TC Mover
Mover

Mercado futuro abre cauteloso à espera de Previdência e discurso de Trump

Postado por: TC Mover em 05/02/2019 às 9:45

Os contratos futuros nos mercados de bolsa, juros e câmbio abriram mistos, refletindo um investidor ainda cauteloso com a reação de vários integrantes do alto escalão do governo do presidente Jair Bolsonaro à divulgação de uma minuta que seria a base para a reforma da Previdência, e à espera do que o presidente americano Donald Trump deve dizer ao Congresso do seu país no discurso de abertura da legislatura para 2019.

O mercado ainda avalia declarações do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, dadas à rádio CBN sobre a reforma da Previdência. Segundo ele, a reforma será “muito diferente” da minuta divulgada ontem pela agência Broadcast, que destaca a equiparação das idades mínimas de contribuição para homens e mulheres e uma poupança de R$1,3 trilhão em dez anos. A notícia animou os investidores e ajudou o índice Ibovespa a virar e fechar em máxima histórica.

Hoje os juros futuros sobem pelo segundo dia consecutivo, refletindo certa tensão pelos desencontros constantes entre Lorenzoni e a ala do ministro Paulo Guedes, da pasta da Economia, sobre a pauta econômica mais importante do país em pelo menos 15 anos. No exterior, o dólar sobe ante seus pares mas recua ante divisas emergentes, com o aumento das commodities.

À CBN, Lorenzoni disse que o impacto fiscal da reforma da Previdência que será apresentada pelo governo será próximo de R$1 trilhão em 10 anos. Ele referendou o recado dado pelo vice-presidente Hamilton Mourão de que a proposta seria menos severa. Guedes tinha afirmado no mês afirmado no mês passado que, se aceita, sua proposta para a Previdência poderia render uma economia de R$700 bilhões a R$1,3 trilhão em uma década. Lorenzoni e Mourão podem falar à imprensa depois da reunião ministerial de hoje, que deve ter começado por volta das 09h00.

Às 09h25, o DI com vencimento em janeiro próximo subia 1 ponto-base para 6,385%, enquanto o DI para janeiro de 2025 ajustava 4 pontos para cima, e negociava a 8,60%. O dólar futuro caía 0,04% ante o real na B3, cotado a R$3,673. O Ibovespa futuro oscilava e, após abrir em alta, recuava 0,03% nesse horário.

O câmbio pode reagir também à expectativa pelo discurso de Estado da União que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fará ao Congresso; espera-se que explique o impasse que levou à paralisação parcial do governo dos EUA, as negociações comerciais com a China e a luta contra a crise de opioides e HIV que afligem o país. Fique de olho nas movimentações no Congresso em relação à aprovação de reformas, principalmente a da Previdência.

(Foto: Lorenzoni – Congresso em Foco)

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis