TC News
News

Nova Iorque quer ver copo meio cheio, aposta em Fed agressivo e retoma altas; Ibovespa sobe e dólar derrete

Postado por: TC News em 03/10/2019 às 19:39

O investidor começou a apostar, com força, em uma postura de flexibilização mais agressiva do Federal Reserve e os mercados em Nova Iorque reagiram com alvoroço. Os índices-referência começaram a incorporar a maior probabilidade de um corte de 50 pontos-base na taxa Fed Funds no final do mês. Essa expectativa de afrouxamento temerário deve ser confirmada com o relatório oficial de emprego, conhecido como Payroll, programado para amanhã pouco após a abertura do mercado futuro em São Paulo.

 

Com as bolsas em Wall Street fechando em alta com esperando por juros menores, o dólar americano e os rendimentos dos Treasuries perderam terreno. Mas os riscos persistem, mesmo que os vaivéns de curto prazo façam o possível para escondê-los: a prolongada guerra comercial entre os EUA e a China e perspectiva de uma temporada de resultados trimestrais ruim devem azedar o sentimento. O relatório Payroll de amanhã deve exacerbar esses temores.

 

O Ibovespa fechou o pregão desta quinta-feira em alta de 0,48%, após uma virada durante o leilão, com o investidor ficando mais atento ao cenário externo do que o local. O volume ficou em R$11,8 bilhões, em linha com as médias diárias do ano. O dólar futuro chegou a registrar sua maior queda desde 4 de setembro e fechou a R$4,093 – recuo de 1,06%. Os DIs, por sua vez, tocavam 5,012% no vencimento para janeiro próximo e 4,880% para janeiro de 2021. Novas mínimas nos DIs implicam que o mercado ainda acha que o espaço para reduções na taxa básica de juros Selic é considerável.

 

Para a agenda de amanhã, o evento mais importante é o Payroll, com os dados de emprego americano. Às 15h00, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, concede entrevista coletiva — e pode dar informações que direcionem melhor as expectativas dos investidores sobre um possível corte de juros na próxima reunião do Fomc. Com a agenda local esvaziada, o mercado deve ficar atento a possíveis falas de representantes do Senado sobre o segundo turno da Reforma da Previdência.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis