Notícias sobre Flávio Bolsonaro podem abalar mercado
TC News
News

Noticiário confuso sobre guerra comercial; Flávio Bolsonaro pode abalar mercado

Postado por: TC News em 14/05/2019 às 9:10

Os ativos de risco ensaiam uma leve melhora nesta terça-feira, porém de forma irregular: as bolsas asiáticas caíram em sinal de cautela com o recrudescimento da retórica na guerra comercial, desta vez mais por parte da China do que pelos Estados Unidos; já os mercados acionários europeus e os futuros dos índices americanos se recuperam. Os ativos vistos como porto-seguro, como o ouro, iene e Treasuries, perdem terreno hoje, após o tom do presidente americano Donald Trump quanto à disputa comercial mudar de belicoso para construtivo. Ontem à noite, pouco depois do governo dos EUA divulgar uma lista com mais de US$300 bilhões em produtos chineses a serem sobretaxados a partir de junho caso o acordo com a China não seja atingido, Trump disse que “sentia” que as negociações com o gigante asiático “serão bem-sucedidas”. O noticiário promete mais sinais positivos: editorial do jornal Global Times, de Pequim, caro ao regime chinês, aposta em mais retaliações chinesas aos EUA. Enquanto isso, o temor de uma piora na economia global cresce e assombra igualmente países grandes e pequenos.

 

Mas, se um respiro é avistado mundo afora, no Brasil a tensão não deve ceder. Após um pregão horroroso, a notícia da quebra do sigilo bancário e fiscal do filho do presidente da República e atual Senador, Flávio Bolsonaro, socou o mercado futuro em cheio. A decisão reforça o inquérito sobre a movimentação financeira atípica de R$1,2 milhão na conta bancária do ex-assessor de Flávio, Fabricio Queiroz, três anos atrás. O assunto é delicado não só para o senador, mas especialmente para o seu pai, que está debruçado na articulação política para acelerar a aprovação da reforma da Previdência e outras iniciativas caras ao governo. Será que o presidente Jair Bolsonaro, que na semana passada avisou que veríamos um “tsunami” atingindo a política no Brasil, se referia a este episódio? As suspeitas com Flávio e Queiroz também envolvem o vereador, e filho do presidente, Carlos Bolsonaro. Outro fato que pode trazer mais ruídos é a notícia de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi mencionado como receptor de benefício econômico em um esquema de propina revelado pelo acionista Henrique Constantino, da Gol Linhas Aéreas. Parece que o Ministério Público vestiu o macacão e saiu para a guerra precisamente quando a reforma, tão atacada pela corporação, parecia estar decolando.

 

Maia estará em Nova Iorque, em evento patrocinado pelo banco BTG Pactual – e deve fazer um discurso pró-reforma. Pouco antes, às 08h00, o comitê de política monetária do Banco Central divulga a ata da sua última reunião, que pode trazer detalhes sobre o rumo da taxa básica de juros. Mais um ingrediente sobre a saúde da economia brasileira será digerido durante a manhã, com os números do setor de serviços em março. Mundo afora, o mercado estará de olho na produção industrial da Zona do Euro em março e, à noite, o governo chinês irá apresentar os dados da indústria e das vendas no varejo do país, ambos de abril. Com o acirramento da guerra tarifária entre EUA e China, as apostas por mais estímulos monetários ganham força, com destaque para os EUA. De acordo com o CME Group, as apostas nos mercados de títulos sugerem hoje 41,4% de probabilidade de uma redução do juro dos EUA pelo Federal Reserve, o banco central americano, até dezembro. Já do lado corporativo, teremos teleconferências da Cosan, JBS, Oi e Eletrobras, além dos resultados da Bradespar, Light, IMC e mais nove empresas. Opere com cautela, que o dia está cheio de coisas de difícil leitura.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

Os índices acionários globais operam sem direção definida nesta terça-feira, com os investidores em estado de otimismo cauteloso após os Estados Unidos e a China mostrarem sinais de que continuarão negociando o acordo comercial – porém, com recriminações mútuas.

 

Bolsas:  O índice Xangai Composto caiu 0,69% na esteira de maior cautela, enquanto os futuros dos índices americanos S&P500 e Dow Jones Industrials subiam 0,67% e 0,5%, respectivamente, às 07h15. O Stoxx600 subia 0,58% na esteira da menor aversão ao risco. O índice VIX caía 6,91%, abaixo dos 19, mostrando menor volatilidade esperada para hoje após atingir 21 ontem.

 

Principais notícias corporativas

 

Itaúsa: A Itaúsa divulgou um lucro líquido de R$2,48 bilhões no primeiro trimestre, alta de 3,6% ante igual período em 2018.

 

Cesp: A Cesp informou que apurou um prejuízo líquido de R$158,2 milhões no primeiro trimestre, maior do que a perda de R$3,7 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

 

Anima: A Anima registrou um lucro líquido ajustado de R$49,1 milhões no primeiro trimestre. No período, o EBITDA ajustado cresceu 9,9% e somou R$77,4 milhões.

 

BR Distribuidora: A BR Distribuidora comunicou que começou a fase vinculante do processo de venda de toda sua participação de 49% na CDGN Logística.

 

Unipar Carbocloro: A Unipar Carbocloro apresentou um lucro líquido de R$58,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 65,8% na base anual.

 

SulAmérica I: A SulAmérica informou que irá sair do segmento de capitalização, vendendo sua participação na Caixa Capitalização por R$100 milhões.

 

SulAmérica II: A SulAmérica anunciou que firmou contrato para investimento de R$100 milhões na plataforma de investimentos Órama, a partir do qual passará a ter 25% do capital social da controladora da empresa.

 

Alliar: A empresa de diagnósticos clínicos Alliar apresentou um lucro líquido de R$9,9 milhões no primeiro trimestre, alta de 39,2% na base anual.

 

Centauro: A Centauro registrou um prejuízo líquido de R$4,14 milhões no primeiro trimestre, um número 58,9% menor ante as perdas de R$10 milhões em igual intervalo em 2018.

 

Trisul: A Trisul divulgou um lucro líquido de R$26,5 milhões no primeiro trimestre, o equivalente a um crescimento de 106% na base anual.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

09h00 Volume do Setor de serviços mensal (março) – IBGE

09h00 Volume do Setor de serviços anual (março)  IBGE

 

Indicadores internacionais

03h00 Alemanha – IPC anual (abril)

03h00 Alemanha – IPC mensal (abril)

05h30 Reino Unido – Variação no número de desempregados (abril)

05h30 Reino Unido – Taxa de Desemprego (março)

06h00 Reino Unido – Percepção Econômica – ZEW

06h00 UE – Produção Industrial mensal (março)

06h00 UE – Produção Industrial anual (março)

09h30 EUA – Preços de Bens exportados mensal (abril)

09h30 EUA – Preços de Bens importados mensal (abril)

09h55 EUA – Índice Redbook mensal

17h30 EUA – Estoques de petróleo bruto semanal – API

23h00 China – Produção industrial anual (abril)

23h00 China – Vendas no varejo anual (abril)

23h00 China – Taxa de desemprego

 

Resultados corporativos

N.D. Bradespar

AA Banrisul

AA IMC

DF Copel

DF Equatorial Energia

DF EZTec

DF Gafisa

DF Guararapes

DF Light

DF Minerva

DF Santos Brasil

DF Profarma

 

Teleconferência de resultados

N.D. Oi

09h00 JBS

10h00 Anima

10h30 Sabesp

11h00 Cosan

14h30 Eletrobras

15h00 Renova Energia

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis