TC Mover
Mover

Brasil joga contra Sérvia, em dia morno para mercados locais

Postado por: TC Mover em 27/06/2018 às 12:09

A quarta-feira será dia de torcer pelo Brasil na última rodada da primeira fase da Copa do Mundo. A Seleção entra em campo a partir das 15h00 contra a Sérvia, horário em que as negociações no mercado brasileiro devem enxugar de volume, assim como aconteceu no último jogo da semana passada. Isso não significa que não haverá volatilidade durante o dia, muito pelo contrário: sinais de uma guerra comercial entre os Estados Unidos e outros países do G-7 continuam mantendo os mercados internacionais pressionados, o que deve se refletir mais uma vez por aqui. Na Europa, os índices acionários começaram o dia no pior dos últimos três meses, seguindo as bolsas asiáticas, que fecharam o pregão de quarta no patamar mais baixo em sete meses.

Por aqui, a notícia mais relevante para o pregão em dia de jogo é a decisão do Conselho Monetário Nacional, divulgada ontem, de estabelecer a meta de inflação para 2021 em 3,75%. A decisão veio em linha com o consenso de mercado e manteve a trajetória de redução de 0,25 ponto percentual a cada ano. As metas para 2019 e para 2020, de 4,25% e 4%, respectivamente, foram reiteradas. Isso significa que o governo espera que a próxima gestão encare os principais desafios da economia, como a continuidade das reformas estruturais e uma racionalização do gasto público. A reação do mercado pode refletir o temor de um fiscal disfuncional, com juros mais altos na ponta longa da curva, segundo operadores e contribuidores TC.

Em dia de jogo, a prateleira de eventos relevantes fica um pouco esvaziada, mas os  investidores podem ficar de olho na reação do mercado com a nomeação de um novo diretor financeiro para a Petrobras. A expectativa é que Rafael Grisolia, nomeado ontem, siga a linha administrativa de Ivan Monteiro, segundo uma fonte consultada pela Equipe Trading News. A notícia deve ser positiva para os papéis da estatal. Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Mercado em um minuto, segundo Contribuidores TradersClub

Câmbio: deve seguir exterior com piora na tensão comercial entre EUA-China; mercado na expectativa por leilão de linha e atuação do Banco Central.

Juros: segue o dólar e pode reagir à nova meta de inflação da CMN; mercado de olho na atuação do Tesouro Nacional.

Bolsa: deve ter dia volátil, com tendência negativa vinda do exterior, notícias políticas locais; volume de negociação na parte da tarde pode ser afetado pelo jogo do Brasil na Copa.

Ações: Petrobras, com novo CFO; BRF, com linhas de produção paralisadas, possível aumento de capital e venda de ativos; Vale, com queda dos preços do minério de ferro na China; elétricas, com expectativa para leilão de transmissão na quinta-feira; Eletropaulo, com aumento de capital da controladora Enel; Movida, com aumento de capital; Azul, com alienação total da fatia detida pela Hainan Airlines na companhia brasileira; Bradesco, com programa de recompra de ações; Suzano, com emissão de debêntures para comprar Fibria; Usiminas, com saída do diretor de mineração da companhia; Pão de Açúcar, com venda de centros de distribuição; Santander Brasil, com aprovação pelo conselho de pagamento de dividendos intercalares.

 

Principais notícias para começar o dia bem informado

Trading News

— CMN estabelece meta de inflação para 2021 em 3,75%

— Mercado em compasso de espera busca sinais sobre as eleições

— Aposta da São Martinho no etanol faz lucro disparar; papel sobe

— Mercado opera volátil com exterior tenso e eleição

— Por que o Goldman Sachs e o Itaú estão certos ao relacionar setor externo a ajuste fiscal

— Grisolia deve seguir linha de Ivan Monteiro como novo CFO da Petrobras

 

Valor Econômico

— CMN decide baixar meta de inflação de 2021 para 3,75%

— Posição alemã trava o acordo de livre comércio entre UE e Mercosul

— Maioria no PSB apoia aliança com Ciro

— CMN define taxa de 7% em investimento com recursos da poupança rural

— China fixa yuan no patamar mais baixo frente ao dólar em seis meses

— Acuada, Merkel luta para sobreviver em cúpula da UE

— Plenário do Supremo decide sobre Lula após o recesso

— Centrão quer trocar Alckmin por Doria

 

O Estado de S. Paulo

— Lula poderia ter mesmo destino de Dirceu, dizem advogados

— Greve derruba indústria e setor tem o pior mês da história em maio, diz Ipea

— Doria promete retomar o projeto do Ferroanel

— Novas derrotas reforçam isolamento do relator da Lava Jato

 

Folha de S. Paulo

— TCU restringe decreto de Temer para portos

— Estados negociam um ICMS nacional para combustíveis

— Pedágios sobem em SP no domingo, e tarifa na Imigrantes vai a R$ 26,20

— Liminar permite venda direta de etanol em três estados do Nordeste

— Preço do diesel cai, mas não atinge desconto prometido pelo governo, diz ANP

— Decisão do STF abre brecha para Dirceu ficar livre por no mínimo seis meses

 

O Globo

— Petrobras estuda propor novo plano da Petros para acabar com as contribuições extraordinárias

— PF apura nova suspeita de propina a coronel amigo de Temer

— BRF paralisa linha de produção de perus no Paraná  

— Atingidos por desastre de Mariana criticam acordo na Justiça

 

TC Recomendações: BB Seguridade

$BBSE3: UBS reitera compra do papel ON do BB Seguridade após venda da participação na divisão SH2 para parceira Mapfre. Reestruturação deve permitir mais comissões e melhora no retorno sobre o patrimônio, disseram analistas.

 

Agenda do dia                

Indicadores nacionais:

— 08h00: Sondagem do Comércio FGV

— 10h30: Relatório de política monetária e de crédito – BC

— 12h30: Fluxo Cambial Estrangeiro

 

Indicadores internacionais:

— 05h00: Empréstimos anuais ao Setor Privado da Zona do Euro; consenso 3,0%

— 09h30: Pedidos de bens duráveis EUA em maio; consenso -0,9%

— 09h30: Núcleo  de pedidos de bens duráveis EUA em maio; consenso 0,5%

— 09h30: Balança Comercial de Bens dos EUA em maio; anterior -US$68,9 bi

— 11h30: Estoque de petróleo bruto nos EUA; consenso -2,572 mi

 

Eventos:

— 05h30: Discurso de Mark Carney, governador do BOE

— 09h00: Eduardo Guardia, ministro da Fazenda, tem reunião com Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados

— 10h00: Presiedente Michel Temer tem reunião com Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento

— 10h40: Presidente Michel Temer tem reunião com Eliseu Padillha, chefe da Casa Civil, Eduardo Guardia, ministro da Fazenda, Carlos Marun, chefe da Secretaria de Governo.

— 12h00: Discurso de Randal Quarles, do Federal Reserve

— 13h15: Discurso de Evan Rosengren, do Federal Reserve

— 15h00: Jogo do Brasil contra a Sérvia pela Copa do Mundo

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis