TC Mover
Mover

Investidor foca em leilão do BC, privatizações e ata do Fed, em dia de alívio nas bolsas

Postado por: TC Mover em 21/08/2019 às 8:38

No plano local, o evento mais relevante, sem dúvida, é o primeiro leilão de dólares à vista pelo Banco Central em mais de dez anos. O leilão, que será realizado das 09h30 às 09h35, virá junto a oferta de swap cambial reverso. O BC informou que, de 21 a 29 de agosto, fará ofertas simultâneas de até US$550 milhões à vista e de igual montante em contratos de swap reverso. O racional por trás da medida é que a demanda por proteção no mercado de câmbio via swaps diminuiu e houve um aumento na busca por liquidez no mercado à vista. A autarquia também divulga dados de fluxo cambial, à tarde.

 

As bolsas e algumas commodities, como o petróleo, avançam hoje, refletindo o menor ceticismo quanto ao noticiário sobre a guerra comercial, e à espera da divulgação da ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve. No entanto, a cautela persiste, à espera do discurso do presidente da autarquia, Jerome Powell, na sexta, no simpósio de banqueiros centrais, em Jackson Hole. Ontem, o movimento de mercado sugeria que a economia sólida nos EUA minaria potenciais cortes na taxa de juros americana. Hoje, os futuros apontam a uma queda de, pelo menos, 50 pontos básicos na taxa Fed Funds até dezembro. 

 

De volta ao front doméstico, o destaque de ontem veio do anúncio da Caixa Econômica da linha de crédito imobiliário indexada ao IPCA para contratos do Sistema Financeiro de Habitação e do Sistema Financeiro Imobiliário. A agenda de hoje no Brasil será intensa: o governo deve anunciar hoje a privatização de 17 empresas, informou o ministro da Economia, Paulo Guedes, ontem à noite. Entre elas, a Eletrobras e os Correios, informa o site Poder360. Deputados e senadores devem votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020, enquanto a Comissão de Constituição e Justiça do Senado continua o debate sobre a Nova Previdência. O Senado também deve aprovar a Lei da Liberdade Econômica. 

 

Quer ser um investidor bem informado? Cadastre-se no TradersClub e siga nosso canal de notícias e comentários exclusivos.

 

Principais notícias corporativas

 

No pregão da terça, a alta de 3,08% de B2W foi um dos destaques, após anunciar a intenção de aumentar seu capital em até R$2,5 bilhões. Segundo relatório do BTG Pactual, a medida é negativa para a controladora, Lojas Americanas, no curto prazo. Os bancos lideraram as quedas do Ibovespa de ontem, com Itaú PN caindo 1,11%. 

 

A Petrobras informou que obteve decisão favorável do Carf sobre cobrança de Cide, em 2013, de R$5,1 bilhões. A estatal disse que o julgamento não altera a expectativa de perda possível. O Credit Suisse reiterou Gerdau PN como a ação preferida entre siderúrgicas após o IABr mostrar retomada na demanda por aços longos. 

 

Por último, uma notícia que pode impactar as ações da Oi no pregão de hoje: a mudança no Marco Geral das Telecomunicações, conhecida como a Lei das Teles, pode ser votada no plenário do Senado no final de setembro, e não mais em agosto. Hoje a Folha de S. Paulo disse que o processo de substituição do presidente da operadora, Eurico Teles, será acelerado. 

 

A Cemig avalia realizar uma oferta pública inicial de ações da distribuidora de gás natural Gasmig, como parte do plano de desinvestimentos. Além disso, o plano envolve a venda do complexo eólico Alto Sertão III, pertencente à Renova Energia, assim como as participações nas hidrelétricas de Santo Antônio e Belo Monte, e na Light.

 

Agenda do dia

 

Indicadores nacionais

14h30 Fluxo cambial estrangeiro – Banco Central

 

Indicadores internacionais

05h30 Reino Unido – Dívida líquida do setor público mensal (julho)

08h00 EUA – Pedido de hipotecas semanal 

11h00 EUA – Vendas de casas usadas mensal (julho)

11h00 EUA – Vendas de casas usadas mensal (julho)

11h30 EUA – Estoques de petróleo bruto

21h30 Japão – Prévia do PMI industrial mensal (agosto)

21h30 Japão – Prévia do PMI do setor de serviços

 

DISCLAIMER: Este newsletter não tem o objetivo de promover a venda de títulos e valores mobiliários específicos, e sim, de informar correta e oportunamente a quem o recebe.

 

Mover Pro

Informação, análises e ideias de investimentos 24/7

Experimente 7 dias grátis