TC Mover
Mover

Mercados recuam após Trump acirrar disputa com a China; fique de olho no payroll e Petrobras

Postado por: TC Mover em 02/08/2019 às 8:58

Os ativos de risco estendem as quedas e o investidor busca mais proteção em ativos seguros nesta sexta-feira, movimento que se iniciou após a decisão de juros do Federal Reserve, na quarta, e que foi exacerbado ontem com o anúncio do presidente americano Donald Trump de que os Estados Unidos iriam impor sobretaxa de 10% em cerca de US$300 bilhões de importações vindas da China. O governo do gigante asiático prometeu retaliar se Trump cumprir sua ameaça, mas não deu detalhes. A resposta dos porta-vozes chineses vem antes da reunião anual do Politburo chinês, onde o presidente Xi Jinping e outras lideranças do Partido Comunista debatem o futuro do país. 

 

Mesmo sendo pouco provável que a China acelere a desvalorização do iuan para ganhar algum tempo antes de 1 de setembro – dia em que as novas tarifas entrariam em vigor, – surpreende a força súbita que o protecionismo ganha com ações como as de Trump. Hoje, em mais um capítulo do que parece ser uma disputa comercial global, o Japão anunciou que tirará a Coréia do Sul de uma lista de nações com status preferencial no comércio. Seul deve responder de forma recíproca. Quem sofre? O consumidor de bens eletrônicos dos dois países. 

 

Assim, os futuros dos índices Dow Jones Industrials e S&P500 aceleravam quedas, enquanto o índice pan-europeu Stoxx600 atingia o menor patamar em dois meses com toda essa bagunça. O índice Xangai Composto fechou em queda de 1,41%, enquanto o Nikkei 225, da bolsa de Tóquio, derreteu mais de 2%, com investidores apreensivos à espera do anúncio de retaliações, por parte da China e da Coréia do Sul. O petróleo se recupera, mas alguns analistas esperam que, com o aprofundamento das tensões comerciais nos países mais ricos, teste os US$50. O iene sobe, o iuan cai para a mínima em nove meses e o ouro avança. 

 

Hoje, o investidor global foca na divulgação do relatório de emprego privado não-agrícola, o payroll, de julho nos EUA que, de passo, deve elevar a volatilidade no pregão. Economistas esperam 165 mil novos postos de trabalho criados no mês passado. A pesquisa de empregos ADP, vista como uma prévia do payroll divulgada nesta semana, mostrou alta de 156 mil postos. Mais eventos: o lucro líquido da Porto Seguro bateu o consenso no segundo trimestre, agora de manhã. Serão conhecidos, também, nos EUA, os indicadores de confiança do consumidor de Michigan e a contagem de sondas Baker Hughes. E o outro evento relevante do dia: Petrobras, que ontem divulgou seu maior resultado trimestral da história, realiza teleconferência de resultados às 10h00. 

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Principais notícias corporativas

 

No âmbito corporativo, a Petrobras divulgou o balanço do segundo trimestre e apresentou lucro líquido de R$18,9 bilhões, ante um consenso de R$9,8 bilhões, fortemente impactado por itens não recorrentes, como por exemplo, a venda da TAG. O diretor-presidente da estatal, Roberto Castello Branco, destacou o impacto positivo do câmbio e dos preços do petróleo no resultado e reforçou o direcionamento para venda de ativos de refino e transporte, assim como a redução da alavancagem da companhia. A geração de caixa líquida foi de R$11 bilhões no trimestre.

 

A maior alta no pregão de ontem foi Cielo ON, que avançou 15,33% – maior ganho intradia desde que foi listada dez anos atrás, – com notícias de que o Banco do Brasil considera vender sua participação, avaliada em R$5,65 bilhões, na companhia. A JBS disparou 4,8% após o lucro da subsidiária Pilgrim’s Pride disparar 59% no segundo trimestre. Entre as quedas, Vale foi a que mais pesou no Ibovespa, recuo de 2,83%, pior queda em um mês. 

 

A Eletrobras fechou ontem na máxima histórica, a R$42,11, após a diretoria da holding estatal ter discutido com o governo sobre como privatizar a empresa. A Odontoprev informou lucro líquido de R$62,27 milhões no segundo trimestre, abaixo do consenso. A Localiza teve lucro líquido de R$191,4 milhões, frustrando o consenso, enquanto a Cia Hering registrou lucro líquido de R$40,7 milhões, também abaixo do consenso.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

05h00 IPC mensal (julho) – Fipe

 

Indicadores internacionais

06h00 UE – IPP anual (junho)

06h00 UE – Vendas no varejo mensal (junho)

09h30 EUA – Ganho média por hora trabalhada mensal (julho)

09h30 EUA – Salário médio por hora anual (julho)

09h30 EUA – Relatório de emprego (payroll) não-agrícola mensal (jullho)

09h30 EUA – Relatório de emprego (payroll) privado mensal (julho)

09h30 EUA – Taxa de desemprego mensal (julho)

09h30 EUA – Taxa de participação mensal (julho)

09h30 EUA – Balança comercial mensal (junho)

11h00 EUA – Encomendas à indústria mensal (junho)

11h00 EUA – Confiança do consumidor de Michigan mensal (julho)

11h00 EUA – Índice Michigan de percepção do consumidor mensal (julho)

14h00 EUA – Contagem de sondas Baker Hughes

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

 

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis