TC Mover
Mover

Mercados oscilam à espera da super-quarta dos juros; acordo EUA-China, Reino Unido no radar

Postado por: TC Mover em 10/12/2019 às 19:18

Os mercados ficaram de lado ao longo do dia de hoje, tanto por aqui quanto lá fora, com os investidores ajustando posições e se protegendo de mais uma super-quarta. No comunicado do Comitê de Política Monetária do Banco Central, o mistério é sobre a sinalização para o próximo ano. A cautela sobre o acordo inicial entre EUA e China prevaleceram mais um dia, apesar de notícias aliviarem um pouco a tensão, dando conta de que as tarifas prometidas pelo presidente Donald Trump para dia 15 podem ser adiadas – o que ainda carece de confirmação. O mercado se prepara, também, para as eleições no Reino Unido na quinta-feira.

 

O noticiário de hoje quanto à guerra comercial deixou uma coisa clara para o investidor: a China realmente espera que os Estados Unidos adiem o aumento das tarifas programado para domingo. É possível inferir, pois, que não haverá um anúncio de acordo parcial e sim alguma sinalização de mais um tempo para as tarifas. Assim, o temor de uma alta súbita nas sobretaxas deverá persistir – impactando o desempenho dos ativos de risco, disseram membros experientes do TC. As bolsas americanas refletiram isso hoje, operando de lado.

 

Amanhã saem dados importantes desse balanço de riscos, como os de inflação. Saem também dados relevantes de atividade, com as vendas do varejo restrito e amplo de outubro pelo IBGE, que deve apresentar crescimento de 0,70% em relação ao mês anterior. Um número mais forte de vendas ou de inflação ou sinais do Fed e de Powell nos EUA sobre os juros podem influir no recado que o Copom dará ao mercado aqui sobre as próximas reuniões.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis