Juros sobem com dados do varejo, exterior e cautela com reforma - TradersClub
TC News
News

Juros sobem com dados do varejo, exterior e cautela com reforma

Postado por: TradersClub em 14/03/2019 às 9:55

Os juros futuros na B3 iniciaram o pregão desta quinta-feira em alta, enxugando parte das fortes quedas da véspera, após dados de vendas no varejo mostrarem uma quadro menos dramático da retomada econômica e o exterior se tornar mais tenso na esteira da divulgação de dados da produção industrial da China no menor ritmo em 17 anos e mais empecilhos para a assinatura de um acordo comercial entre o país asiático e os Estados Unidos.

 

O dado de produção industrial chinesa deixou as bolsas asiáticas no vermelho e ajudou a fortalecer o dólar americano, que subia ante a maioria dos seus pares e das divisas de países emergentes. Os futuros dos índices acionários americanos caiam, porém o recuo desacelerava por volta das 09h30, à espera de uma nova votação no Parlamento britânico do pedido de extensão da saída do Reino Unido da União Europeia e esforços da China para convencer os EUA de assinar o final da guerra comercial entre os dois países, que já dura 12 meses. Matéria da Bloomberg News de hoje falando que o encontro entre os presidentes dos EUA e China, Donald Trump e Xi Jinping, deve só acontecer em abril, piorou o cenário mundo afora.

 

O futuro do Ibovespa oscilou desde a abertura, mas operava em leve alta de 0,16%, apontando para um dia em que o limite psicológico dos 100 mil pontos possa ser ultrapassado. O contrato do DI com vencimento para janeiro próximo subia pouco mais de 3 pontos-base para 6,365%, enquanto o DI para janeiro de 2025 disparava 4 pontos para 8,54%. O dólar futuro se fortalecia 0,22% ante o real no mesmo horário, cotado a R$3,8270.

 

Fique de olho no noticiário sobre o andamento da reforma da Previdência, depois do rali da véspera, onde o índice Bovespa atingiu novo recorde histórico de fechamento, aos 98.903 pontos. Além da instalação da Comissão de Constituição e Justiça na Câmara ontem, o mercado também deve reagir ao envio por parte do Ministério da Defesa do texto que altera a aposentadoria dos militares. Hoje matéria do Valor Econômico, baseada em uma sondagem com parlamentares, disse que o texto da reforma enviado pelo governo à Câmara, se fosse levado hoje à votação em plenário, teria, pelo menos, 149 votos favoráveis – com apoio incondicional de 95 deputados federais e restrito de 54. O jornal estima que há amplo espaço para buscar apoio, porque 220 deputados são classificados como indefinidos. Outros 144 deputados são contrários à reforma.

 

(Foto: Supermercado/Marcelo Camargo-Agência Brasil)

TC News Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis