TC Mover
Mover

Pânico do coronavírus volta, derruba bolsas, puxa dólar e juros no Brasil; atenção ao Payroll, Opep

Postado por: TC Mover em 05/03/2020 às 19:02

O medo do coronavírus voltou com força hoje aos mercados, em meio a notícias de mais casos nos Estados Unidos e na Europa e o crescente receio de que as medidas tomadas pelos governos para controlar a epidemia e seus efeitos sobre a economia não serão suficientes para evitar uma recessão global. Diante da incerteza, e com mais empresas alertando para o impacto da doença em seus resultados, os investidores voltaram a correr para ativos considerados mais seguros, como o ouro e os Treasuries.

 

O índice de volatilidade VIX, conhecido como índice do medo, subiu mais de 30%, para 42,8 pontos, um dos maiores níveis dos últimos anos. As bolsas acompanharam a aversão ao risco e fecharam em queda. Na Europa, onde a Itália já registra 148 mortos pela doença, o índice Stoxx600 também foi afetado. Em Nova Iorque, o impacto foi pior, com o Dow Jones devolvendo a maior parte do ganho do dia anterior, em baixa de quase 4%, ou 1 mil pontos. O petróleo caiu, apesar da reunião da Opep, que continua amanhã, ter acertado um novo corte de produção.

 

Amanhã saem os dados de emprego nos Estados Unidos, o Payroll, relativos a fevereiro, que ainda deve mostrar pouco impacto do coronavírus, mas devem servir de base para a decisão de juros do Federal Reserve no dia 18, que pode ser de um novo corte. No mesmo dia, no Brasil, espera-se o mesmo comportamento do Copom. A atuação do BC no câmbio e novas indicações sobre os juros devem continuar no centro das atenções do mercado local amanhã.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis