TC Mover
Mover

Pregão deve repercutir eleição nos EUA, mensagens do novo governo

Postado por: TC Mover em 06/11/2018 às 8:42

Entre hoje e quinta-feira, dois eventos devem agitar o pregão nos Estados Unidos: hoje, as eleições de meio de mandato, conhecidas como midterms, e, amanhã, o primeiro dia de reuniões do FOMC, o comitê de política monetária do Federal Reserve. Enquanto as eleições devem moldar as opções de política do presidente Donald Trump, seja no lado fiscal, no comércio ou na geopolítica, a decisão do Fed de quinta-feira, de provavelmente manter a taxa-alvo de juros do país estável, pode trazer um alerta de que altas graduais no custo do dinheiro serão necessárias para evitar um surto inflacionário. Fique de olho na reação do rendimento dos títulos de dívida americano e no comportamento das bolsas globais ao longo dos próximos dias.

 

Já no Brasil, o investidor deve prestar atenção em três assuntos. O primeiro, o aguardado balanço da Petrobras do terceiro trimestre, que apresentou lucro líquido abaixo do consenso por conta do acerto de contas com a Justiça americana no âmbito da Operação Lava Jato; não fosse isso, o resultado teria sido o melhor em sete anos. Ontem o papel PN da estatal fechou no seu maior patamar desde abril de 2010, reflexo do otimismo em relação aos fundamentos da companhia. A estatal fará a teleconferência sobre o balanço às 14h00. Também houve a divulgação da ata do comitê de política monetária do Banco Central, o Copom, que apontou diminuição na assimetria do balanço de riscos para a inflação. O relatório, no entanto, apontou que os núcleos já não mostram mais inflação baixa, ainda que estejam em níveis vistos como apropriados. O tom era esperado e deve impactar pouco na curva de juros.

 

Outro assunto que deve mexer com os ativos domésticos são as declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro, que disse ontem ter “alguma desconfiança” com a proposta para a reforma da Previdência apresentada por seu guru econômico e futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Essa indefinição sobre como o capitão reformado deve atuar em relação aos ajustes fiscais no próximo ano não deixa o mercado subir mais rápido. A bolsa fechou de novo em patamar recorde, não sem antes oscilar bastante, e o volume tímido mostra a apreensão dos agentes perante o programa fiscal de Bolsonaro. Na agenda de hoje, também teremos divulgações de dados de PMI no Brasil e no mundo inteiro, assim como indicadores de estoques de petróleo API e de ofertas de emprego JOLTs nos Estados Unidos.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC

 

— A terça-feira começa com clima misto nas bolsas asiáticas e nos futuros dos índices americanos, seguindo a expectativa com o resultado das eleições de meio de mandato nos EUA, que terminam hoje.

 

— Com a menor taxa de aprovação da história moderna do país, o presidente Donald Trump usou o Twitter ontem para fazer os últimos apelos aos eleitores, na tentativa de emplacar a liderança do Senado e da Câmara dos Deputados americana. O investidor deve ter uma noção mais consolidada do resultado a partir de amanhã, no início do dia.
— Na Europa, o possível acordo entre o Reino Unido e a União Europeia para o Brexit continua a ditar um tom mais otimista para os ativos da região. Segundo a imprensa britânica, a premiê Theresa May deve se reunir hoje com seu gabinete para ajustar o plano em discussão com os emissários da UE.

 

— Na Alemanha, resultados corporativos de empresas como o Deutsche Post, Hugo Boss e Adecco devem ditar o ritmo do índice DAX.

 

— Os preços do petróleo continuam em trajetória de queda após os EUA anunciarem permissão temporária a oito importadores de petróleo iraniano de continuarem a comprar a commodity do país, mesmo com as novas sanções que entraram em vigor nesta segunda-feira.

 


Noticiário corporativo para começar o dia bem informado

 

— Por aqui, o destaque corporativo do dia será o balanço da Petrobras no terceiro trimestre, que atingiu lucro líquido de R$6,64 bilhões, bem abaixo do consenso de R$10,6 bilhões. A receita líquida foi de R$98,3 bilhões no período, contra estimativa de R$95,3 bilhões. Já o EBITDA ajustado foi de R$29,86 bilhões, longe dos R$34 bilhões do consenso.

Magazine Luiza: O resultado da companhia no terceiro trimestre bateu o consenso e a ação ON fechou na máxima histórica ontem, a R$172,96. A teleconferência será às 11h00. Analistas do BTG Pactual esperam que a varejista entregue crescimento exponencial ao longo dos próximos anos.

Kroton: O Morgan Stanley cortou a recomendação da Kroton de overweight para equal weight, e reduziu o preço-alvo do papel de R$19 para R$12,40.

Duratex: Analistas do mesmo banco elevaram o preço-alvo do papel da Duratex de R$11 para R$12,50 após resultados do terceiro trimestre.

Marcopolo: O Credit Suisse elevou o preço-alvo do papel da Marcopolo em R$0,50, para R$5 por ação.

BR Distribuidora: A companhia informou balanço acima do consenso na véspera.

Invepar: A empresa fechou um acordo trabalhista de R$65 milhões e deve sair da recuperação judicial até dezembro, segundo a mídia.

Santander Brasil: O banco anunciou emissão de US$2,5 bilhões em títulos no exterior.

BB Seguridade: O resultado da seguradora frustrou o consenso devido à alta na inflação e aos juros baixos. A teleconferência será às 10h00. Ao mesmo tempo, o Credit Suisse elevou o preço-alvo da ação da companhia de R$30 para R$33.

CSN: A siderúrgica informou à CVM que contratou o banco americano Jefferies para assessorá-la em relação às opções estratégicas para os ativos na Europa.

CVC: A empresa de viagens comprará os 10% remanescentes da agência Trend por R$30 milhões, concluindo a aquisição da totalidade da companhia.

Aéreas: Segundo o Estado de S. Paulo, será votado na Câmara na quarta-feira um projeto de lei que permite a participação de estrangeiros em até 100% do capital das empresas aéreas brasileiras.

Marfrig: A companhia trouxe prejuízo no terceiro trimestre, frustrando o consenso. A teleconferência será às 9h00.

TIM Brasil: A operadora divulgará balanço hoje à noite. O consenso prevê lucro líquido de R$437 milhões no terceiro trimestre.

Taesa: A companhia divulgará balanço hoje à noite.

Iguatemi: A empresa divulgará balanço hoje à noite.

Sanepar: A estatal deve divulgar balanço hoje à noite. O consenso aponta para lucro de R$205 milhões no terceiro trimestre.

Vulcabras: A calçadista registrou queda no lucro líquido do terceiro trimestre, que também foi abaixo do consenso. Para o BTG Pactual, a receita e os segmentos desportivos decepcionaram, com as margens sofrendo por conta de altos custos de marketing.

Setor de proteínas: Analistas do BB Investimentos veem chances de que a exportação de proteína brasileira seja beneficiada nos próximos meses devido à peste suína na China e à reabertura do mercado russo.

— A corretora Magliano incluiu B3, BB Seguridade, Energias do Brasil, Itaúsa e GPA em sua carteira recomendada na semana.

 

Agenda do dia


Indicadores nacionais

— 08h00: IPC-C1 de outubro – FGV

— 10h00: PMI Composto Markit em outubro; anterior 47,3

— 10h00: PMI de Serviços em outubro; consenso 46,4

 

Indicadores internacionais

— 05h00: Encomendas à Indústria da Alemanha em setembro; consenso -0,4% na base mensal

— 06h55: PMI Composto da Alemanha em outubro; consenso 52,7

— 06h55: PMI de Serviços da Alemanha em outubro; consenso 53,3

— 07h00: PMI Composto Markit da Zona do Euro em outubro; consenso 52,7

— 07h00: PMI de Serviços da Zona do Euro em outubro; consenso 53,3

— 08h00: IPP da Zona do Euro em setembro; consenso 0,4% na base mensal

— 08h00: IPP da Zona do Euro em setembro; consenso 4,2% na base anual

— 10h55: Índice Redbook dos EUA; anterior 0,1% na base mensal

— 13h00: Oferta de emprego JOLTs dos EUA em setembro; consenso 7,1 milhões

— 19h30: Estoques de Petróleo Bruto Semanal EUA – API; anterior 5,7 milhões de barris

 

Eventos:

— N.D: Eleição de meio de mandato nos EUA

— 08h00: Ata do Copom
— 09h00: Reunião da diretoria da Aneel

— 12h45: Presidente Michel Temer tem reunião com Esteves Colnago, ministro do Planejamento

— 16h00: Juiz Sergio Moro concede entrevista coletiva à imprensa

— 17h00: Presidente Temer tem reunião com Moreira Franco, ministro de Minas e Energia, Wilson Ferreira Júnior, presidente da Eletrobras, e parlamentares do estado de Rondônia

— 18h30: Reunião Apimec com Banco Inter em Belo Horizonte

 

Resultados Corporativos

Antes da abertura: Petrobras, Banco ABC

Depois do fechamento: TIM, Taesa, Sonae Sierra, Iguatemi, Comgás

N.D.: Sanepar

 

Teleconferências
— 09h00: Marfrig

— 10h00: Banco Pan, Vulcabras Azaleia, BB Seguridade

— 11h00: Magazine Luiza, BTG Pactual, BR Distribuidora

— 14h00: Petrobras

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis