TC Mover
Mover

‘Modo venda’ deve persistir com imbróglio político

Postado por: TC Mover em 28/03/2019 às 9:05

O EWZ, o fundo de índice que replica a bolsa brasileira nos Estados Unidos, despenca 2% no pré-market em Nova Iorque na manhã desta quinta-feira, uma prévia do que deve acontecer hoje em São Paulo. Para executivos do mercado financeiro local, como Pablo Spyer, diretor da Mirae Corretora, a expectativa é que tanto o câmbio como as ações iniciem o dia mostrando forte desvalorização. Já os juros devem continuar o ajuste para cima, sinalizando que o risco político de aprovar a reforma da Previdência cresceu de tal forma que o maior perigo agora é a frágil governabilidade de uma gestão com apenas 90 dias no comando do país. Inacreditável.

 

Não é para menos. Em uma entrevista peculiar, se não bizarra, à TV Band, o presidente Jair Bolsonaro reiterou que não vê como poderia melhorar a articulação política com o Congresso e sugeriu que o contato que a maioria dos parlamentares faz com ele tem como pano de fundo algum toma lá, dá cá, em mais um movimento que gerou pânico nos mercados e mais dúvidas sobre a capacidade do governo de aprovar a reforma, o pacote de ajuste fiscal e, o pior, se manter no poder em confronto constante com os outros poderes.

 

As afirmações de Bolsonaro – provocações ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, elogios ao ministro-astronauta, ataques à imprensa, defensa da ditadura e nenhuma palavra a favor da reforma da Previdência – deixam claro que coexistem na mente dele uma visão pouco refinada de como deve ser conduzida a negociação política com o Congresso e um ânimo para manter um clima de comício no país – cinco meses após ser eleito presidente. Além disso, os comentários apontam a falta de foco do presidente no que interessa à administração: recuperar a economia, sanear as finanças públicas e criar um clima de conciliação entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O bate-boca com Maia se prolongou até às 23h00.

 

No cenário global, hoje o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, e o representante do Comércio do país, Robert Lighthizer, chegam a Pequim para conduzir mais uma série de conversas comerciais até o final de semana. A expectativa é que, após essa rodada, o vice premiê chinês, Liu He, faça uma visita aos EUA para concluir as negociações. Na agenda de divulgações, teremos prévia de contas nacionais e inflação trimestral nos EUA, resultados de 11 companhias brasileiras, incluindo JBS, Bradespar e Sabesp – além da tão esperada teleconferência de resultados da Vale, que publicou forte alta no lucro líquido no trimestre passado.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

Os principais índices acionários na Europa e os futuros das bolsas americanas subiam nesta quinta-feira à espera de uma nova rodada de discussões entre os Estados Unidos e a China, com uma matéria da Reuters citando que o país asiático teria oferecido vantagens “sem precedentes” para firmar o acordo.

 

Ainda assim, na Ásia, o pregão foi tenso, com os investidores preocupados com o andamento da economia global. O rendimento dos Treasuries americanos, que nas últimas semanas virou uma referência sobre a expectativa de crescimento dos EUA, continua a negociar no menor patamar desde 2007, contribuindo para a visão de que a desaceleração da economia global deve levar a um corte de juros por parte do Banco Central americano.

 

Na Europa, os principais índices avançavam em território positivo, à espera de mais notícias sobre a guerra comercial, enquanto o mercado britânico absorvia a confirmação de May de que ela pode deixar o cargo assim que o seu projeto para o Brexit for aprovado no Parlamento


Principais notícias corporativas

 

Vale: A Vale apresentou um lucro líquido de R$14,48 bilhões no quarto trimestre, quase cinco vezes os ganhos no mesmo trimestre de 2017 e acima do consenso de R$9,98 bilhões.

 

Vale II: A Vale informou que impacto contábil do rompimento de barragem em Brumadinho será refletido nos resultados do primeiro trimestre de 2019, incluindo baixa contábil de ativos da mina Córrego do Feijão e relacionados às barragens a montante.

 

Vale III: Mais três barragens da Vale têm nível de alerta elevado para o máximo em Minas (Estado)

 

Petrobras: Estatal contrata linha de crédito compromissada no valor de US$ 3,25 bilhões

 

Klabin: A Klabin comunicou que, por meio de sua subsidiária, colocou US$1 bilhão em títulos de dívida no exterior, sendo US$500 milhões como “green bonds”, ou títulos verdes, com vencimento em 2049.

 

Azul: A Azul informou que decidiu não realizar acordo comercial junto aos Correios referente à criação de uma joint venture de transporte aéreo de carga.

 

Positivo Tecnologia: A Positivo Tecnologia registrou um prejuízo líquido de R$2,6 milhões no quarto trimestre, o que representa uma redução significativa das perdas de R$45,8 milhões apuradas em igual período em 2017.

 

JBS: JBS e executivos da empresa são processados nos EUA (Folha)

 

Avianca: Latam admite interesse em comprar parte das operações da Avianca (Globo)

 

Oi: Oi negocia créditos no exterior para instalar fibra (Valor)

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

08h00 IGP-M mensal (março) – FGV; consenso 0,70%

14h00 Resultado primário do governo central (fevereiro) – Tesouro

 

Indicadores internacionais

06h00 UE – Empréstimos ao setor privado anual

07h00 UE – Confiança de empresas e consumidores (março); consenso 105,9

07h00 UE – Confiança do consumidor (março); consenso -7,2

07h00 UE – Expectativas de inflação ao consumidor (março)

07h00 UE – Confiança nos serviços (março); consenso 12

07h00 UE – Confiança industrial (março); consenso -0,6

09h30 EUA – PIB trimestral (4T); consenso 2,50%

09h30 EUA – Preços PCE (4T)

09h30 EUA – Gastos dos consumidores

09h30 EUA – Pedidos iniciais de seguro-desemprego; consenso 225.000

10h00 Alemanha – IPC mensal (março); consenso 0,60%

10h00 Alemanha – IPC anual (março); consenso 1,50%

11h00 EUA – Vendas de casas existentes mensal (fevereiro); consenso 0,50%

16h00 México – Decisão da taxa de juros (março); consenso 8,25%

20h30 Japão – Produção industrial mensal (fevereiro); consenso 1,00%

20h30 Japão – IPC – Tóquio anual (março)

20h30 Japão – IPC-núcleo anual (março); consenso 1,10%

20h30 Japão – Taxa de desemprego (fevereiro); consenso 2,50%

21h00 Reino Unido – Confiança do consumidor Gfk (março); consenso -14

 

Resultados trimestrais

AA CPFL Energia

AA Bradespar

AA Somos Educação

AA Viver

DF Copel

DF Light

DF Even

DF Helbor

N.D. JBS

N.D. Brasil Pharma

N.D. Sabesp

 

Teleconferências de resultados

N.D. Sabesp

N.D. Positivo

N.D. Bradespar

10h00 Vale

10h00 Somos Educação

11h00 Eucatex

14h00 Eletrobras

15h00 Renova

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis