TC Mover
Mover

Itaú BBA vê fadiga nos lucros e corta projeção do Ibovespa para 110 mil pontos

Postado por: TC Mover em 28/05/2019 às 10:22

O final da temporada de resultados do primeiro trimestre provavelmente desencadeará revisões negativas nas projeções de lucros para o ano, refletindo uma fadiga na atividade, disseram estrategistas do Itaú BBA, que reduziram sua estimativa para o índice Bovespa de 117 mil para 110 pontos ao final do ano – a primeira grande casa que vai nessa direção.

 

Para a equipe de estrategistas liderada por Marcos Assumpção, os resultados trimestrais decepcionaram devido à possível contração do PIB brasileiro no período, aos resultados negativos das empresas de commodities, principalmente por conta das provisões feitas pela Vale na esteira do acidente da mina em Brumadinho, e por conta de quedas nos desempenhos de outros setores ligados à economia doméstica. Em relatório, eles cortaram a estimativa de crescimento dos lucros das companhias do Ibovespa de 31% para 17% neste ano, apesar de manter ainda uma “visão construtiva sobre o ciclo de lucros.”

 

Mesmo assim, no curto prazo, pode haver uma aceleração na expansão da base de lucros, quiçá impulsionada pela cada vez mais provável aprovação da Reforma da Previdência. A estimativa para o custo de capital, ou a taxa de desconto que reflete o risco de investir no país, foi mantida em 11,7%. Para explicar porque a discrepância entre a taxa de crescimento do PIB e dos lucros, sendo esta última bem superior no modelo, os estrategistas do Itaú BBA disseram que o “Ibovespa não é um reflexo do PIB, e as empresas listadas, em média, deverão ter um desempenho melhor do que os pares não listados.”

 

O relatório sinaliza que o investidor deve ver “dor no curto prazo e ganhos no longo prazo”, nas palavras dos estrategistas. “Mantemos nossa visão construtiva para o Ibovespa devido a: menores taxas de juros por mais tempo, maior crescimento do PIB em 2020 e uma maior potencial rotatividade para as ações – porém, esse cenário é altamente dependente na aprovação da reforma previdenciária,” disseram.

 

O Ibovespa abriu hoje em alta de 0,5%, a 95.330 pontos, refletindo o crescente otimismo com a aprovação da Reforma Previdenciária e outras iniciativas para reativar o crescimento no Brasil. Na manhã de hoje, os líderes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário formalizaram a assinatura de um pacto, a ser assinado na semana do dia 10 de junho, para garantir a retomada do crescimento, o que envolve a aprovação da Reforma da Previdência e outras iniciativas para destravar investimentos.

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis