TC Mover
Mover

Petróleo se recupera e bolsas sobem à espera de incentivos, PMI, desemprego

Postado por: TC Mover em 22/04/2020 às 19:12

As bolsas de valores subiram hoje depois de três dias de quedas, recuperando parte das perdas em meio à retomada dos preços do petróleo e na expectativa de novas medidas de incentivo para as economias superarem a retração provocada pela pandemia de coronavírus, que já atinge mais de 2,6 milhões de pessoas no mundo e matou pelo menos 180,7 mil. O apetite por risco voltou após o traumático vencimento ontem do contrato futuro de petróleo americano WTI para maio, em Nova Iorque, que fez os preços ficarem negativos pela primeira vez na história em meio ao desespero de investidores tentando desmontar posições na commodity.

Enquanto grandes investidores hoje lambiam as feridas das perdas de dois dias de fortes quedas nos preços, o WTI para junho, próximo vencimento, disparou e chegou a ganhar 40% com notícias de que o governo americano prepara um pacote de ajuda para o setor, considerado estratégico, e com as ameaças do presidente Donald Trump de bombardear embarcações da Guarda Revolucionária iraniana que se aproximarem de navios americanos no Golfo Pérsico. A ameaça à paz no Oriente Médio é um constante fator de valorização do petróleo e muito conveniente no momento tanto para americanos quanto para os produtores.

Amanhã também saem as prévias dos índices dos gerentes de compras, os PMIs, relativas a abril, os primeiros que devem mostrar todo o impacto da pandemia na Europa e, mais recentemente, nos EUA. No Brasil, as notícias de que o Estado de São Paulo prepara a retomada das atividades a partir de 11 de maio e as indicações de que o Banco Central poderá reduzir os juros dos atuais 3,75% para 3% ou menos animou os investidores e fez o Ibovespa voltar a superar os 80 mil pontos. O juro mais baixo teve reflexos, porém, no câmbio, e o dólar bateu novo recorde de R$5,419 no mercado futuro.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis