denúncias anônimas sobre supostas irregularidades contábeis. A companhia constituiu um comitê para conduzir uma investigação independente, que, até então, não confirmou as alegações. As denúncias foram recebidas entre o fim de setembro e o início de outubro, mas a varejista não dá detalhes mais aprofundados sobre o conteúdo. De acordo com o fato relevante, a investigação ainda não confirmou o que foi alegado e, por isso, não existem efeitos materiais no balanço do terceiro trimestre que será divulgado nesta quarta após o fechamento do mercado.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis