TC Mover
Mover

Começa busca por votos para Previdência; mercado de lado com conversas EUA-China

Postado por: TC Mover em 21/02/2019 às 9:09

Os mercados na Europa e os futuros americanos oscilavam entre o azul e o vermelho na manhã desta quinta-feira, refletindo o peso dos indicadores de atividade PMI mundo afora, o avanço tímido nas conversas comerciais e diplomáticas entre a China e os Estados Unidos e as cada vez mais fortes evidências de desaceleração econômica global. Alguns desses fatores levaram o banco central americano, o Federal Reserve, a validar um cenário de sustentada incerteza e a manter a taxa-alvo de juros estável no meio do caminho do ciclo de aperto na política monetária. É verdade que os fatores externos devem impactar o pregão brasileiro, mas por aqui há bastante coisa para se ocupar.

 

Hoje o dia será bastante ativo em matéria de resultados e teleconferências do quarto trimestre, com alguns destaques, como a publicação dos resultados pro-forma da Suzano, que sacramentou a compra da rival Fibria em 14 de janeiro. Outros incluem Magazine Luiza, B3 e a Gerdau – esta antes da abertura.

 

O tema principal, no entanto, por hoje e pelos próximos meses será a reforma da Previdência. Com o texto no Congresso, finalmente, o governo do presidente Jair Bolsonaro precisa agora botar as mãos na massa e dar um jeito na articulação e na formação de uma base de apoio sólida para o projeto. Ninguém espera que seja fácil; são poucos os que acham que Bolsonaro será bem-sucedido nesse front. Mas no governo sabem que, sem reforma, o país se torna ingovernável. O mercado deve repercutir hoje o pronunciamento em cadeia nacional que o presidente fez, ontem à noite, onde expôs argumentos convincentes.

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado hoje, segundo Contribuidores TC


Os índices acionários na Ásia e na Europa operavam em clima misto nesta quinta-feira, à espera de avanços concretos sobre as negociações para acabar com a guerra comercial entre a China e os Estados Unidos.

 

Ontem, a ata do FOMC, o comitê de política monetária do Federal Reserve, voltou a afirmar que a autarquia terá “paciência” com as possíveis futuras altas de juros nos EUA. Apesar do tom repetir o que o presidente do Fed, Jerome Powell, havia declarado na última semana, o rendimento dos títulos da dívida americana de dez anos deu uma leve esticada para cima. Segundo a ata, alguns dos seus membros ainda estão indecisos em relação à trajetória da política monetária, embora haja cada vez mais evidência de pressões baixistas sobre o crescimento econômico e a inflação no país.

 

Para hoje, espere reações do mercado à extensa agenda de indicadores, incluindo dados de emprego e de indústria americanos. Na Europa, os investidores devem acompanhar a divulgação da ata de reunião de política monetária da última reunião do Banco Central Europeu, que pode trazer destaques da visão da autarquia sobre a situação econômica do Velho Continente.

 

Principais notícias corporativas

 

Ultrapar: A Ultrapar registrou lucro líquido de R$496 milhões referente ao quarto trimestre, uma alta de 27% na comparação anual.

 

Ultrapar II: O conselho de administração da Ultrapar aprovou a proposta de desdobramento de ações da companhia, na proporção de 1 ação existente para 2 ações, sem modificação no capital social.

 

BRF: A agência de classificação de risco S&P rebaixou o rating de longo prazo da BRF de BB para BB-, com perspectiva estável.

 

Cielo: O conselho de administração da Cielo aprovou a abertura de dois programas de recompra de até 2,17 milhões de ações, sendo 1,1 milhão até 10 de março, e 1,07 milhão até 10 de agosto.

 

Santos Brasil: O conselho de administração da Santos Brasil aprovou a emissão de R$300 milhões em debêntures. Serão duas séries, sendo uma com vencimento em cinco anos, e outra com vencimento em sete anos.


Minerva, Marfrig: O Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, aprovou a permuta de ativos entre Minerva, Marfrig alusiva a plantas localizadas no Mato Grosso.

 

Fertilizantes Heringer: A Fertilizantes Heringer comunicou que assembleia geral de acionistas ratificou a decisão de ajuizar pedido de recuperação judicial.

 

Arezzo: A Arezzo apresentou um lucro líquido de R$42,4 milhões referente ao quarto trimestre, o que representa um declínio de 23,7% na base anual.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

08h00 Expectativa de inflação do consumidor – FGV

09h00 IPCA-15 mensal (fevereiro)

09h00 IPCA-15 anual (fevereiro)

 

Indicadores internacionais

02h30 Japão – Índice de atividade das indústrias mensal

04h00 Alemanha – IPC mensal (janeiro); consenso -0,80%

04h00 Alemanha – IPC anual (janeiro); consenso 1,40%

05h30 Alemanha – PMI Composto (fevereiro)

05h30 Alemanha – PMI industrial (fevereiro); consenso 50

05h30 Alemanha – PMI de serviços (fevereiro); consenso 52,6

06h30 UE – PMI industrial (fevereiro); consenso 50,5

06h30 UE – PMI composto (fevereiro); consenso 51,1

06h30 UE – PMI de serviços (fevereiro); consenso 51,2

06h30 Reino Unido – Dívida líquida do setor público (janeiro)

10h30 EUA – Pedidos iniciais de seguro-desemprego

10h30 EUA – Pedidos de bens duráveis mensal (dezembro); consenso 0,80%

10h30 EUA – Núcleo de pedidos de bens duráveis mensal (dezembro); consenso 0,20%

10h30 EUA – Índice de atividade industrial Fed Filadélfia (fevereiro); consenso 14

11h45 EUA – PMI industrial (fevereiro)

11h45 EUA – PMI composto (fevereiro)

11h45 EUA – PMI de serviços (fevereiro)

12h00 EUA – Vendas de casas usadas mensal (janeiro)

12h30 EUA – Estoques de petróleo bruto

16h00 Argentina – Balança comercial (janeira)

20h30 Japão – IPC mensal (janeiro)

20h30 Japão – IPC anual (janeiro)

20h30 Japão – IPC-núcleo anual (janeiro)

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis