TC Mover
Mover

Último dia para PT trocar chapa deve ter volatilidade com cenário político

Postado por: TC Mover em 11/09/2018 às 8:18

A terça-feira será de expectativa para o investidor em relação ao cenário político: hoje é o dia em que o PT precisa tomar uma decisão sobre mudar a candidatura principal do partido e tirar o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da corrida. No dia 1 de setembro, o Tribunal Superior Eleitoral definiu um prazo de dez dias para que a sigla apontasse o nome do novo candidato, período que a defesa tentou estender com um pedido ao Superior Tribunal Federal, após ser barrada novamente pelo TSE. O partido tem até às 19h00 para definir se irá lançar a candidatura do provável nome de Fernando Haddad. 

 

As inúmeras tentativas do partido de manter o nome de Lula na cédula tem um motivo: ontem, a pesquisa Datafolha mostrou crescimento do potencial substituto do PT, mas os votos parecem divididos com o outro nome da esquerda, Ciro Gomes. Enquanto isso, Jair Bolsonaro segue isolado na liderança, ainda que a propaganda eleitoral e o buzz midiático com o atentado da última quinta-feira não tenham mostrado alteração significativa das intenções de voto. Resumindo: o cenário ainda é nebuloso e o investidor precisa manter a calma.

 

Hoje o dia ainda promete um pouco de volatilidade vinda do exterior. Apesar de o dólar americano estar comportado durante a manhã, com as moedas emergentes aproveitando para recuperar parte das perdas da última semana, os índices acionários ao redor do mundo derretem com especulações sobre a guerra comercial da China e do Estados Unidos. O presidente Donald Trump prometeu uma decisão sobre US$200 bilhões em tarifas sobre produtos chineses, mas não deu uma data, o que mantém a cautela dos investidores. Fique de olho ainda em dados de emprego e de atacado dos EUA e na repercussão para o candidato Geraldo Alckmin da prisão do ex-governador do Paraná, Beto Richa.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

 

Câmbio: deve operar em sintonia com o exterior, que mostra leve queda do dólar e recuperação de moedas emergentes; mercado reage à pesquisa Datafolha.

 

Juros: deve seguir o câmbio, com o investidor reagindo à pesquisa.

 

Bolsa: deve seguir sentimento externo de piora para o mercado acionário, de olho no cenário eleitoral.

 

Ações: Vale, com notícia de que acordo de R$ 2,5 bilhões entre Litel, Bradespar e Elétron deve sair essa semana, segundo o Valor; Azul, com crescimento de 21,4% na demanda por voos domésticos em agosto; Sabesp, com investimento em IoT para reduzir perdas; Santander Brasil, que passou a atuar na linha pró-cotista de crédito imobiliário; BB Seguridade, que ampliou a participação na corretora digital de seguros Ciclic; Eletrobras, que deve reabrir o programa de demissão voluntária em outubro; Petrobras, que anunciou a extinção antecipada da função de diretor adjunto de governança e conformidade; Bradesco, com relatos de problemas no site e no aplicativo.

 

— Destaques das recomendações: UBS diz ser importante para a Petrobras ($PETR4) manter senso de urgência com desinvestimentos antes da eleição presidencial de outubro. Equipe reitera recomendação neutra, com preço-alvo de R$ 19,50.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

 

Trading News

— Nova fase da Lava Jato prende ex-governador do Paraná Beto Richa, do PSDB

— Expectativa com decisão americana sobre novas tarifas volta a ativar cautela dos mercados

— Bolsonaro sobe dentro da margem em pesquisa Datafolha após facada

— Dólar avança com mercado tenso à espera de pesquisas eleitorais

 

Valor Econômico

— Salário mínimo é desafio para próximo presidente

— Ataque tem pouco efeito no eleitorado

— Divergências na campanha de Bolsonaro

— Eficiência, campo para startups

 

O Estado de S.Paulo

— Adversários retomam tom crítico a ideias de Bolsonaro

— Skaf e Doria mantêm empate, diz pesquisa

— Palocci diz que Lula atuava em pedido de propina

— Áudio aponta suposto repasse a amigo de Temer

 

Folha de S. Paulo

— Após ataque, Bolsonaro tem 24%, e quatro empatam em segundo lugar

— Mauro Paulino e Alessandro Janoni: Deputado continua rejeitado por mais pobre e mulheres

— Farmacêutica tenta barrar genérico da hepatite C no Brasil

— Usar foto de Moro é homenagem, diz Alvaro Dias

 

Globo/G1

— Bolsonaro tem 24%, e quatro empatam em segundo lugar

— Paes vai a 23% e divide a ponta com Romário, que chega a 20%

— Cesar Maia e Flávio Bolsonaro lideram disputa pelo Senado

— Para 85% dos eleitores, fake news podem influenciar voto

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais:
— 08h00: IPC-S Capitais – FGV
— 08h00: IGP-M primeiro decêndio – FGV

 

Indicadores internacionais:
N.D.: Investimento estrangeiro direto na China; anterior +2,3%

— 05h30: Taxa de desemprego do Reino Unido de julho; consenso 4,0%

— 06h0: Variação no emprego da Zona do Euro no 2T; consenso +0,4%

— 06h00: Índice ZEW de percepção econômica da Alemanha; consenso -14

— 06h00: Índice ZEW de percepção econômica da Zona do Euro; consenso -10,9

— 09h55: Índice Redbook dos EUA; anterior 0,8%

— 10h00: Produção Industrial do México de julho; consenso -1,0%

— 11h00: Oferta de emprego JOLTs dos EUA de julho; consenso 6,646 mi

— 11h00: Estoques no atacado dos EUA em julho; consenso +0,7%

— 17h30: Estoques de petróleo bruto semanal API dos EUA; anterior -1,2 mi


Eventos:
— N.D:  Previsão de divulgação de pesquisa Ibope para a Presidência
— 09h15: José Márcio Camargo, economista da campanha de Henrique Meirelles, participa de fórum Os Economistas das Eleições, promovido por O Estado de S.Paulo
— 10h00: Candidato à Presidência Geraldo Alckmin participa de sabatina promovida por SBT, UOL e Folha de S.Paulo

— 16h00: 1ª etapa de assinatura de contratos da 15ª rodada de concessão da ANP

— 19h00: Prazo do TSE para o PT trocar a chapa presidencial

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis