TC Mover
Mover

Prepare-se para mais volatilidade com risco de recessão nos EUA em alta, diz Morgan Stanley

Postado por: TC Mover em 29/05/2019 às 14:05

A volatilidade dos mercados globais deve persistir nas próximas semanas na medida em que cai a ficha entre os investidores de que o risco de uma recessão nos Estados Unidos está mais latente, não somente pela indefinição das disputas comerciais com a China, mas pela dinâmica de vários indicadores econômicos e das tendências de lucros na maior economia do mundo, disseram estrategistas do Morgan Stanley nesta quarta-feira.

 

Cada vez mais companhias devem ter perdido a esperança de que alguma recuperação econômica seja possível ao longo do segundo semestre, disse a equipe comandada por Michael Wilson, o estrategista que se recusou a mudar sua projeção para o índice S&P500 para cima algumas semanas atrás – na contramão dos seus concorrentes.

 

Segundo ele, a inversão da curva de juros, quando ajustada pelos programas de flexibilização e restrição monetária impostos pelo Federal Reserve, conhecidos como QE e QT, começou no final do ano passado e persiste desde então. A diferença entre os rendimentos do Treasuries de 10 anos e de três meses tocou nesta semana sua menor leitura em pelo menos 12 anos, “sugerindo que o risco de recessão é maior que o normal”, disse, destacando que “dados recentes sugerem que tanto a lucratividade das empresas quanto o risco econômico dos EUA são maiores do que a maioria dos investidores imagina”.

 

O índice VIX disparou quase 8% a 18,88 hoje, por volta das 13h00 – retomando níveis não vistos em quase duas semanas. Usando a relação entre a curva de juros e o VIX, conhecido como uma medida global de volatilidade e aversão ao risco, seria plausível esperar que a volatilidade continuasse a subir no curto prazo e de forma sustentável. De acordo com Wilson, seria provável que as empresas americanas começassem a revisar suas metas operacionais para o ano na ausência de uma solução definitiva para a guerra comercial, o que pode, conjuntamente com o comportamento das taxas de juros dos Treasuries, alimentar mais quedas nas bolsas americanas.

 

Hoje, o índice S&P500 rompeu o suporte exercido pela média móvel dos 200 dias e intensificou sua queda para 1%, no mesmo horário.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis