TC Mover
Mover

Powell ressalta incertezas e enfraquece bolsas; balanços, PIB dos EUA, dados da China no radar

Postado por: TC Mover em 29/01/2020 às 19:14

Os principais índices acionários globais perderam força no fim da tarde após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ressaltar que as incertezas permanecem no mercado mesmo depois da assinatura da Fase I do acordo entre Estados Unidos e China, agora pontuadas pela epidemia do coronavírus. Para quinta-feira, o foco do mercado fica com os dados do PIB americano, que serão divulgado pela manhã, e pedidos de seguro-desemprego também dos EUA, que podem reforçar o recado do Fed de que a economia do país vai muito bem, obrigado. Na Zona do Euro, teremos decisão da taxa de juros e taxa de desemprego. À noite, a China informa PMI de janeiro, que pode dar mais uma noção de como está a economia do país após os impactos do vírus.

 

Após cortar a chamada taxa Fed Funds nas três reuniões anteriores a dezembro, o comitê conhecido como FOMC foi, mais uma vez, unânime na decisão de manter a taxa no intervalo de 1,50% e 1,75%. Os membros do comitê repetiram o comunicado do último mês e disseram estar confortáveis que a atual taxa irá manter o mercado de trabalho aquecido e a taxa de inflação caminhando de volta à meta do Fed de 2%. A alta moderada dos gastos domésticos é mitigada pela fraqueza das exportações e dos investimentos, apontou o comunicado. O comitê alterou ainda de 1,55% para 1,60% da taxa IOER e de 1,45% para 1,50% da taxa de recompra reversa, medidas que devem servir como uma melhora no controle do Fed sobre as taxas de curto prazo.

 

O índice Bovespa fechou em queda de 0,94%, a terceira em quatro pregões, a 115.384 pontos, com bancos, Ambev e Vale à frente das perdas. O dólar futuro seguiu o movimento da divisa americana ante pares no exterior e fechou em alta de 0,83%, a R$4,231, com o peso da cautela pelo coronavírus. Os juros fecharam em queda, exceto pelo vencimento para janeiro próximo, que encerrou o pregão a 4,340%, com as expectativas pela próxima reunião do Copom em fevereiro.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis